Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/740
Tipo do documento: Dissertação
Título: Filogeografia e Conservação de Paratrygon aiereba Dumeril (Chondrichthyes: Potamotrygonidae) na região Amazônica
Autor: Frederico, Renata Guimarães 
Primeiro orientador: Gomes, Jose Antônio Alves
Primeiro membro da banca: Farias, Izeni Pires
Segundo membro da banca: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Terceiro membro da banca: Scarpassa, Vera Margarete
Quarto membro da banca: Marques, Fernando Portella de Luna
Quinto membro da banca: Carvalho, Marcelo Rodrigues de
Resumo: A filogeografia é o segmento da biogeografia que consiste no estudo dos princípios e processos que governam a distribuição geográfica das linhagens genéticas. Ela lida com a distribuição espacial de alelos cuja relação filogenética é conhecida ou pode ser estimada. Assim, através de estudos filogeográficos, é possível a investigação de processos populacionais e modelos regionais que interferem na diversidade e distribuição das populações. Estudos de filogeografia também podem gerar subsídios para estudos sobre a conservação dos organismos, pois a diversidade das espécies representa o alcance das adaptações evolutivas e ecológicas em relação a determinados ambientes. Para esses estudos de filogeografia, a ferramenta historicamente utilizada é o DNA mitocondrial (mtDNA) que permite estudos genéticos entre populações, espécies e níveis taxonômicos mais altos. As raias fazem parte da Classe Chondrichthyes, grupo de peixes cartilaginosos, subclasse Elasmobranchii. O grupo de espécies de elasmobranquios que são verdadeiramente de água doce, com ciclo de vida completo em águas continentais, está contido na família Potamotrygonidae, que ocorre exclusivamente na região neotropical, México e América do Sul. A família Potamotrygonidae forma um clado monofilético com três gêneros: Paratrygon Dumeril, otamotrygon German e Pleisiotrygon Castello & Thorsan. A maioria das espécies dessa família possui distribuição restrita a uma única bacia ou sistema fluvial, e somente as espécies Potamotrygon motoro, Potamotrygon orbignyi e Paratrygon aiereba estão presentes em mais de uma bacia. O presente estudo teve como objetivo investigar a estrutura genética de Paratrygon aiereba em seis rios da região Amazônica, Rio Negro, sistema Solimões-Amazonas, Tapajós, Xingu, Ilha de Marajó e Araguaia. Para tal foi utilizado como marcador molecular o fragmento de ATPase. Os resultados desse trabalho mostraram que essas populações estão estruturadas dentro dos rios, com fluxo gênico restrito, ou mesmo sem fluxo gênico, apresentando uma correlação positiva entre distância genética e distância geográfica. Também foi observado que a variabilidade genética é muito baixa nas populações do Rio Negro, Solimões- Amazonas e rio Xingu. O Rio Negro é conhecido por sua pesca ornamental, e na calha Solimões-Amazonas, esses animais são utilizados como fonte de proteína e sofrem com a pesca comercial. No rio Xingu eles estão isolados geograficamente pelas cachoeiras acima de Belo Monte. Esses fatores, portanto, podem estar influenciando na baixa diversidade genética de P. aiereba. Em vista disso medidas de conservação para esta espécie devem ser tomadas em níveis locais, considerando cada rio separadamente, ao invés de empregar escalas regionais maiores.
Abstract: Phylogeography is a branch of biogeography that investigates the processes that rules the geographic distribution of genetic lineages. It deals with the spatial distribution of alleles which phylogenetical relationships is known or can be estimated. Thus, through phylogeographic studies its possible to investigate population processes and regional models that interferes on diversity and distribution of populations. Phylogeography studies can also generate a basis for conservation studies because species diversity represents the amplitude of evolutionary and ecological adaptations in relation to certain environments. For this, in phylogeographycal studies, the historical tool commonly used is mitochondrial DNA (mtDNA), because it allows genetic studies among populations, species and higher taxonomic levels. Stingrays are part of Chondrichthyes Class, cartilaginous fishes, Elasmobranchii subclass. The species group of Elasmobrachii, that, in fact, comes from sweet water, have a complete lifecycle in continental waters, are placed on Potamotrygonidae family, and occurs exclusively on the neotropical region, México and South America. Potamotrygonidae family is composed by one monophyletic clade with three genera: Paratrygon Dumeril, Potamotrygon German and Pleisiotrygon Castello & Thorsan. Most part of its species have a restricted distribution to one unique basin or fluvial system. Just Potamotrygon motoro, Potamotrygon orbignyi e Paratrygon aiereba species are found in more than one basin. The present study aims to investigate the genetic structure of Paratrygon aiereba in six rivers from Amazon region: Rio Negro, Solimões-Amazonas system, Tapajós, Xingu, Marajó Island and Araguaia. For that, the ATPase fragment was used as molecular marker. The results showed that the populations of this specie are structured inside each river, with restrict gene flow, or even without gene flow, xii showing a positive correlation between genetic and geographic distances. It was also observed that genetic variability is very low at Rio Negro populations, Solimões-Amazonas system and Xingu River. The Rio Negro is very well known for its ornamental fishery and at Solimões-Amazonas system these animals are used as a protein source and suffer commercial fishery. At Xingu River they are geographically isolated below Belo Monte waterfalls. All these factors, therefore, can influence the low genetic diversity in P. aiereba. Considering that, conservation strategies need to be taken in local scales, for each river, instead of using higher regional scales.
Palavras-chave: Raias de água doce
Genética da Conservação
Filogegrafia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: FREDERICO, Renata Guimarães. Filogeografia e Conservação de Paratrygon aiereba Dumeril (Chondrichthyes: Potamotrygonidae) na região Amazônica. 2006. 67 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/740
Data de defesa: 17-Ago-2006
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Renata.pdf784,87 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.