Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1088
Tipo do documento: Dissertação
Título: ESTIMATIVA DOS ESTOQUES DE BIOMASSA E NUTRIENTES EM FLORESTAS SECUNDÁRIAS NA AMAZÔNIA CENTRAL
Autor: Pinto, Fabiana Rocha 
Primeiro orientador: Ferraz, Joao Baptista Silva
Primeiro coorientador: Higuchi, Niro
Primeiro membro da banca: Luizão, Flavio Jesus
Segundo membro da banca: Moreira, Adônis
Terceiro membro da banca: Camargo, Plínio Barbosa de
Quarto membro da banca: Martins, Ana Regina Araujo
Quinto membro da banca: Neves, Edinelson José Maciel
Resumo: Este trabalho avaliou a fertilidade do solo, os teores, os estoques e a distribuição de carbono e nutrientes, em partes das árvores (folhas, galhos finos e grossos, troncos, raízes finas e grossas), de duas florestas secundárias de diferentes históricos e idades. Foi feita uma modelagem, com equações alométricas para determinar a distribuição dos estoques dos nutrientes. Este estudo, desenvolvido na região norte de Manaus (EEST/INPA): 1) área da ZF-2 onde foi feito o corte da floresta primária em 1981 e logo em seguida o abandono (1982) e 2) área da S-8, que sofreu corte, queima e abandono em 1991 teve por objetivo determinar os teores médios de carbono e nutrientes nas partes das árvores das duas capoeiras (ZF-2 e S-8) que variaram de: C: 38 dag kg-1 (casca da raiz grossa) a 52 (galho fino e folhas); N : 3,0 g kg-1 (tronco) a 20,5 (folhas); P : 0,1 g kg-1 (raiz fina e tronco) a 0,8 (folhas); K : 1,0 g kg-1 (tronco) a 6,7 (folhas); Ca : 1,0 g kg-1 (galho grosso) a 15,8 (casca do tronco); Mg : 0,4 g kg-1 (galho grosso) a 2,5 (folhas); Mn : 21 mg kg-1 (raiz grossa) a 185 (folhas); Fe : 17 mg kg-1 (galho grosso) a 400 (raiz fina); Cu : 2,6 mg kg-1 (galho grosso) a 9,2 (folhas); Na : 160 mg kg-1 (galho grosso) a 1000 (casca da raiz grossa) e Zn : 6,0 mg kg-1 (galho grosso) a 36 (casca do galho grosso). As maiores concentrações de C, N, P, K, Mg, Mn, Cu e Zn foram encontradas nas folhas, nas duas áreas. Os teores e os estoques apresentaram diferença significativa (p<0,05) para todos os nutrientes, quando se avaliam partes dos indivíduos arbóreos, explicados pela diferença de constituição, estrutura e comportamento de cada indivíduo arbóreo. Para os diferentes históricos de uso e idade, apenas os teores de C e P, não apresentaram diferenças significativas (p<0,05). Porém, para os estoques, não foi encontrada significância (p>0,05) para nenhum dos nutrientes, o que reflete a similaridade dos indivíduos nas duas áreas de estudo. Foram testados nove modelos com a finalidade de estimar os estoques de nutrientes em indivíduos arbóreos, objetivando definir o modelo mais adequado e representativo da região de Manaus. O melhor modelo analisado foi o não-linear que utilizou apenas o DAP (Pnut = &#946;0 Di &#946;1), com melhores resultados para o C (r2 0,91; Syx %8,10) e Fe (r2 0,95; Syx % 5,89). Os três solos avaliados (incluindo uma área de floresta primária), só apresentaram diferenças significativas (p<0,05) para os nutrientes K, Fe e Mn. Contudo, observando as diferentes profundidades, a camada de 0-2,5 cm apresentou as maiores concentrações de nutrientes, o que se deve à presença da serapilheira e influência direta da disponibilidade de matéria orgânica, onde apenas o Fe não apresentou diferença significativa (p>0,05), explicado pelo Fe ser um elemento puco móvel, nãso ciclado biologicamente (mas transportado para a superfície por cupins, formigas etc).
Abstract: This work evaluates the contents, storage and the distribution of nutrients in different parts of trees (leaves, fine and coarse branches, trunks, and fine and coarse roots), from two secondary forests with different history of uses and ages. Also the soil characterization of the two areas was conducted. Allometric equations were applyed to develop a model of the nutrient storage distribuion. The research was conducted in two areas northern of Manaus (AM, Brazil), at the EEST-Station: 1) ZF-2, where the primary forest was cutted in 1981 an abandoned one year later, and 2) S-8, where a ten year old secondary forest was cutted in 1991 and burned and abandoned in the same year. The variations of the mean nutrient contents in the tree parts of the two areas (ZF-2 e S-8) were: C dag kg-1 38 (coarse roots) - 52 (leaves and fine branches); Ng kg-1 - 3,0 (trunk) and 20,5 (leaves); P g kg-1 - 0,1 (fine roots and trunk) and 0,8 (leaves); K g kg-1 - 1,0 (trunk) and 6,7 (leaves); Ca g kg-1 - 1,0 (coarse branches) and 15,8 (bark trunk); Mg g kg-1 - 0,4 (coarse branches) and 2,5 (leaves); Mn mg kg-1 - 21 (coarse roots) and 185 (leaves); Fe mg kg-1 - 17 (coarse roots) and 400 (fine roots); Cu mg kg-1 - 2,6 (coarse roots) and 9,2 (leaves); Na mg kg-1 - 160 (coarse roots) and 1000 (bark coarse roots); Zn mg kg-1 - 6,0 (coarse roots) and 36 (bark coarse roots). Most content was found in the leaves, for two areas. The statistical differences (p<0,05) of the stocks and contents were statistic significant for all nutrients and tree parts The statistical analysis showed a similarity between the individual of the two areas. Nine models were tested in order to estimate the nutrient stocks in the individual trees, using the total biomass and the nutrient content of each tree part. The objective was to find the most adequate and representative model for the Manaus region. This model was a non-linear, using only the BHD (Pnut = &#946;0 Di &#946;1), with better results for Fe (R2 0,95; Syx % 5,89) and C (R2 0,91; Syx % 8,10). The soils of the three areas (two secondary and one primary forest) presented significant differences (p<0,05) only for K, Mn e Fe. However the higher values were observed in the superficial layer (0-2,5 cm), just the Fe, presented significant differences (p>0,05), due to the presence of the litter layer and the disponibilty of organic matter.
Palavras-chave: Manejo florestal
Nutrição florestal
Ecologia de ecossistemas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Manejo florestal, Silvicultura
Programa: Ciências de Florestas Tropicais
Citação: PINTO, Fabiana Rocha. ESTIMATIVA DOS ESTOQUES DE BIOMASSA E NUTRIENTES EM FLORESTAS SECUNDÁRIAS NA AMAZÔNIA CENTRAL. 2008. 161 f. Dissertação (Mestrado em Manejo florestal, Silvicultura) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1088
Data de defesa: 4-Abr-2008
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Fabiana_Rocha.pdf1,9 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.