Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1935
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo da variabilidade genética de Phyllamedusa bicolor (Anura; Hylidae) na Amazônia brasileira
Autor: Mota, Edvaldo Pereira, 
Primeiro orientador: Farias, Izeni Pires,
Primeiro coorientador: Lima, Albertina Pimentel,
Resumo: epidérmica é rica em substância bioativas. Esta espécie, conhecida popularmente como kambô pelos índios do grupo linguistico pano, é usada em rituais de cura e na preparação para a caça. É uma espécie de ampla distribuição na Amazônia que carece de estudos que visem a sua história evolutiva bem como estrutura populacional. Neste estudo empregamos o uso do DNAmt como ferramenta molecular para estudar 117 indivíduos de P. bico/ar de onze diferentes localidades em 5 estados na Amazônia brasileira. O banco de dados para as análises populacionais foi composto de 117 sequéncias nucleotídicas, cada uma com um total de 1037 pares de bases (pb) que resultaram em um banco de dados concatenados para o DNAmt (sendo um fragmento de 16S de 520 pb e um fragmento da Região Controle de 517 pb). As sequências foram alinhadas e editadas no programa BIOEDIT. A partir destas, foi gerada uma matriz de dados que foi usada nas análises estatísticas populacionais implementadas no programa ARLEQUIN. As análises de SAMOVA e BAPS foram usadas para determinar os agrupamentos de populações a posteriore. A rede de haplótipos, os dados gerados pelo programa GEODIS e a interpretação da chave de Templeton foram gerados com o uso do programa ANECA. Verificou-se a existência de 31 haplótipos para o DNAmt, sendo que 21 são únicos dentro da amostragem. A diversidade gênica (h) total foi estimada em 0,884, sendo que este valor é elevado quando comparado aos valores das localidades amostradas. O teste de AMaVA revelou que há uma forte estruturação genética, a qual é apoiada significativamente pelo índice de fixação (<1>ST = 0.8166; P < 0,001), onde a maior parte de toda a variação genética (81,66%) está distribuída entre as populações. As comparações par a par do fluxo gênico mostram que as populações da R.F. Adolpho Ducke, UFAM e Rebio Uatumã apresentaram altos valores no número efetivo de fêmeas migrantes por geração (Nemf) , o que indica que existe fluxo gênico. As análises de NCPA definiram seis níveis hierárquicos correspondentes aos clados, 1-7, 2-2, 2-7, 3-1, 3-2 e 4-1, nos quais há a rejeição da hipótese nula da não associação entre distância geográfica e divergência genética, na maioria das vezes indicando fluxo gênico restrito. O valor de K com maior significância (K=4) explica a formação dos grupos com a seguinte configuração: grupo 1) UFAM, Reserva Florestal Adolfo Ducke e Rebio Uatumã; grupo 2) Barcelos, PARNA do Viruá e FLONA do Amapá; grupo 3) Altamira; grupo 4) Cruzeiro do Sul, Santa Isabel do Rio Negro, Tabatinga e Atalaia do Norte. Na análise bayesiana de estrutura de população verificamos que o melhor valor da probabilidade posterior para a formação de grupos corresponde a um número igual a cinco. Quatro localidades apresentaram altos níveis de variabilidade genética para o DNAmt: R.F. Adolpho Ducke, Rebio Uatumã, UFAM e Acre. Os segmentos do gene 16S e da Região Controle (parte central) mostraram-se ligeiramente conservados, o que influenciou na quantidade reduzida de sítios polimórficos e números de haplótipos encontrados nas populações de P. bico/ar. Por meio das distâncias genéticas, verificamos que há uma maior diferenciação entre pares de localidades da Amazônia Central, Escudo das Guianas e Escudo Brasileiro em relação às localidades do Oeste Amazônico. Portanto, nossos resultados indicam que possivelmente as populações de P. bico/ar apresentam um padrão de diferenciação mediado por isolamento por distância tendo em vista as grandes distâncias geográficas encontradas entre as localidades. Entretanto, coletas adicionais deverão ser realizadas para fornecer informações mais precisas sobre este padrão de diferenciação.
Abstract: The species Phyllomedusa bicolor has biotechnological potential, since its secretion is rich in epidermal bioactive substance. This species, popularly known as the Indians Kambô cloth linguistic group, is used in healing rituais in preparation for hunting. It is a widely distributed species in the Amazon that lacks studies that focus on their evolutionary history and population structure. This study employed the use of mtDNA as a molecular tool to study 117 individuais of P. bicolor from eleven different locations in five states in the Brazilian Amazon. The database for the analysis population was composed of 117 nucleotide sequences, each with a total of 1037 base pairs (bp) which resulted in a database for the concatenated mtDNA (a fragment of 520 bp of 16S and a Control Region fragment of 517 bp). The sequences were aligned and edited in the BioEdit programo From these, we generated a data matrix that was used in the analysis population statistics implemented in the program ARLEQUIN. Analyses of Samovar and BAPS were used to determine the groupings of the populations later. Haplotype network, the data generated by the program GEODIS and interpretation of key Templeton were generated using the program ANECA. Verified the existence of 31 haplotypes for the mtDNA, and 21 are unique within the sample. The gene diversity (h) total was estimated at 0.884, and this value is high compared to the values of sites. The AMOVA test revealed that there is a strong genetic structure, which is significantly supported by the fixation index (<1>ST= 0.8166, P <0.001), where the bulk of ali genetic variation (81.66%) is distributed among the populations. Pairwise comparisons of gene flow show that populations of RF Adolpho Ducke, UFAM Rebio Uatumã and showed high values in the effective number of female migrants per generation (Nemf), which indicates that there is gene flow. The NCPA analysis defined six hierarchicallevels corresponding to c1ades, 1-7, 2-2, 2-7, 3-1, 3-2 and 4-1, where there is a rejection of the null hypothesis of no association between geographic distance and genetic divergence, most often indicating restricted gene flow. The value of K greater significance (K = 4) explains the formation of groups with the following configuration: group 1) UFAM, Adolfo Ducke Forest Reserve and Rebio Uatumã, group 2) Barcelos, PARNA Viruá and TNF Amapá, group 3 ) Altamira, group 4) Cruzeiro do Sul, Santa Isabel do Rio Negro, Tabatinga and Atalaia do Norte. On Bayesian analysis of population structure found that the best value of posterior probability for the formation of groups is a number equal to five. Four localities with high levels of genetic variability for mtDNA: RF Adolpho Ducke, Rebio Uatumã, UFAM and Acre. The segments of the 16S and Control Region (central part) were slightly conserved, which affect the number of segregating sites and reduced numbers of haplotypes found in populations of P. bicolor. By means of genetic distances, we find that there is a greater differentiation between pairs of localities in the Central Amazon, the Guyana Shield and the Brazilian Shield in relation to the western Amazonian localities. Therefore, our results indicate that possibly the populations of P. bicolor show a pattern of differentiation mediated by isolation by distance in view of the large geographic distances between locations found. However, additional sampling should be undertaken to provide more precise information on this pattern of differentiation.
Palavras-chave: Diversidade genética
DNA mitocondrial
Kambô I
Phy/lomedusa bicotor
Área(s) do CNPq: AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: MOTA, Edvaldo Pereira,. Estudo da variabilidade genética de Phy/lamedusa bico/ar (Anura; Hylidae) na Amazônia brasileira. Manaus: [s.n.], 2010. x, 54 f.. Dissertação( Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1935
Data de defesa: 2-Dez-2010
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EDVALDO PEREIRA MOTA.pdf34,56 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons