Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/796
Tipo do documento: Dissertação
Título: DISTRIBUIÇÃO DE PALMEIRAS (Arecaceae) AO LONGO DE GRADIENTES AMBIENTAIS NO BAIXO INTERFLÚVIO PURUSMADEIRA, BRASIL
Autor: Sousa, Thaise Emilio Lopes de 
Primeiro orientador: Costa, Flávia Regina Capellotto
Primeiro membro da banca: Ruokolainen, Kalle
Segundo membro da banca: Pitman, Nigel
Terceiro membro da banca: Nelson, Bruce Walker
Quarto membro da banca: Castilho, Carolina Volkmer de
Quinto membro da banca: Nascimento, Henrique Eduardo Mendonca
Resumo: Para estudar a relação entre solo, liteira e a composição da comunidade de palmeiras, foram conduzidos levantamentos florísticos e determinadas a espessura da liteira, textura e fertilidade do solo em 40 parcelas em uma floresta de terra-firme. Todos sítios estavam localizados em uma paleo-várzea de relevo pouco recortado que atualmente dão forma ao interflúvio entre a parte baixa dos rios Purus e Madeira (Brasil). As parcelas cobriram um gradiente de teor de silte variando de 38 a 74%, soma de cátions trocáveis variando de 0,11 a 0,53 cmol.kg-1 e espessuras da liteira entre 4,9 e 19,4 cm. A composição de espécies de palmeiras foi fortemente afetada pela espessura da liteira, textura e fertilidade do solo em meso-escala, que explicaram até 49 % da variação da composição. Isso suporta a teoria de que processos determinísticos relacionados a condições ambientais das florestas de terra-firme estão envolvidos na estruturação de comunidades em meso-escala. Fatores edáficos diferentes afetaram a ocorrência de jovens e adultos. A fertilidade do solo foi mais importante na determinação da ocorrência de jovens e a textura na de adultos. Para a comunidade como um todo, a textura do solo foi mais importante do que a fertilidade na determinação da ocorrência das espécies. Em áreas onde a amplitude de variação da fertilidade é pequena, a textura do solo pode definir gradientes hidrológicos que estruturam a comunidade de palmeiras. O efeito de componentes edáficos sobre a estrutura de comunidades vegetais foi reportado para diferentes grupos de plantas, entretanto, forte efeito da espessura de liteira em meso-escala ainda não havia sido evidenciado. Em maiores espessuras de liteira, foram observadas comunidades de palmeiras mais altas, sugerindo que a quantidade de liteira afeta não só a composição de espécies como também a estrutura florestal. A composição qualitativa (presença/ausência) de jovens foi afetada pelas condições de liteira em meso-escala demonstrando o papel fundamental desse fator para o estabelecimento das plantas em curto prazo. A espessura da liteira pode apresentar efeitos diretos e indiretos sobre a distribuição de espécies, composição da comunidade e estrutura da floresta e, por isso, é possível que influencie outros grupos de plantas ou animais na área de estudo. A comunidade baseada na composição de jovens e adultos respondeu de maneira diferente as condições de solo e liteira, mas isso não significa indivíduos da mesma espécie apresentaram respostas diferentes quando jovens ou adultos. A amplitude de ocupação dos gradientes ambientais por jovens foi semelhante a dos adultos, sugerindo que em gradientes ambientais estreitos o efeito de massa pode ser menos evidente.
Abstract: In order to study the relationship between soil, litter and palm community composition at the mesoscale, species surveys were conducted in 40 plots of terra-firme forest and litter depth, soil texture and soil fertility were determined. All sites were located on a weakly incised fossil floodplain that now forms the interfluve between the lower reaches of the Purus and Madeira Rivers (Brazil). The inventory plots covered a soil texture gradient ranging from 38 to 74 percent silt, exchangeable bases varying from 0.11 to 0.53 cmol.kg-1 and litter depth between 4.9 and 19.4 cm. The palm species composition was strongly affected by the litter thickness, soil texture and fertility at the mesoscale and these environmental variables together explained up to 49% of floristic variation. This supports the theory that deterministic processes related to the environmental conditions within terra-firme are involved in explaining community structure at the mesoscale. Different edaphic factors affected the composition of different life stages. Soil fertility was more important for the juveniles and soil texture for the adults. For the community as a whole, soil texture was more important than fertility in determining species composition. In areas where the fertility varies little, soil texture may be associated with a hydrological gradient which structures the palm community. The effects of edaphic components on plant community structure have been reported previously for different plant groups. The strong effect of litter depth at the mesoscale, however, has not been highlighted. Taller palm communities were associated with deeper litter, suggesting that the amount of litter affects both forest structure and composition. The qualitative composition (presence/absence) of juvenile palms was affected by litter depth, demonstrating the fundamental importance of this factor for short-term plant establishment. Litter thickness may have direct or indirect effects on the species distribution, community composition and forest structure, and thus other plant or animal groups may be influenced by litter in the studied area. The width of the environmental gradients occupied by juveniles and by adults were similar, suggesting that for narrow environmental gradients mass effect is less evident.
Palavras-chave: comunidades vegetais
determinismo ambiental
floresta tropical
Amazonia
rodovia BR-319
plant community
environmental determinism
tropical forest
Amazon
BR-319 road
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: SOUSA, Thaise Emilio Lopes de. DISTRIBUIÇÃO DE PALMEIRAS (Arecaceae) AO LONGO DE GRADIENTES AMBIENTAIS NO BAIXO INTERFLÚVIO PURUSMADEIRA, BRASIL. 2007. 42 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/796
Data de defesa: 31-Mai-2007
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Thaise_Sousa.pdf422,21 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.