Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1716
Tipo do documento: Dissertação
Título: Citogenética clássica e molecular de espécies neotropicais de serpentes da família Boidae (Gray, 1825)
Autor: Viana, Patrik Ferreira 
Primeiro orientador: Feldberg, Eliana
Primeiro coorientador: Gross, Maria Claudia
Resumo: A família Boidae (Gray, 1825) compreende serpentes de uma linhagem basal que podem ser encontradas nas Américas do Norte, Central e do Sul. Muitas espécies são divergentes tanto morfologicamente quanto biogeograficamente e mesmo com muitos estudos evolutivos sendo propostos para algumas espécies ao longo dos últimos anos, muitos aspectos ainda permanecem desconhecidos. Para uma melhor compreensão das relações evolutivas dessas serpentes, uma caracterização citogenética clássica e molecular foi realizada em 44 exemplares pertencentes a três gêneros, sendo três subespécies de “Jiboias” (Boa contrictor constrictor, Boa contrictor amarali e Boa contrictor occidentalis), duas espécies de “Anacondas” (Eunectes murinus e Eunectes notaeus) e uma espécie de “Suaçubóia – Amazon Tree Boa” (Corallus hortulanus), que além de evidenciar um novo panorama para o entendimento da evolução cromossômica dos Boideos Neotropicais, revelou três cariótipos inéditos e uma técnica diferenciada para a obtenção de cromossomos em répteis na Amazônia. As três subespécies de Jiboias, bem como as duas espécies de Anacondas, mostraram um cariótipo muito similar com 2n=36 cromossomos, no entanto apresentaram diferenças de tamanho e no número de braços cromossômicos (NF). As subespécies de Jibóias apresentaram um NF=48, enquanto as duas espécies de Anacondas apresentaram um NF=52. A Suaçubóia (Amazon Tree Boa), por sua vez, mostrou uma composição cariotípica totalmente diferenciada para a superfamília Booidea com 2n=40 ♀ com NF=62 e 2n=39 ♂ com NF=60, o que além de revelar um heteromorfismo cromossômico entre fêmeas e machos, evidenciou uma dupla heterogametia. Os padrões de distribuição da heterocromatina constitutiva e a localização de sequências teloméricas, além de revelarem novos insights sobre a evolução cromossômica de boídeos Neotropicais, mostraram-se como eficientes marcadores espécie/específicos para os táxons de Boidae analisados. Isso também revelou que a composição cromossômica dessas serpentes de linhagem basal não é tão conservada quanto se presumia e que, futuramente, algumas subespécies de “Jibóias” poderão de fato serem elevadas à categoria específica.
Abstract: Boidae (Gray, 1825) family comprehends snakes from a basal lineage, which may be found in North, Central and South America. Many of these species are both morphologically and biogeographically divergent, and even with the several evolutionary studies being proposed for some species along the last years, many aspects remain unknown. For a better understanding of the evolutionary relationships of these snakes, a classic and molecular cytogenetic characterization was performed in 44 exemplars belonging to three genera. It has included three Jiboia subspecies (Boa constrictor constrictor, Boa constrictor amarali and Boa constrictor occidentalis), two Anaconda species (Eunectes murinus and Eunectes notaeus) and one species of Amazon Tree Boa (Corallus hortulanus). The three Jiboia subspecies and the two Anaconda species presented a very similar karyotype, with 2n=36 chromosomes, with subtle differences in the number of chromosomes arms. Amazon Tree Boa, however, presented a totally different karyotype composition for the Booidea superfamily, with 2n=40 chromosomes ♀ and FN=62 and 2n=39 ♂ and FN=60. The constitutive heterochromatin patterns and the telomeric sequences location, besides revealing new insights on the chromosome evolution of Neotropical Boidae, were efficient markers for the analyzed taxa. It has also shown that the chromosome composition of these basal lineage snakes is not as conserved as it was supposed and that, eventually, some of the subspecies might be elevated to the species category, as well as the description of new species.
Palavras-chave: Serpentes
Booidea
Mapeamento cromossômico
Área(s) do CNPq: GENETICA::GENETICA ANIMAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: VIANA, Patrik Ferreira. Citogenética clássica e molecular de espécies neotropicais de serpentes da família Boidae (Gray, 1825). Manaus: [s.n.], 2015. xvi, 72 f.. Dissertação (Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1716
Data de defesa: 5-Mar-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Patrik Ferreira Viana.pdf2,48 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons