Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2180
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização química e física dos aerossóis durante a estação seca de 2013 na Amazônia Central
Autor: Stern, Rafael 
Primeiro orientador: Artaxo Netto, Paulo Eduardo
Resumo: Durante a estação seca, a Amazônia Central é altamente influenciada por emissões de queimadas transportadas por longas distâncias, alterando a composição atmosférica mesmo em locais remotos. Este trabalho tem o foco na caracterização físico-química dos aerossóis atmosféricos durante a estação seca de 2013 numa região altamente preservada na Amazônia Central. O estudo da composição orgânica e inorgânica de aerossóis submicrométricos foi realizado com o instrumento ACSM (Aerosol Chemical Speciation Monitor) fabricado pela Aerodyne Inc. Propriedades físicas tais como distribuição de tamanho, absorção e espalhamento foram também medidas simultaneamente. As medidas foram realizadas durante a estação seca de 2013 na reserva ecológica Cuieiras (ZF2) ao noroeste de Manaus. A análise estatística foi realizada com o uso da técnica de PMF (Positive Matrix Factorization), onde foi realizada a separação do aerossol orgânico em seus diferentes fatores, visando a identificação de fontes e processos de formação. Resultados mostram que a carga média de aerossóis submicrométricos foi de 5,91 μg m-3, dos quais 78% são de composição orgânica, 8,5% são sulfato, 6,5% são black carbon equivalente, 4% são amônio e 3% são nitrato. A variabilidade do espectro de massa de aerossóis pode ser explicada por 3 fatores determinados com o uso do PMF. Estes fatores foram identificados como BBOA (Biomass Burning Organic Aerosol,), representando 12% da massa total de orgânicos, OOA (Oxygenated Organic Aerosol,), representando 66% da massa total de orgânicos e IEPOX-SOA (Isoprene derived Epoxydiol–Secondary Organic Aerosol,), representando 21% da massa total de orgânicos. A Amazônia Central, mesmo em áreas remotas e preservadas, é altamente impactada pelas emissões de queimadas. Os aerossóis orgânicos secundários de origem biogênica estão também presentes durante a estação seca, e seus processos de remoção úmida são suprimidos pela diminuição das chuvas, causando um aumento de concentração. O grau de oxidação das partículas de aerossóis, além de outras características físico-químicas, indica que o transporte de longa distância é responsável pela escala regional deste impacto.
Abstract: During the dry season, the central Amazon forest is highly influenced by forest fires transported through large distances, changing drastically the atmospheric composition even in remote places. This work focuses on a physical-chemical characterization of the aerosol population over a pristine site in Central Amazonia during the dry season of 2013. The submicrometer organic aerosols were measured with the Aerodyne ACSM (Aerosol Chemical Speciation Monitor, Aerodyne Inc). Optical properties, size distribution and other micro-physical characteristics were also analyzed. Other instruments were simultaneously used. The measurements were taken during the dry season of 2013 in the Cuieiras ecological reserve (ZF2), northwest of Manaus. The statistical analysis of the data was done with the PMF (Positive Matrix Factorization) technique, in which the organic aerosol was separated into different factors, and then its sources and forming processes were attributed. Results show that the mean aerosol loading was 5.91 μg m-3, from which 78% are of organic composition, 8.5% are sulfate, 6.5% are equivalent black carbon, 4% are ammonium and 3% are nitrate. The mass spectra variability can be explained by 3 factors, determined with the PMF technique. They were identified as BBOA (Biomass Burning Organic Aerosol), representing 12% of the total organic mass, OOA (Oxygenated Organic Aerosol), representing 66% of the total organic mass and IEPOX-SOA (Isoprene derived Epoxydiol–Secondary Organic Aerosol), representing 21% of the total organic mass. Even in remote and pristine regions, Central Amazonia is highly impacted by biomass burning. Biogenic secondary organic aerosols are also present during the dry season, and the suppression of its wet deposition processes increases their concentration. The oxidation level and other physical-chemical characteristics indicate that the long range transport is responsible for the regional range of this impact.
Palavras-chave: Aerossóis
Queimadas
Atmosfera
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Clima e Ambiente (CLIAMB)
Citação: Stern, Rafael. Caracterização química e física dos aerossóis durante a estação seca de 2013 na Amazônia Central. 2015. 73 f.. Dissertação( Clima e Ambiente (CLIAMB)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2015 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2180
Data de defesa: 3-Ago-2015
Aparece nas coleções:Mestrado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rafael Stern Dissertacao.pdf3,58 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons