Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1513
Tipo do documento: Tese
Título: Estrutura e evolução de frentes frias intensas na região amazônica brasileira
Autor: Amorim Neto, Alcides de Castro 
Primeiro orientador: Satyamurty, Prakki
Primeiro coorientador: Correia, Francis Wagner
Resumo: Algumas características observadas dos casos de frentes frias sobre a Bacia amazônica durante dez anos, no período de 2001-2010, são descritas. A precipitação e a subsequente queda de temperatura em Manaus (3°S, 60°W) associada com a passagem de frentes frias acontecem dois dias depois de serem observadas em São Paulo. Uma média de chuvas de 34 mm no dia da passagem da frente sobre a Bacia amazônica no verão austral e de 38 mm durante o inverno austral, são valores substancialmente elevados em relação aos dias que antecedem e sucedem o evento (aproximadamente 5 mm dia-1). A queda de temperatura mínima é menor quando comparada com a temperatura máxima, que é de cerca de 8ºC em 48 horas observadas em Manaus. As anomalias de vento em baixo nível ao sul de 10°S sobre a Bolívia, Paraguai e Sul do Brasil associadas aos sistemas frontais, durante o verão austral, mostram correntes de ar frio do sul. O desenvolvimento de um cavado invertido na baixa troposfera sobre o continente nos subtrópicos faz com que os ventos de sul se fortaleçam e cheguem à Bacia Amazônica. Um cavado extratropical em escala sinótica em 850 hPa ao sul de 30°S no Atlântico Sul se desloca de 40°W a 30°W em dois dias. A alta troposfera apresenta uma circulação anômala ciclônica fechada com seu centro ao longo da costa sul do Brasil. A convergência de fluxo de umidade sobre a bacia amazônica durante a passagem de frentes frias é mais intensa que a climatologia, e dessa forma contribui para a ocorrência de chuvas fortes. A precipitação e a queda de temperatura associados com frentes frias na Bacia amazônica apresentaram uma baixa correlação, o que dificulta o estudo desses fenômenos sinóticos na região amazônica. As simulações realizadas utilizando o modelo regional Eta, mostraram que, tanto a parametrização convectiva Betts-Miller (BM) quanto Kain-Fritsch com fluxo de momento (KFm) apresentam uma boa consistência no padrão observado, simulando de forma satisfatória a variação diurna das variáveis meteorológicas. Todavia, nenhuma delas mostrou-se melhor em relação à outra, alternando-se entre subestimativas e superestimativas. A função frontogenética mostrou um bom diagnóstico do caso de friagem estudado, indicando satisfatoriamente as áreas frontogenéticas e frontolíticas.
Abstract: Some observed characteristics of the cold frontal incursions into the Amazon Basin during the ten year period 2001-2010 are described. The precipitation and the subsequent fall of temperature at Manaus (3oS, 60oW) associated with the cold frontal passages occur two days later than at São Paulo. The mean precipitation of 34 mm/day on the day of the passage of the front over Manaus in the austral summer and 38 mm/day in austral winter are substantially larger than the precipitation on the preceding and the succeeding days, showing the importance of frontal passages for the rainfall in the basin. The fall of minimum temperature associated with the cold air incursion is much smaller than the fall of maximum temperature, of the order of 8oC in 48 hours observed at Manaus. The low-level wind anomalies to the south of 10°S over Bolivia, Paraguay and southern Brazil in the austral summer frontal event composites show cold southerlies. The development of an inverted trough in the lower troposphere over the continent in the subtropics makes the southerly winds to strengthen and reach the Amazon Basin. The extratropical synoptic scale trough at 850 hPa level to the south of 30°S in the South Atlantic moves from 40°W to 30°W in two days. The upper troposphere wind anomalies show a closed cyclonic circulation with its center off the coast of southern Brazil. The moisture flux convergence over the Amazon basin during frontal passages is more intense and accounts for the rainfall. The rainfall and the fall of temperature associated with fronts in the Amazon Basin have small correlation, which complicates the study of these synoptic phenomena in the Amazon region. The simulations using the Eta regional model, showed that both the convective parameterization Betts-Miller (BM) and Kain-Fritsch with momentum flux (KFm) showed good consistency with the pattern observed, satisfactorily simulating the diurnal variation of the meteorological variables. However, none of them proved to be better over the other, alternating between underestimation and overestimation. The frontogenetic function is a good diagnostic of the case studied, indicating the areas of frontogenesis and frontolysis satisfactorily.
Palavras-chave: Friagens
Circulação Atmosférica
Frontogênese
Modelagem Numérica
Área(s) do CNPq: METEOROLOGIA::CLIMATOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Clima e Ambiente (CLIAMB)
Citação: AMORIM NETO, Alcides de Castro. Estrutura e evolução de frentes frias intensas na região amazônica brasileira. Manaus:[s.n.], 2013. p.118. Tese(Clima e Ambiente (CLIAMB)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1513
Data de defesa: 8-Mai-2013
Aparece nas coleções:Doutorado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Alcides de Castro Amorim Neto.pdf3,47 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.