Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1484
Tipo do documento: Tese
Título: Estimativa da diversidade genética da piraíba (Brachyplatystoma filamentosum Lichtenstein, 1819) e da piraíba negra (Brachyplatystoma capapretum Lundberg e Akama, 2005), na Amazônia Brasileira, inferidas por meio do DNA mitocondrial: subsídios para manejo e conservação
Título(s) alternativo(s): Estimates of genetic diversity of piraíba (Brachyplatystoma filamentosum, Lichtenstein 1819) and black piraíba (Brachyplatystoma capapretum, Akama and Lundberg 2005), in the Brazilian Amazon, inferred by mitochondrial DNA: subsidies to management and conservation.
Autor: Huergo, Giuliano Palemão Carlos Maia 
Primeiro orientador: Gomes, Jose Antônio Alves
Primeiro membro da banca: Orti, Guillermo
Segundo membro da banca: Farias, Izeni Pires
Terceiro membro da banca: Sampaio, Maria Iracilda da Cunha
Quarto membro da banca: Daniel, Lúcia Helena Rapp Py
Quinto membro da banca: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Resumo: A piraíba (B. filamentosum, Siluriformes: Pimelodidae) possui uma ampla distribuição na bacia amazônica, ocorrendo a partir dos rios costeiros do estado do Amapá até os cursos d`agua que cortam o sopé da cordilheira dos Andes. Desde a década de 1970 já havia dúvidas sobre a existência de uma ou mais espécies chamadas de piraíba, mas apenas em 2005 uma nova espécie denominada piraíba negra (Brachyplatystoma capapretum) foi descrita, com base em caracteres morfológicos. Há poucos dados sobre a biologia da piraíba e os que existem geralmente são tratados em conjunto com outras espécies de grandes bagres. Esta tese é escrita em dois capítulos. No primeiro capítulo, as duas espécies popularmente conhecidas como piraíba (Brachyplatystoma filamentosum e B. capapretum) e oriundas dos desembarques pesqueiros realizados em nove regiões inseridas em calhas de rios de águas brancas da Amazônia brasileira, foram caracterizadas geneticamente por meio do sequenciamento da região controle do DNA mitocondrial. Para um total de 337 amostras, foi verificado que em média, na totalidade da área amostrada 66,81% dos peixes pertenciam à espécie B. filamentosum e 33,19% à espécie B. capapretum. Os valores de diversidade haplotípica foram altos em ambas as espécies, entretanto, a diversidade nucleotídica foi maior em B. filamentosum. Esses valores foram comparados aos valores de diversidade nucleotídica da região controle de outras espécies sobreexplotadas ou ameaçadas de sobreexplotação na Amazônia, e sugerem que do ponto de vista genético, B. filamentosum e principalmente B. capapretum necessitam de medidas urgentes de manejo visando sua conservação. O modelo de substituição nucleotídica de Tamura-Nei revelou que a divergência genética entre as duas espécies foi de 0,1018. Esse valor poderá ser usado como referência para estudos relacionados às distâncias genéticas de outras espécies do gênero Brachyplatystoma. O segundo capítulo teve como objetivo inferir sobre a estrutura genética de B. filamentosum na Amazônia brasileira, por meio do sequenciamento da região controle do DNA mitocondrial. Para isso foram analisadas 262 amostras de B. filamentosum oriundas da captura comercial em nove regiões caracterizadas por possuir rios de águas brancas, duas regiões com rios de águas claras e uma região com um rio de águas pretas. A SAMOVA resultou em um Fct de 0,62079 para k=3 grupos, nos quais as regiões amostradas se agruparam de acordo com o tipo de água. A análise filogenética indicou a existência de três clados que possuem uma forte relação com a distribuição geográfica dos três tipos de águas da bacia amazônica. Os clados relacionados às águas claras e pretas revelaram baixos valores de diversidade haplotípica (π=0,0037 e 0,0036, respectivamente). Os resultados foram discutidos no contexto evolucionário da bacia amazônica e também revelaram a necessidade de ações de manejo com fins conservacionistas para B. filamentosum.
Abstract: The piraíba (B. filamentosum, Siluriformes: Pimelodidae) has a wide distribution in the Amazon basin, occurring from coastal rivers of Amapá state to the water courses across foothills of the Andes. Since the 1970s there were doubts about the existence of one or more species called piraíba, but in 2005 a new species named black piraíba (Brachyplatystoma capapretum) was described based on mofological characters. There are few data on the biology of piraíba and these are usually treated together with other species of large catfish. This thesis is written and divided into two chapters. In the first chapter, the two species known as piraíba (Brachyplatystoma filamentosum and Brachyplatystoma capapretum) from fishery landings held in 9 regions inserted in white water rivers basins of the Brazilian Amazon, were genetically characterized through mitochondrial DNA control region. For a total of 337 samples, it was verified that, in medium, in all sampled area, 66.81% of the fishes belonged to B. filamentosum species and 33.19% to B. capapretum species. The values of haplotypic diversity were high for both species, however the nucleotide diversity was higher in B. filamentosum (π= 0.0118) when compared to B. capapretum (π= 0.0041). These values were compared to the nucleotide diversity values of other overfished species or threatened species in the Amazon and suggesting that the B. filamentosum and B. capapretum need urgent management actions for conservation. The nucleotide substitution model Tamaura-Nei showed that the genetic divergence between this species was 0.1018. This value can be used as a reference for genetic distance studies for others Brachyplatystoma species. The second chapter aimed to infer the genetic structure of B. filamentosum in the Brazilian Amazon, through the sequencing of the control region of mitochondrial DNA. 262 samples of B. filamentosum were analyzed from the commercial catch in nine regions characterized by having white-water rivers, two regions of rivers with clear waters and one region with a black waters river. The SAMOVA resulted in Fct =0.62079, for k = 3 groups, where the regions sampled were grouped according to water type. Phylogenetic analysis indicated the existence of three clades that have a strong relationship with the geographical distribution of three types of waters of the Amazon basin. Clades related to the clear and black waters showed low diversity of nucleotydes (π = 0,0037 and 0.0036 respectively). The results were discussed in the evolutionary context of the Amazon basin and also revealed the need for management actions for conservation purposes for B. filamentosum.
Palavras-chave: Piraíba (peixe) Amazônia
DNA mitocondrial
Variabilidade genética
Manejo
Piraíba negra (peixe)
Pesca
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: HUERGO, Giuliano Palemão Carlos Maia. Estimates of genetic diversity of piraíba (Brachyplatystoma filamentosum, Lichtenstein 1819) and black piraíba (Brachyplatystoma capapretum, Akama and Lundberg 2005), in the Brazilian Amazon, inferred by mitochondrial DNA: subsidies to management and conservation.. 2009. 117 f. Tese (Doutorado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1484
Data de defesa: 21-Dez-2009
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese Giuliano Huergo.pdf1,26 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.