Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/691
Tipo do documento: Dissertação
Título: Citogenética de marsupiais dos gêneros Marmosops e Monodelphis (Didelphidae) de cinco localidades na Amazônia
Autor: Andrade, Rodrigo Amaral de 
Primeiro orientador: Feldberg, Eliana
Primeiro coorientador: Silva, Maria Nazareth Ferreira da
Primeiro membro da banca: Kasahara, Sanae
Segundo membro da banca: Yonenaga-yassuda, Yatiyo
Terceiro membro da banca: Svartman, Marta
Quarto membro da banca: Moraes, Diego Astúa de
Quinto membro da banca: Rossi, Rogério Vieira
Resumo: Marsupiais ocupam os mais diversos nichos e tem uma ampla distribuição e por isso desempenham um papel importante nos ecossistemas. Ainda assim, grande parte da diversidade do grupo é desconhecida, especialmente na região neotropical, área de ocorrência dos marsupiais didelfídeos. Análises moleculares e estudos cromossômicos são importantes ferramentas para analisar a diversidade biológica, freqüentemente representando métodos simples e indispensáveis na identificação de vários táxons e na elucidação dos processos evolutivos. Assim sendo, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a diversidade cariotípica de espécies dos gêneros Marmosops e Monodelphis, comparando estes dados com os da literatura para outras regiões do país. Para isso foram analisados 16 indivíduos de Marmosops spp. e nove de Monodelphis spp. de cinco localidades na Amazônia brasileira. Em Marmosops spp., o número diplóide igual a 14 cromossomos foi confirmado e também as regiões organizadoras do nucléolo (RONs) simples que é comum a todas as espécies com 2n=14. No entanto dois padrões de banda C foram evidenciados. Uma análise morfológica superficial incluiu estes indivíduos em Marmosops parvidens, espécie já conhecida pelo grande problema taxonômico. Nesse caso, os representantes aqui analisados apresentam mais dois citótipos para espécie. Já em Monodelphis, somente o número diplóide foi constante (2n=18). Com as três descrições cariotípicas encontradas, os indivíduos foram classificados como Monodelphis sp., Monodelphis cf. emiliae e Monodelphis brevicaudata, sendo que este último apresentou um novo citótipo, inclusive na posição das RONs, que foram evidenciadas nos cromossomos X e Y. A partir dos dados obtidos no presente trabalho e comparações com dados da literatura foi possível apoiar a hipótese de evolução cariotípica dos didelfídeos onde 2n=14 cromossomos seria o cariótipo ancestral.
Abstract: Marsupials occupy many different niches and have a large distribution, hence possessing an important role in ecosystems. Still, most of this group´s species diversity is unknown, especially in the neotropics, area of occurrence of didelphid marsupials. Genetic analyses and chromosomal studies are important tools to analyze the biologic diversity, frequently presenting simple and invaluable method for identifying taxa and elucidating evolutionary processes. As such, the present work had the main goal to evaluate the karyotypic diversity in species of genus Marmosops and Monodelphis, comparing present data with past works in other regions of the country. For this, 16 individuals of Marmosops spp. and nine of Monodelphis spp. from five localities in the Brazilian Amazon were analyzed. In Marmosops spp., diploid number of 14 chromosomes was confirmed and also the single nucleolar organizing region (NOR) site, which is common for all species that possess 2n=14. However two different patterns of C-bands were found. A superficial morphologic analysis identified these individuals as Marmosops parvidens, a species well-known for their great taxonomic problem. In this case, representants here described account two new citotypes for this species. As for Monodelphis spp., only the diploid number (2n=18) was constant. With three different karyotypic descriptions, individuals here analyzed were identified as Monodelphis sp., Monodelphis cf. emiliae, and Monodelphis brevicaudata, this last presenting a new citotype, even in position of NORs, which were present in sexual chromosomes X and Y. With obtained data in the present work and comparisons with data from literature, it was possible to support the didelphid karyotypic evolution hypothesis were 2n=14 would be the ancestral karyotype.
Palavras-chave: Didelphimorphia
Citotaxonomia
Cuíca
Citogenética
Cromossomos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva
Programa: Genética, Conservação e Biologia Evolutiva
Citação: ANDRADE, Rodrigo Amaral de. Citogenética de marsupiais dos gêneros Marmosops e Monodelphis (Didelphidae) de cinco localidades na Amazônia. 2009. 77 f. Dissertação (Mestrado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/691
Data de defesa: 27-Ago-2009
Aparece nas coleções:Mestrado - (GCBEv)

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Rodrigo_Andrade.pdf2,25 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.