Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2194
Tipo do documento: Tese
Título: Diversidade Genética, sistema de cruzamento e fluxo gênico em Bagassa guianensis Aubl. (Moraceae), uma espécie madeireira endêmica da Amazônia.
Autor: Arruda , Cinthya Cristina Bulhões 
Primeiro orientador: Gribel, Rogério
Primeiro coorientador: Silva, Marivana Borges
Resumo: A exploração de árvores de grande porte em florestas tropicais provoca uma diminuição na densidade de indivíduos reprodutivos, o que provavelmente afeta o padrão de dispersão de pólen e o sistema de reprodução de árvores remanescentes. Neste estudo, nós investigamos o impacto da exploração madeireira sobre o sistema de cruzamento e diversidade genética da arbórea dioica e de baixa densidade, anemófila, Bagassa guianensis Aubl., em uma floresta na Amazônia Central usando seis loci microssatélites. Progênies de polinização aberta foram coletadas de 18 árvores femininas dentro de uma área de 500 ha antes da exploração (488 sementes) e de 10 árvores fêmeas remanescentes após a exploração madeireira (232 sementes). O número total de alelos nas progênies de polinização aberta foi significativamente maior antes (71) que após a exploração (57). O número médio de alelos por loco, riqueza alélica, heterozigosidade observada e esperada não foram significativamente maiores antes da exploração ( A = 11,83, 42R = 7,91, oH = 0,626 e eH = 0,693) do que após a exploração ( A = 9,50, 42R = 7,20, oH = 0,676 e eH = 0,690), enquanto que o número efetivo de doadores de pólen foi significativamente maior após ( epN = 6,6) do que antes da exploração ( ep N = 3,4), indicando que a exploração aumenta a recombinação genética. Embora tenhamos observado que a exploração reduziu substancialmente o tamanho efetivo da população adulta, o que pode afetar as novas gerações. Em relação ao fluxo de pólen, nossos resultados sugerem intenso movimento de pólen na área e longas distâncias de dispersão do pólen antes e após a exploração. A distância média de dispersão do pólen foi maior antes (1,606 m) do que depois (1,181 m) da exploração, embora uma similar área efetiva de vizinhança de polinização antes ( epA =292 ha) e depois da exploração (300 ha) tenha sido encontrada. Diferenças significativas nos padrões de dispersão do pólen foram observadas antes e depois do corte seletivo, sugerindo que a exploração muda o padrão de dispersão do pólen. No geral os resultados sugerem que devido ao amplo fluxo gênico da espécie, as populações ao redor podem compensar a possível perda de alelos devido à exploração, desde que amplas áreas de floresta sejam conservadas.
Abstract: The logging of large trees in tropical forests causes a decrease in the density of reproductive individuals, which likely affects the pattern of pollen dispersal and the mating system of the remnant trees. Here, we investigate the impact of logging on the mating system, genetic diversity and gene flow of the low-density, anemophilous-insect pollinated, dioecious tree Bagassa guianensis in the Central Amazon forest using six microsatellite loci. Open-pollinated progenies were collected from 18 female trees within a 500 ha plot before logging (488 seeds) and from 10 remaining female trees after logging (232 seeds). The total number of alleles in the open-pollinated progeny was significantly higher before (71) than after logging (57). The average number of alleles per locus, allelic richness, observed and expected heterozygosity were not significantly higher before logging ( A = 11.83, 42 R = 7.91, o H = 0.626 and e H = 0.693) than after logging ( A = 9.50, 42 R = 7.20, o H = 0.676 and e H = 0.690), whereas the effective number of pollen donors was significantly higher after ( ep N = 6.6) than before logging ( ep N = 3.4), indicating that logging increases the genetic recombination. Although we observed that logging substantial reduced the effective population size of the adult population which may affect the new generations. In relation to pollen flow, our results suggest intensive pollen movement in the area and long pollen dispersal distance before and after logging. The average pollen dispersal distance was longer before (1,606 m) than after logging (1,181 m), although a similar effective neighborhood pollination area before ( ep A =292 ha) and after logging (300 ha) was found. Significant difference was observed in the patterns of pollen dispersal before and after logging, suggesting that logging changed the pollen dispersal patterns. In general the results suggest that with the large species pollen flow, the surrounding populations can compensate the putative loss of alleles due logging, since large areas of forest will be conserved.
Palavras-chave: Bagassa guianenis
Manejo florestal
exploração de impacto reduzido
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)
Citação: Arruda , Cinthya Cristina Bulhões. Diversidade Genética, sistema de cruzamento e fluxo gênico em Bagassa guianensis Aubl. (Moraceae), uma espécie madeireira endêmica da Amazônia.. 2013. 91 f.. Tese( Genética, Conservação e Biologia Evolutiva (GCBEv)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2013 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2194
Data de defesa: 27-Mar-2013
Aparece nas coleções:Doutorado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
cinthya_bulhoes_tese.pdf1,05 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons