Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1463
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos da fragmentação florestal sobre as assembleias de peixes de igarapés da zona urbana de Manaus, Amazonas
Autor: Anjos, Helio Daniel Beltrão dos 
Primeiro orientador: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Primeiro membro da banca: Deus, Cláudia Pereira de
Segundo membro da banca: Uieda, Virginia Sanches
Terceiro membro da banca: Caramaschi, Erica Maria Pellegrini
Quarto membro da banca: Freitas, Carlos Edwar de Carvalho
Quinto membro da banca: Melo, César Henrique de
Resumo: A cidade de Manaus vem crescendo de forma acelerada e desordenada, o que provoca a fragmentação da floresta e condena os igarapés urbanos ao desaparecimento. Junto com esses igarapés, perde-se uma parcela importante da biodiversidade aquática local, antes mesmo de ser adequadamente conhecida. Nesse sentido, foram estudadas as assembléias de peixes de igarapés em 15 fragmentos florestais urbanos, visando avaliar os efeitos da fragmentação florestal e características estruturais dos igarapés sobre a composição e diversidade da ictiofauna. Foram coletadas 41 espécies de peixes, de seis ordens e 11 famílias. A riqueza variou de uma a 14 espécies por trecho de 200m de igarapé. Igarapés sujeitos a impactos antropogênicos apresentaram mudanças tanto nos parâmetros físico-químicos, como na composição e estrutura das assembléias de peixes. Igarapés em bom estado de conservação apresentaram riqueza de espécies mais alta, associada a altos valores de oxigênio dissolvido e baixos valores de condutividade e pH, e a situação inversa foi registrada nos igarapés poluídos por efluentes domésticos. A similaridade na composição de espécies de peixes não foi significativamente correlacionada com a distância entre os fragmentos, nem com a conectividade entre os igarapés. Diferenças nas características ambientais originais dos igarapés, bem como o subseqüente isolamento de populações de peixes por barreiras químicas (igarapés altamente poluídos entre os fragmentos) podem ser responsáveis pelas diferenças atualmente observadas na composição de espécies em igarapés próximos. A riqueza por igarapé (diversidade α, 1-14 espécies) foi pequena em relação à riqueza total encontrada (41 espécies), indicando uma alta diversidade β. Tais resultados indicam que a conservação das áreas verdes da zona urbana de Manaus é imprescindível para a manutenção da biodiversidade, uma vez que os fragmentos abrigam diferentes composições de espécies de peixes. Portanto, a destruição de qualquer fragmento pode resultar na extinção local de várias espécies de peixes, com perda de biodiversidade regional.
Abstract: The city of Manaus is growing in an accelerated and disordered way, what provokes the fragmentation of the forest and condemns the urban streams to the disappearance. With those streams, an important portion of the local aquatic biodiversity gets lost, before even of being appropriately known. We studied the stream fish assemblages in 15 urban forest fragments, seeking to evaluate the effects of the forest fragmentation and structural characteristics of the streams on the composition and diversity of the ictiofauna. 41 species of fish were collected, of six orders and 11 families. Species richness varied from one to 14 species in 200m stream reaches. Streams subjected to anthropogenic impacts presented conspicuous changes in limnological parameters and in the composition and structure of the assemblies of fish as well. Preserved streams contained richer fish assemblages, associated to high values of dissolved oxygen and low values of conductivity and pH, whereas the inverse situation was registered in streams polluted by domestic sewage. The similarity in the composition of fish assemblages was not correlated significantly with the linear distance among the fragments, neither with the hydrological connectivity among the streams. Differences in the original environmental characteristics of the streams, as well as the subsequent isolation of populations of fish for chemical barriers (highly polluted streams among the forest fragments) can be responsible for the differences now observed in the composition of species in nearby streams. The species richness found in each stream (1-14 species) was small in relation to the overall species richness found (41 species), indicating a high Beta diversity. Such results indicate that the conservation of the forest fragments of the urban area of Manaus is critical for the maintenance of the general fish diversity, once the fragments contain different subsets of regional ichthyofauna. Therefore, the destruction of any fragment may result in the local extinction of one or more species of fish, with an important loss of the regional biodiversity.
Palavras-chave: Ecologia de igarapés
Ictiofauna
Amazônia Central
Impactos antropogênicos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: ANJOS, Helio Daniel Beltrão dos. Efeitos da fragmentação florestal sobre as assembleias de peixes de igarapés da zona urbana de Manaus, Amazonas. 2007. 114 f. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1463
Data de defesa: 22-Mai-2007
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Helio_Anjos.pdf1,8 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.