Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/769
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ecologia e modelagem da distribuição dos sítios de nidificação do jacaré-açu (Melanosuchus niger) em uma área de várzea da Amazônia Central, Brasil
Autor: Villamarin-jurado, Francisco José 
Primeiro orientador: Magnusson, William Ernest
Primeiro coorientador: Nelson, Bruce Walker
Primeiro membro da banca: Mourão, Guilherme de Miranda
Segundo membro da banca: Verdade, Luciano Martins
Terceiro membro da banca: Campos, Zilca Maria da Silva
Quarto membro da banca: Anciaes, Marina
Quinto membro da banca: Thorbjarnarson, John
Resumo: O jacaré-açu, Melanosuchus niger, é uma espécie primordialmente amazônica, cujas populações mais numerosas estão associadas principalmente com áreas interiores de várzea, mas a ecologia de nidificação relacionada com esses ambientes hidrologicamente dinâmicos é ainda pouco entendida. Os objetivos do presente estudo foram: a geração de informações sobre a nidificação da espécie quanto ao tamanho e número de ovos e sua relação com o tamanho da fêmea; a influência dos regimes de inundação na ocorrência de ninhos; a mortalidade de ovos e suas causas; e a criação de um modelo de previsão das áreas de nidificação. A pesquisa foi desenvolvida na porção sudeste da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (a denominada área focal), uma região de várzea influenciada pela inundação anual dos rios Solimões e Japurá. Analisamos 231 ninhos da espécie distribuidos em 67% dos 66 corpos hídricos em que foram feitas procuras ao longo das temporadas de nidificação de 2007 e 2008. Aproximadamente 40% dos ninhos foram abertos para medir e pesar os ovos. O tamanho médio dos ovos foi comparável ao reportado em outras localidades para essa mesma espécie, mas o tamanho da fêmea do ninho teve relações significativas somente com o volume, mas não com o número de ovos da postura, como acontece em outras espécies. A ocorrência dos ninhos de M. niger esteve positivamente relacionada à estabilidade temporal do espelho d água dos corpos hídricos. Os corpos hídricos em que ocorrem os ninhos de jacaré-açu são geralmente atingidos pelo aumento do nível d água entre os meses de novembro e abril, ao contrário do que acontece em outros corpos hídricos que inundam geralmente a partir de outubro. Isso diminui o risco de inundação nos ninhos e fornece o tempo de isolamento suficiente para a incubação dos ovos finalizar. Uma baixa proporção dos ninhos (13%) foi inundada, mas os ovos de quase 70% dos ninhos foram predados, principalmente por seres humanos e o lagarto jacurarú (Tupinambis teguixin), resultando na produção de filhotes vivos em apenas 14% dos ninhos, uma das mais baixas proporções reportadas em estudos com crocodilianos em condições naturais. A ocorrência de ninhos em corpos hídricos com os espelhos d água mais estáveis facilitou a identificação dos sítios de nidificação na área de estudo utilizando os algoritmos do modelo de distribuição de espécies de máxima entropia (Maxent). Os modelos gerados mostraram uma alta capacidade preditiva, com valores AUC (Area Under the ROC Curve) superiores a 0.99, porém apresentaram uma baixa transferabilidade (i.e. capacidade para prever distribuições em regiões não amostradas). Os corpos hídricos propícios para nidificação são fundamentais na manutenção das populações e, portanto deveriam ser consideradas áreas de alto valor de conservação dentro de programas de manejo sustentável com a espécie.
Abstract: The black caiman, Melanosuchus niger, is primarily an Amazonian species, its largest populations are associated mainly with interior várzea areas, but its nesting ecology related with these hydrologic dynamic environments is still poorly understood. The objectives of this study were related to the generation of information on the nesting ecology of this species as to the size and number of eggs per clutch and its relation with the size of the nesting female, the influence of flooding regimes on nests occurrence; egg mortality and its causes; and the creation of a model to predict nesting areas. The present research was developed in the southeastern-most portion of the Mamirauá Sustainable Development Reserve (the so-called focal area), a várzea region influenced by the annual flooding of the Solimões and Japurá rivers. We analyzed a sample of 231 nests of the species distributed in 67% of all 66 surveyed water bodies during two nesting seasons (2007 and 2008). Approximately 40% of the nests found were opened to measure and weight the eggs. The mean size of the eggs was comparable to that reported in other localities for the same species, but the size of the nesting female showed significant relations only with the volume, but not with the number of eggs per clutch, as opposed to other species. Occurrence of black caiman nests was positively related to the seasonal stability of lakes water mirror areas. Water bodies where nests occurred are often reached by the annual flooding between November and April, as opposed to other water bodies that are often flooded already in October. This reduces the risk of flooding of nests and provides enough time to finish the incubation of the eggs. A low proportion of nests (13%) were flooded, yet the eggs of almost 70% of the nests were taken by predators mainly by humans and the tegu lizard (Tupinambis teguixin), resulting in production of alive hatchlings in only 14% of the nests, one of the lowest proportions reported for crocodilians in natural conditions. The occurrence of nests in water bodies with the most stable water mirror areas aided the identification of nesting sites in the study area using the algorithms of the maximum entropy (Maxent) species distribution model. The models showed a good predictive performance, with AUC (Area Under the ROC Curve) values higher than 0.99. Nevertheless, it showed a low transferability (i.e. the ability to predict distributions in not sampled areas). The water bodies identified as suitable for nesting are key elements for population maintenance and should be considered as high-conservation value areas within sustainable management programs for the species.
Palavras-chave: Melanosuchus niger
Nidificação
Várzea
Modelos de distribuição de espécies
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: VILLAMARIN-JURADO, Francisco José. Ecologia e modelagem da distribuição dos sítios de nidificação do jacaré-açu (Melanosuchus niger) em uma área de várzea da Amazônia Central, Brasil. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/769
Data de defesa: 10-Set-2009
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Francisco_Villamarin.pdf1,59 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.