Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1949
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência dos fatores hidro-edáficos na diversidade, composição florística e estrutura da comunidade arbórea de igapó no Parque Nacional do Jaú, Amazônia Central
Autor: Aguiar, Daniel Praia Portela de 
Primeiro orientador: Wittmann, Florian Karl
Resumo: Diversos estudos têm descrito a clara influência do pulso de inundação na distribuição diferencial de espécies e a existência de fitofisionomias distintas ao longo do gradiente topográfico na várzea. Entretanto, poucos estudos similares foram realizados no igapó, sendo que os resultados obtidos até agora já permitem verificar que existe certa variação na composição de espécies segundo a duração da inundação; porém até o momento não foi descrita a existência de zonação de espécies ao longo do gradiente. O presente estudo objetivou verificar a influência dos fatores hidro-edáficos sobre a composição florística, riqueza, diversidade, área basal e densidade de indivíduos na floresta de igapó, bem como identificar a existência de zonação de espécies ao longo dos gradientes de inundação e edáfico. Para isso, foram estabelecidas 10 parcelas de 1 ha no igapó do Parque Nacional do Jaú. Foram inventariados todos os indivíduos de árvores e palmeiras com DAP ≥ 10 cm. Foram realizadas 4 coletas de solo por parcela, sendo consideradas 16 variáveis edáficas para as análises. Registraram-se 193 espécies, 115 gêneros e 41 famílias. A diversidade encontrada (α de Fisher) foi 39,34. A duração da inundação demonstrou-se correlacionada à variação da composição florística, à diversidade e à estrutura, com exceção da variável densidade de indivíduos. O gradiente edáfico demonstrou-se correlacionado à variação da composição florística, porém não correlacionado à diversidade e estrutura. Apenas uma espécie apresentou-se como praticamente restrita a locais altamente inundados, permitindo a identificação de uma fitofisionomia distinta nessas áreas. As demais espécies tiveram concentração de abundância diferenciada ao longo do gradiente de inundação. Verificou-se pouca estruturação da comunidade segundo o gradiente edáfico, demonstrando que as variáveis do solo são menos importantes do que a inundação para a composição florística no igapó.
Abstract: Several studies have described the clear influence of the flood pulse in the differential distribution of species and the existence of different vegetation types along the topographic gradient in várzea floodplain. However, few similar studies were conducted in igapó floodplain, but the results obtained until now show that there is some variation in species composition according to flooding duration; but until now it has not been reported the existence of species zonation along the gradient. This study aimed to verify the influence of hydro-edaphic factors on the floristic composition, richness, diversity, basal area and density of individuals in igapó forest and identify the existence of species zonation over the flooding and edaphic gradients. For this, 10 plots of 1 ha were established in the igapó of the Jaú National Park. All palms and trees with DBH ≥ 10 cm were registered. Four soil samples per plot were collected, considering 16 soil variables for analysis. It was recorded 193 species, 115 genera and 41 families. The diversity obtained (Fisher α) was 39.34. The flooding duration was correlated to the variation of floristic composition, diversity and structure, except to density. The soil gradient was correlated to floristic composition, but not correlated to the diversity and structure. Only one species was virtually restricted to highly flooded sites, allowing the identification of a distinct vegetation type in these areas. The other species had differentiated concentration of abundance along the flooding gradient. There has been little structuring of the community according to the soil gradient, showing that soil variables are less important than flooding to the floristic composition in igapó.
Palavras-chave: Florestas inundáveis
Igapó
Composisão florística
Área(s) do CNPq: SILVICULTURA::SOLOS FLORESTAIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: AGUIAR, Daniel Praia Portela de. Influência dos fatores hidro-edáficos na diversidade, composição florística e estrutura da comunidade arbórea de igapó no Parque Nacional do Jaú, Amazônia Central. Manaus: [s.n.], 2015. ix, 62 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1949
Data de defesa: 14-Ago-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Daniel Praia Portela de Aguiar.pdf1,92 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons