Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1023
Tipo do documento: Tese
Título: ANÁLISE DA VARIABILIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES DO BANCO DE GERMOPLASMA DE CAMU-CAMU (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVAUGH) UTILIZANDO MARCADORES MICROSSATÉLITES
Autor: Koshikene, Daniela 
Primeiro orientador: Yuyama, Kaoru
Primeiro coorientador: Rodrigues, Doriane Picanço
Primeiro membro da banca: Souza, Aparecida das Graças Claret de
Segundo membro da banca: Flores, Wanders Benjamin Chávez
Terceiro membro da banca: Clement, Charles Roland
Quarto membro da banca: Kerr, Warwick Estevam
Quinto membro da banca: Pereira, José Odair
Resumo: O camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh) é um arbusto endêmico da Amazônia que se desenvolve em áreas periodicamente alagadas. Seus frutos possuem o maior conteúdo de ácido ascórbico conhecido, sendo por isso utilizado na fabricação de diversos produtos. O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia mantém um Banco Ativo de Germoplasma (BAG) de camu-camu com plantas desenvolvidas a partir de sementes coletadas em diversas localidades. A utilização de marcadores moleculares microssatélites permite a caracterização dos exemplares existentes no BAG, demonstrando a estruturação e a variabilidade genética existentes, o que possibilita a orientação na seleção de matrizes e na manutenção da diversidade genética. Para tanto, foram desenvolvidos 12 primers microssatélites a partir de uma biblioteca genômica enriquecida, sendo nove polimórficos. O número de alelos por locus variou de 3 a 10, com uma média de 6,89 alelos por locus. A heterozigosidade observada (HO) apresentou uma média de 0,531, enquanto a heterozigosidade esperada (HE), 0,679. Os valores de poder de discriminação estimado DL foram maiores que 0,75 em seis loci, estando próximo a este valor em um locus. Os valores de D foram superiores em sete loci, sendo estes considerados mais informativos e utilizados para as análises das populações. Para auxiliar programas de melhoramento, foram avaliadas a diversidade, a estrutura e as relações genéticas de 17 populações do Banco de Germoplasma do INPA. Sete loci microssatélites continham um total de 135 alelos, com média de 19,3 alelos por locus. Os resultados dos parâmetros de diversidade genética sugerem a existência de um excesso de homozigotos. A análise de variância molecular (AMOVA) mostrou que 79,39% do total da variação genética foi encontrada dentro dos acessos e 20,61% entre as populações, demonstrando a existência de estruturação genética. Não houve correlação entre distâncias genéticas e geográficas (r = 0,23), indicando que as populações não se encontram estruturadas no espaço. Essas informações poderão oferecer apoio na organização do BAG e na orientação de cruzamentos, definindo os acessos/populações mais divergentes geneticamente.
Abstract: The camu-camu (Myrciaria dubia (HBK) McVaugh) is an Amazonian endemic shrub that develops in periodically flooded areas. Its fruits have the highest content of ascorbic acid known and is therefore used in the manufacture of various products. The Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia maintains an active germplasm collection (BAG) of camu-camu with plants grown from seeds collected in several localities. The use of microsatellite molecular markers allows the characterization of acessions in the BAG, showing the existing structure and genetic variability, which provides guidance in the selection of matrices and the maintenance of genetic diversity. Thus, were developed 12 microsatellite primers from a genomic enriched library, nine polymorphic. The number of alleles per locus ranged from 3 to 10, with a mean of 6.89 alleles per locus. The observed heterozygosity (HO) had an average of 0.531 and the expected heterozygosity (He) had an average of 0.679. The discrimination power values DL were higher than 0.75 in six loci, close to this value at a locus. The D values were higher in seven loci, wich are considered more informative and used for analysis of populations. To help programs for improvement, were evaluated diversity, structure and genetic relationships of 17 populations of the INPA active germplasm collection. Seven microsatellite loci contained a total of 135 alleles, with an average of 19.3 alleles per locus. The results of the parameters of genetic diversity suggest the existence of an excess of homozygotes. The analysis of molecular variance (AMOVA) showed that 79.39% of the total genetic variation was found within the accessions and 20.61% among populations, demonstrating the existence of genetic structuring. There was no correlation between genetic and geographical distances (r = 0.23) indicating that populations are not structured in space. Such information can support the organization of the BAG and the direction of crosses, defining the access/ populations genetically divergent.
Palavras-chave: Myrciaria dubia
Microssatélites
Diversidade genética
Banco de genes de plantas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: KOSHIKENE, Daniela. ANÁLISE DA VARIABILIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES DO BANCO DE GERMOPLASMA DE CAMU-CAMU (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVAUGH) UTILIZANDO MARCADORES MICROSSATÉLITES. 2009. 97 f. Tese (Doutorado em Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1023
Data de defesa: 8-Out-2009
Aparece nas coleções:Doutorado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese_Daniela_Koshikene.pdf2,15 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.