Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2238
Tipo do documento: Dissertação
Título: A agrobiodiversidade de quintais agroflorestais em propriedades agrícolas familiares na BR 174, Ramal do Pau-Rosa, Manaus, AM
Autor: Machado, Danilo de Oliveira 
Primeiro orientador: Souza, Luiz Augusto Gomes de
Resumo: Entre os sistemas tradicionais de uso da terra na região tropical, os quintais agroflorestais formam uma importante estratégia de conservação da agrobiodiversidade, de produção de alimentos destinados ao autoconsumo e à geração de renda, e de conservação do solo. O objetivo deste trabalho foi analisar a influência dos aspectos socioeconômicos, a composição florística e a fertilidade dos solos de quintais agroflorestais estabelecidos em áreas de terrafirme da Amazônia Central. Foram selecionadas 20 propriedades familiares no Ramal do Paurosa, no Assentamento Tarumã-mirim, em Manaus – AM. Realizou-se o levantamento de dados socioeconômicos das famílias, da área dos quintais e a listagem de todas as espécies cultivadas, com os seus respectivos usos principais e hábitos de crescimento. Foram feitas coletas e análises das amostras dos solos dos quintais e das áreas adjacentes para comparação da fertilidade entre os ambientes. Os quintais apresentaram uma área média de 1,5 ha. Os agrossistemas comportam em média 2,7 pessoas por domicílio e 57% dos moradores possuem mais de 50 anos de idade. A agricultura é a principal fonte de renda para 35% das propriedades. Foram registradas 241 espécies de plantas, de 70 famílias botânicas, destinadas a 18 diferentes usos. As fruteiras mais frequentes foram o açaí, o cupuaçu, e a manga, e as mais abundantes foram o açaí, o cupuaçu e a banana. Foram observados três tipos de quintais: que produzem alimentos para autoconsumo, que visam a comercialização e os quintais associados a produção de oleráceas e criação animal. Os solos dos quintais e de outros sistemas de uso da terra em áreas adjacentes apresentaram valor médio de pH inferior a 5,0. As concentrações de Ca2+, Mg2+ e K+, em todas as áreas, foram deficientes. E os níveis de matéria orgânica foram mediano (> 37,0 g kg-1).
Abstract: Among the traditional systems of land use in the tropical region, the homegardens form an important conservation of agrobiodiversity strategy, production of food for subsistence and income generation, and soil conservation. This study aims to analyze the influence of socioeconomic factors, the floristic composition and fertility of soils homegardens established in upland areas of the Central Amazon. We selected 20 family farms in Pau-rosa Extension in Tarumã-Mirim Settlement, in Manaus - AM, who had gardens fully active. We conducted a survey of socioeconomic data of families, the measurement of the area of the homegardens and the listing of all species grown in them, with their main uses and growth habits. We sampling and soil analysis of homegardens and adjacent areas for comparison of fertility between environments. Thus, the homegardens had an average area of 1.5 ha, with amplitudes ranging from 0.3 ha to 3.9 ha. The agrosystems behave on average 2.7 people per household. We found a low presence of young children in extension, where 57% of residents have over 50 years of age. Agriculture is the main source of income in only 35% of the properties. We recorded 241 plant species from 70 plant families, intended for 18 different uses. Fruit plants, main components of yards, more frequent and abundant were açaí, cupuaçu, peach palm, coconut, mango and banana. While diversity indices show that the less equitable homegardens are oriented marketing. They were shown three types of gardens: those who produce food for subsistence, those who are market oriented and those who had mixed activity backyards, aimed at the production of livestock. Soils from backyards and other land use systems in adjacent areas had an average pH value of less than 5.0. Concentrations of Ca2 +, Mg2+ and K+ in all areas were deficient. And organic matter levels were median (> 37.0 g kg-1).
Palavras-chave: Agrobiodiverdidade
Quintais agroflorestais
Agricultura familiar
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Agricultura no Trópico Úmido (ATU)
Citação: Machado, Danilo de Oliveira. A agrobiodiversidade de quintais agroflorestais em propriedades agrícolas familiares na BR 174, Ramal do Pau-Rosa, Manaus, AM. 2016. 99 f.. Dissertação( Agricultura no Trópico Úmido (ATU)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus,2016 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2238
Data de defesa: 14-Jul-2016
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_quintais_Danilo_PPGATU_INPA_FINAL.pdf2,18 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons