Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/678
Tipo do documento: Dissertação
Título: ESTUDO DA VARIABILIDADE GENÉTICA DO CARDINAL (OSTARIOPHYSI: CHARACIFORMES: Paracheirodon axelrodi) NA BACIA DO RIO NEGRO
Autor: D'assunção, Audrey Alencar Arruda 
Primeiro orientador: Porto, Jorge Ivan Rebelo
Primeiro coorientador: Hrbek, Tomas
Primeiro membro da banca: Scarpassa, Vera Margarete
Segundo membro da banca: Souza, Marcelo Nazareno Vallinoto de
Terceiro membro da banca: Oliveira, Claudio de
Quarto membro da banca: Hilsdorf, Alexandre Wagner Silva
Quinto membro da banca: Galetti Junior, Pedro Manoel
Resumo: O peixe ornamental cardinal (Paracheirodon axelrodi) é um dos caracídeos amazônicos mais exportados. Desde 1950, os cardinais vem sendo coletados para fins comerciais ao longo de sua distribuição natural nos tributários dos rios Negro e Orinoco (Brasil, Colômbia e Venezuela). Somente o cardinal é responsável por 80% do total de peixes ornamentais exportados da região amazônica. Apesar dessa importância atualmente não existe nenhum plano de gestão da pesca ornamental. Como parte de um esforço para desenvolver marcadores moleculares hipervariáveis para os peixes amazônicos e contribuir com informação genética para futuros planos de manejo e conservação, foram desenvolvidos marcadores microssatélites para o cardinal (P. axelrodi) e adicionalmente microssatélites previamente publicados foram utilizados. A partir de protocolo de enriquecimento para microssatélites e hibridização seletiva com sondas oligonucleotídicas 12 microssatélites foram desenvolvidos e caracterizados sendo que cinco mostraram-se polimórficos e apenas dois mostraram-se aptos para as análises populacionais. Usando 6 locos de microssatélites previamente publicados a estrutura genética de seis populações selvagens de P. axelrodi coletados em anos distintos e provenientes dos municípios de Barcelos (Igarapé Cajarizinho, Igarapé Zamula e Lago Rainha) e Santa Izabel do rio Negro (rio Tea, rio Urubaxi e Igarapé Iaha) foi investigada. O polimorfismo dos locos de microssatélites foi avaliado, tendo sido encontrado um total de 17 alelos. Estes marcadores microssatélites detectaram quantidades substanciais de variação genética, com a heterozigosidade observada (Ho) variando de 0.1 a 0.967 e a heterozigosidade esperada (He) variando de 0.059 a 0.938. A maioria dos locos nas populações analisadas estavam em equilíbrio de Hardy-Weinberg (H-WE), mas em alguns casos desvios neste equilíbrio foram observados. Além disso, houve evidências de desequilíbrio de ligação em alguns locos. De uma maneira geral, as populações do cardinal foram caracterizadas por uma alta diversidade genética (d = 0,744) com evidência de uma pequena estruturação genética (Fst = 0,14309), a qual pode ser revertida ou minimizada pelo fluxo gênico estimado (Nm= 1 -9). Foi sugerido que o rio Negro não é uma barreira à dispersão do cardinal e que as populações amostradas ainda podem ser consideradas como parte de uma única unidade de manejo. O teste de Mantel não mostrou nenhuma correlação entre a distância genética e a distância geográfica para as amostragens de 1999, o mesmo não podendo ser dito para as de 2005. Diferentes resultados foram obtidos com os testes Bottleneck e Mvalues para detectar afunilamento populacional ( bottleneck ), sendo observado afunilamento apenas no segundo teste e em algumas populações. Concluiuse que o cardinal do médio rio Negro não está imediatamente ameaçado pela perda de potencial evolutivo por eventos de longo prazo, como a pesca extrativista, ou por eventos cíclicos de curto prazo, como o El Niño.
Abstract: The cardinal tetra Paracheirodon axelrodi is the most exported Amazonian characin. Since the mid-1950s, cardinal tetras have been harvested along their natural distribution in the Negro, and the upper Orinoco River drainages and their tributaries in Brazil, Colombia and Venezuela. Just the cardinal tetra constitutes over 80% of total catch all ornamental fish exported from the Amazon region. Despite its economic importance, no fisheries management or conservation plans are available for the ornamental fishes in the Amazon. As part of an effort to develop hypervariable molecular markers for Amazonian fishes and to contribute genetic information for future management and conservation plans, microsatellite loci were developed for the cardinal tetra (Paracheirodon axelrodi) and additional previously published microsatellites were assayed. Starting from a protocol of enrichment for microsatellite repeat regions and selective hybridization by using oligonucleotides as a probe, a total of 12 microsatellites loci were developed and characterized. Although five out of 12 loci were polymorphic, only two were adequate for population analyses purposes. By using six previously published microsatellite loci, the genetic structure of P. axelrodi from six wild populations collected in distinct years in the municipalities of Barcelos (Igarapé Cajarizinho, Igarapé Zamula and Lago Rainha) and Santa Izabel do Rio Negro (Rio Tea, Rio Urubaxi and Igarapé Iaha) was investigated. Polymorphism at all loci was assessed, with a total of 17 different alleles found. These microsatellites markers detected substantial amounts of genetic variation, with observed heterozygosity (Ho) ranging from 0,1 to 0,967 and the expected heterozygosity (He) ranging from 0.059 to 0.938. The most loci were at Hardy Weinberg equilibrium (HWE) but in some cases deviations were observed. Also, partial evidences for linkage disequilibrium was detected. Overall, the populations were characterized by high microsatellite genetic diversity (d= 0,744) and a low genetic structure (FST = 0,14309) which may be reversed or minimized by the estimated gene flow (Nm =1-9). It was suggested that the Negro River did not hinder dispersal of the cardinal tetra and that sampled populations are a single unit of management. Mantel s test showed no correlation between genetic distance and geographical distance for the populations sampled in 1999 but did show a weak but significant correlation for the 2005 samples. The detection of bottlenecks gave different results for the tests implemented in the programs Bottleneck and Mvalues; genetic bottleneck was observed only in the second test and only in some populations. In conclusion, it was found that the cardinal tetra in the middle Negro River is not immediately threatened by loss of evolutionary potential either due to long term events, i.e. extrativism fisheries, or by short term events, i.e. the cyclic El Niño.
Palavras-chave: Peixe ornamental
Variabilidade genética
Microssatélites
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva
Citação: D'ASSUNÇÃO, Audrey Alencar Arruda. ESTUDO DA VARIABILIDADE GENÉTICA DO CARDINAL (OSTARIOPHYSI: CHARACIFORMES: Paracheirodon axelrodi) NA BACIA DO RIO NEGRO. 2006. 84 f. Dissertação (Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/678
Data de defesa: 31-Ago-2006
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
DISSERTACAO_AUDREY.pdf1,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.