Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1857
Tipo do documento: Dissertação
Título: Variação na composição da comunidade herbácea em áreas ripárias da Amazônia central
Autor: Drucker, Debora Pignatari 
Primeiro orientador: Costa, Flávia Regina Capellotto
Resumo: Apesar do reconhecimento geral da influência da heterogeneidade ambiental sobre a distribuição de espécies, o ambiente é tratado como classes grosseiramente delimitadas, tais como platô, vertente e baixio na Amazônia Central. Entretanto, dentro desses habitats supostamente homogêneos, podem ocorrer especializações que foram pouco estudas até agora. Para detectar a variação da vegetação herbácea ripária em baixios de florestas de terra firme na Amazônia Central, foram instaladas 50 parcelas de 200m2 na Reserva Florestal Adolpho Ducke (100 Km2), Manaus, AM. Destas, 20 parcelas foram instaladas para detectar a variação da composição de espécies das margens dos igarapés às beiras das vertentes (variação lateral), enquanto 30 parcelas foram instaladas para detectar a variação ao longo dos cursos de água (variação longitudinal). Análises Multivariadas foram utilizadas para resumir a composição de espécies, e análise de regressão múltipla para determinar se, lateralmente, distância da margem do igarapé, abertura do dossel e nível do lençol freático influenciam na composição de espécies. Longitudinalmente, foi testado o efeito de bacias e sub-bacias de drenagem, distância da nascente, inclinação e largura do baixio. Os resultados mostraram que, lateralmente, a composição de espécies de ervas se diferenciou ao longo do gradiente ambiental que vai das margens dos igarapés às beiras de vertentes. Isso indica que, dentro de uma das classes abrangentes de habitat geralmente adotadas, há oportunidade de segregação de nichos, pelo menos para plantas herbáceas. Longitudinalmente, a composição de espécies de ervas nos baixios esteve autocorrelacionada espacialmente. Essa tendência de substituição de espécies com a distância indica altos níveis de diversidade Z de ervas nos baixios e sugere a atuação de processos de limitação de dispersão. Além disso, a composição de espécies diferiu entre as bacias e sub-bacias de drenagem da Reserva Ducke. Os resultados deste trabalho evidenciam a importância tanto da heterogeneidade ambiental quanto dos padrões de dispersão na distribuição de espécies de ervas terrestres em áreas ripárias na Reserva Ducke. Esses mecanismos podem estar determinando a distribuição de espécies herbáceas em outros baixios de terra firme da Amazônia Central e devem ser considerados no planejamento da conservação da vegetação ripária nessa região.
Abstract: In spite of general agreement on the influence of environmental heterogeneity on species distribution, in Central Amazonia habitat is often delimited as rough classes, such as plateau, slope and floodplain. However, important differences in species composition may occur within seemingly “homogeneous” environments. We investigated the structure of the ground herb community occurring on floodplains in a “terra-firme” forest in Central Amazonia. Fifty 200m2 plots were distributed throughout the floodplains of Ducke Reserve (100 Km2), Manaus, Brazil. Twenty plots were sampled to detect variation in species composition from the stream margin to the edge of the slopes. Thirty plots were sampled to detect the variation from stream headwaters to larger streams. Linear regression analysis was used to determine the effects of environmental variables on species composition, which was summarized by Multidimensional Scaling. Laterally, herb species composition changes along the environmental gradient from the stream margin to the edge of the slopes. This indicates that, within one frequently-adopted broad environmental category, herb species can show niche segregation. The composition of herbs in riparian areas along watercourses was spatially auto correlated and differed between watersheds. The high species turnover indicates high Z diversity and suggests that dispersal limitation is playing an important role on shaping herb species distribution. The strong effects of environmental heterogeneity and dispersal patterns need to be taken into account in planning conservation units for riparian vegetation in central Amazonian "terra-firme" forests.
Palavras-chave: Estrutura de comunidades
Áreas ripárias
Vegetação herbácea
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: DRUCKER, Debora Pignatari. Variação na composição da comunidade herbácea em áreas ripárias da Amazônia central. Manaus: [s.n.], 2015. 68 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1857
Data de defesa: 15-Mai-2005
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Debora Pignatari Drucker.pdf2,99 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons