Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1432
Tipo do documento: Dissertação
Título: Substituição de Farinha de Peixe por Proteína de Origem Vegetal com Adição de Protease Exógena na Digestibilidade de Ração para Juvenis de Pirarucu (Arapaima gigas).
Autor: Fonseca, Flávio Augusto Leão da 
Primeiro orientador: Pereira Filho, Manoel
Primeiro coorientador: Roubach, Rodrigo
Primeiro membro da banca: Silva, Jorge Antonio Moreira da
Segundo membro da banca: Gomes, Levy de Carvalho
Terceiro membro da banca: Martino, Ricardo Cavalcanti
Quarto membro da banca: Fracalossi, Debora Machado
Resumo: O pirarucu, Arapaima gigas, é uma espécie de hábito alimentar carnívoro e elevado valor comercial. A farinha de peixe é a principal fonte de proteína usada nas rações comerciais para peixes carnívoros. Seu alto custo tem levado à utilização de fontes alternativas de proteína como as de origem vegetal, porém a presença de fatores anti-nutricionais limitam sua porcentagem de inclusão nas rações para carnívoros, por diminuírem a digestibilidade da proteína. A adição de enzimas nas dietas, como a protease, pode melhorar a digestibilidade e o valor nutritivo dos ingredientes. Neste trabalho estudou-se o efeito da inclusão de protease exógena em dietas nas quais se substituiu a farinha de peixe por proteína de origem vegetal sobre a digestibilidade da fração protéica. O experimento foi conduzido em um delineamento fatorial de duas entradas: quatro níveis de substituição protéica (15%, 30%, 45% e 60%) e dois níveis de protease exógena (0,0% e 0,1%) perfazendo oito tratamentos. Para a coleta das fezes utilizou-se o método de coleta por decantação em coluna d água. A substituição de pelo menos 60% de farinha de peixe por fontes protéicas de origem vegetal (farelo de soja + protenose) não resultou em diferenças significativas nos coeficientes de digestibilidade aparente analisados enquanto que a adição de protease não proporcionou diferenças significativas na digestibilidade das rações entre os tratamentos de 30% e 60% de substituição. A adição de enzima em dieta de 30% de substituição de farinha de peixe por fontes protéicas de origem vegetal aumentou os percentuais dos coeficientes de digestibilidade total, de proteína e de energia em relação à dieta sem adição de protease em pelo menos um nível de substituição.
Abstract: Pirarucu, Arapaima gigas, is a carnivore fish species and has a high commercial value. Fish meal is the main protein source used in commercial feeds for carnivore fish. Its high cost have led to the use of alternative vegetal sources, even though, anti-nutritional factors limits its percentages inclusion in carnivore feeds due to a lower protein digestibility. Enzymes addition, as protease, on the diets can improve digestibility and ingredient nutritional value. This work studied juvenile pirarucu digestibility after exogenous protease inclusion in diets with vegetable protein in substitution of fish meal. The experiments were conducted at the fish culture station from Coordenação de Pesquisas em Aquacultura - INPA using a two way factorial design: four levels of protein substitution and two enzymatic (presence and absence) compromising eight treatments (experimental feeds). Feaces collection method used was a settling water column. The replacement of 60% of fishmeal for plant sources (soybean meal + corn gluten meal) did not generate significant differences in the apparent digestibility coefficients (ADC) analyzed, while the addition of protease did not provide significant differences in the digestibility of the experimental feed between the 30% and 60% replacement treatments. The enzyme addition in diet with 30% fishmeal for plant sources replacement increased the percentages of the total, protein and energy ADC in relation to the same diet without protease.
Palavras-chave: Piscicultura
Arapaima gigas
Nutrição
Peixes carnívoros
Protease exógena
Proteína Vegetal
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: FONSECA, Flávio Augusto Leão da. Substituição de Farinha de Peixe por Proteína de Origem Vegetal com Adição de Protease Exógena na Digestibilidade de Ração para Juvenis de Pirarucu (Arapaima gigas).. 2004. 45 f. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1432
Data de defesa: 31-Ago-2004
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Flavio_Fonseca.pdf273,31 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.