Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1988
Tipo do documento: Dissertação
Título: Frugivoria e ictiocoria em uma área de várzea na Amazônia Central brasileira
Autor: Albuquerque, Bianca Weiss 
Primeiro orientador: Piedade, Maria Teresa Fernandez
Primeiro coorientador: Zuanon, Jansen Sampaio
Resumo: O objetivo do estudo foi investigar a interação entre peixes e plantas por meio da análise de sementes retiradas inteiras do trato digestório de peixes capturados no lago Catalão, Amazônia Central, Brasil. As coletas foram realizadas no ano de 2014 durante os períodos correspondentes à enchente, cheia e vazante. Consumiram sementes 148 exemplares de peixes pertencentes a 14 espécies, duas ordens e seis famílias, entre elas algumas de hábito migratório, como Colossoma macropomum, Pterodoras granulosus, e espécies dos gêneros Brycon e Triportheus. O consumo mais intenso foi verificado nos meses de maio, junho e julho, correspondentes aos períodos de cheia e início da vazante. Foram identificadas 18 espécies vegetais pertencentes a 16 famílias. Cecropia spp., Ficus insipida e Laetia corymbulosa apresentaram a maior frequência de ocorrência de consumo por peixes. Triportheus albus (n=33), Triportheus auritus (n=27) e Colossoma macropomum (n=19) tiveram o maior número de exemplares capturados com sementes. As sementes foram semeadas em casa de vegetação sobre solo de várzea, com o objetivo de verificar a sua viabilidade; dessas, apenas as sementes de duas espécies (Bactris riparia e Senna alata) não germinaram. Para análise de porcentagem, velocidade e tempo médio de germinação, foram utilizadas duas espécies, Cecropia spp. e Laetia corymbulosa, por terem sido as espécies mais consumidas por três das espécies de peixes mais abundantes na área de estudo, Triportheus albus, T. angulatus e T. auritus. A porcentagem, a velocidade e o tempo médio de germinação dessas duas espécies não diferiram entre sementes retiradas do estômago e do intestino dos peixes. Os mesmos parâmetros germinativos foram calculados para um subconjunto das sementes retiradas somente do intestino (n=100 sementes) e daquelas oriundas diretamente das plantas-mãe (n=100). Os resultados indicaram diferença significativa para as duas espécies entre subconjuntos das sementes retiradas dos intestinos e das plantas-mãe. Sementes submetidas ao processo digestório dos peixes não apresentaram incremento germinativo. Entretanto, o fato de terem sido encontradas sementes viáveis no trato digestório de peixes com hábito migratório, sugere que a ictiocoria deve ser considerada um vetor de elevada importante na dispersão de sementes na várzea.
Abstract: The aim of the study was to investigate the interaction between fish and plants through analysis of seeds taken entire from the digestive tract of fish, sampled in the Catalão Lake, Central Brazilian Amazon. Samples were collected in 2014 during periods corresponding to the flooding, peak of flood and receding waters. Seeds were consumed by 148 fish individuals, belonging to 14 species, two orders and six families, among them some migratory species, such as Colossoma macropomum, Pterodoras granulosus and species belonging to the genera Brycon and Triportheus. The most intense consumption was observed in May, June and July, corresponding to periods of flooding and early receding of waters. Eighteen plant species belonging to 16 families were identified. Cecropia spp., Ficus insipida and Laetia corymbulosa were the most abundant in the fish diets. Triportheus albus (n=33), Triportheus auritus (n=27) and Colossoma macropomum (n=19) had the largest number of sampled specimens containing seeds in their digestive tract. Seeds of 18 species were sown in a greenhouse with soil from várzea, in order to verify their viability; of these, only seeds of two species (Bactris riparia and Senna alata) did not germinate. For analysis of percentage, germination time and speed, were used two plant species, Cecropia spp. and Laetia corymbulosa, since they were the species most consumed by three species (Triportheus albus, T. angulatus and T. auritus), which were amongst the most abundant fish species in the study area. The percentage, speed and average time of germination of these two species did not differ from seeds taken from the stomach or intestine of the fishes evaluated. The same germination parameters were calculated for a subset of seeds taken only in the intestines (n= 100 seed) and those derived directly from the mother plants (n= 100). The results indicated significant difference for both species among the subsets of seeds taken from the intestines and from the mother-plants. Seeds subjected to the digestive process of the fish showed no germination increment. However, the fact that there were found viable seeds in the digestive tract of fishes with migratory habits, suggests that ichthyochory should be considered an highly important vector of seed dispersal in the várzeas.
Palavras-chave: Ictiocoria
Frugivoria
Várzea
Área(s) do CNPq: ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: WEISS, Bianca Albuquerque. Frugivoria e ictiocoria em uma área de várzea na Amazônia Central brasileira. Manaus: [s.n.], 2015. x, 82 f.. Dissertação (Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1988
Data de defesa: 16-Jun-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Bianca Weiss Albuquerque.pdf1,23 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons