Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1624
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fotossíntese e teores de carboidratos em espécies arbóreas crescendo em áreas de pastagens abandonadas na Amazônia Central
Autor: Vera, Saul Alfredo Antezana 
Primeiro orientador: Gonçalves, José Francisco de Carvalho
Primeiro coorientador: Silva, Carlos Eduardo Moura da
Resumo: A conversão de áreas de floresta amazônica a outras formas de uso do solo somam mais de 700 mil km2. Destes, cerca de 60% correspondem a áreas de pastagens de baixa produtividade, geralmente, utilizadas durante alguns anos sendo em seguida abandonadas. O abandono ocorre devido à falta de sustentabilidade dos pastos frente à baixa fertilidade natural dos solos da região. Nestas áreas é comum observar espécies arbóreas pioneiras em abundância dando início ao processo de sucessão florestal. Investigar as características fotossintéticas dessas árvores tropicais torna-se importante. Portanto, o presente trabalho se propôs investigar características ecofisiológicas de espécies pioneiras crescendo em sucessão florestal, sobre pastagens abandonadas na Amazônia central. As variáveis analisadas envolvem medições fotossintéticas a elevação de CO2 controlada, as determinações dos carboidratos no nível foliar e radicular; teores de pigmentos cloroplastídicos; área foliar especifica e o potencial hídrico foliar como também o estado nutricional das plantas e o nível de fertilidade dos solos, em cinco espécies pioneiras (Vismia japurensis; Vismia cayennensis; Laetia procera; Goupia glabra; Bellucia dichotoma) crescendo ao longo de um gradiente sucessional, agrupadas em quatro classes de abandono (0-4, 8-12,14-16 e 18-20 anos). O estudo foi realizado em capoeiras localizadas na área experimental do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais-PDBFF (02º34’S, 60º07’W). Respostas da fotossíntese potencial (Apot) apresentaram variação entre 10,76 a 37,78 μmol m-2 s-1 entre as diferentes espécies. V. japurensis; L. procera; e B. dichotoma apresentaram aumento significativo, porém, em V. cayennensis e G. glabra não foi tão evidente. Também variaram os valores de Vc-max e Jmax (135,33 - 32,22 e 113,09 - 55,37 μmol m-2 s-1) entre as diferentes espécies. Em V. Japurensis foi observada diminuição para os respectivos parâmetros ao longo da cronossequência sucessional. Na relação da condutância estomática (gs) B. dichotoma foi à única espécie que apresentou uma diferença significativa entre as quatro diferentes classes de abandono. As concentrações de amido foliar e das raízes foram observados em maiores concentrações nos primeiros estágios sucessionais entre as espécies, porém G. glabra apresentou um padrão constante ao longo da cronossequência. Adicionalmente, os teores de açúcares solúveis totais nas folhas e raízes não apresentaram uma variação significativa entre as diferentes classes de abandono. As concentrações dos pigmentos cloroplastídicos (Chl a, Chl b e Cx+c) entre as espécies, apresentaram maiores concentrações nas primeiras classes de abandono (0-4 anos). O potencial hídrico foliar (Ψw) variou entre -2,5 e -1,1 (MPa) nas diferentes espécies, observando os menores valores entre as classes (0-4 anos). Quanto à área foliar especifica (AFE) os valores variaram de 211 a 43 cm-2 g-1 entre as cinco espécies. Entre as espécies, V. japurensis mostrou menor efeito sobre as diferentes classes de abandono. Em relação ao status nutricional foliar, as espécies apresentaram exigências e/ou estratégias diferenciadas quanto ao acúmulo de elementos minerais no tecido foliar, exibindo variação nos teores de nutrientes entre as diferentes áreas de abandono. Os resultados sugerem uma correlação entre as concentrações nutricionais das plantas e a fertilidade dos solos ao longo da cronossequência sucessional. Concluiu-se que estas espécies apresentaram diferentes estratégias de sustentabilidade, as cinco espécies estudadas mostraram-se comportamentos diferenciados em áreas de regeneração crescendo sobre pastagens abandonadas na Amazônia Central.
Abstract: The conversion of areas of the Amazon forest to other forms of land use account for more than 700 thousand km2. Of these, about 60% correspond to areas of low productivity pastures, usually used for some years and then abandoned. Abandonment occurs because of lack of sustainability of the pastures front of low natural fertility of soils from. In these areas it is common to observe pioneer tree species in abundance beginning the process of forest succession. Therefore considering the importance of the photosynthetic process of tropical trees, this study proposed to investigate ecophysiological characteristics of pioneer species growing in succession relating to carbon sequestration in abandoned pastures in central Amazonia. The variables comprise measurements of the response curve of photosynthesis to elevated CO2 controlled, determinations of the carbohydrate level in leaves and roots, pigment contents, specific leaf area and leaf water potential and nutritional status in plant-soil in five pioneer species (Vismia japurensis; Vismia cayennensis; Laetia procera; Goupia glabra; Bellucia dichotoma) observed along a chronosequence of four (4) classes of abandonment. The study was conducted in barns located in the experimental area of the Dynamic Biology Project of Forest Fragments – DBPFF (02º34’S, 60º07’W). As responses of the photosynthetic potential (Apot) showed a variation from 10.76 to 37.78 (μmol m-2 s-1) throughout the different ages of the barns, V. cayennensis and G. glabra did not show a significant pattern across different ages, but V. japurensis; L. procera, and B. dichotoma showed significant effects. But also varied in the Vc-max and Jmax from 135.33 to 32.22 and from 113.09 to 55.37 (μmol m-2 s-1) in V. Japurensis had observed a negative interaction between the parameters along the successional chronosequence, the ratio of stomatal conductance (gs) B. dichotoma was the only species that showed a significant difference between the different classes of abandonment. The species used different strategies in the capture of light energy, thus obtaining an efficient acquisition of CO2 and thus a more effective production of assimilates, since concentrations of starch in leaves and roots showed the highest concentrations among the first stages between successional species, but G. glabra did not show a pattern along the chronosequence, in addition, the levels of soluble sugars in leaves and roots did not show a significant variation between different classes of abandonment. The concentrations of photosynthetic pigments were observed among species elevated ratios of Chl a:b, and Chl a + b: Cx+c between the first classes of abandonment. The leaf water potential (Ψw) showed a range between -1.1 to -2.5 (MPa) at different ages and species of abandonment the lowest values were observed between the classes (0-4 years), ranging between -1 6, and -2.4 (MPa) in different species. As for specific leaf area (IEF) showed a variation between 43 and 211 (cm2 g-1) along the succession chronosequence, and V. japurensis showed a smaller effect on the different classes of abandonment. In relation to leaf nutritional status of the species, there were dry all requirements and/or different strategies In the accumulation of mineral elements in leaf tissue, showing a wide variation in nutrient levels at various stages of abandonment, which somehow characterizes the balance and nutrient cycling in soil-plant system in the Amazon. The results showed a correlation between the nutrient concentrations in surface soil layers with different classes of abandonment. It was concluded that these species have good conditions for sustainability and that the five species shown to be capable of regeneration in areas of abandoned pastures in Central Amazonia.
Palavras-chave: Ecofisiologia vegetal
Teor de carboidratos
Teor de pigmentos cloroplastídicos
Trocas gasosas
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: VERA, Saul Alfredo Antezana. Fotossíntese e teores de carboidratos em espécies arbóreas crescendo em áreas de pastagens abandonadas na Amazônia Central. Manaus: [s.n.], 2012. xx, 64p. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1624
Data de defesa: 30-Abr-2012
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Saul Alfredo Antezana Vera.pdf2,06 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.