Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/805
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito da obstrução gerada pela densidade da vegetação do sub-bosque sobre morcegos frugívoros e animalívoros catadores (Chiroptera: Phyllostomidae) na Amazônia Central, Brasil
Título(s) alternativo(s): Effect of understory vegetation clutter on frugivorous and animalivorous bats (Chiroptera: Phyllostomidae) in Central Amazonia, Brazil
Autor: Silva, Rodrigo Marciente Teixeira da 
Primeiro orientador: Magnusson, William Ernest
Primeiro membro da banca: Costa, Flávia Regina Capellotto
Segundo membro da banca: Simões, Pedro Ivo
Terceiro membro da banca: Menin, Marcelo
Resumo: Locais onde a vegetação florestal é fechada demandam dos morcegos maior capacidade de manobrar durante o voo. Baseado na morfologia das asas, sugere-se que morcegos animalívoros catadores apresentam melhor desempenho de voo em ambientes obstruídos do que outras guildas tróficas. Eu relacionei a densidade da vegetação do sub-bosque, como uma medida de obstrução do espaço, e a composição de espécies em assembléias de morcegos Phyllostomidae. Em florestas primárias, nos sítios com sub-bosque mais denso, eu esparava encontrar uma maior contribuição de morcegos animalívoros na composição de espécies. Realizei o estudo no Interflúvio dos Rios Purus e Madeira, ao longo da rodovia BR-319 onde oito unidades amostrais distantes no mínimo 40 km e compostas por dez parcelas permanentes foram amostradas. Empreguei técnicas de ordenação e modelos lineares generalizados, para realizar inferências sobre o uso de ambientes com diferentes níveis de obstrução por morcegos Phyllostomidae. Após 3.840 horas-rede, 511 morcegos de 4 famílias (Emballunoridae, Phyllostomidae, Vespertilionidae e Thyropteridae) e 27 espécies foram capturadas, dos quais 12 espécies foram frugívoras (n=414 capturas) e 10 espécies foram animalívoras (n=70 capturas). Ao longo de um gradiente de obstrução cuja amplitude variou de 53% a 73%, o número de espécies foi reduzido de 16 para 7 sete espécies registradas, respectivamente. O efeito negativo da obstrução ocorreu em ambos os morcegos animalívoros e frugívoros. A ocorrência das espécies nos sítios apresentou estrutura aninhada e morcegos animalívoros contribuíram mais para a composição de espécies em sítios com sub-bosque mais denso. O efeito de filtro sobre o tamanho corporal não foi suficiente para explicar a estrutura de comunidades de morcegos em função da obstrução do espaço. A relação das espécies com a obstrução foi dependente do hábito alimentar. Diferenças na disponibilidade e distribuição de frutos e presas animais em sítios com diferentes graus de obstrução podem afetar a proporção de espécies de diferentes guildas alimentares que usam sítios com vegetação densa na floresta.
Abstract: Cluttered vegetation structure demands maneuverable fight for bats. Based on wing morphology, it has been suggested that animalivorous bats have better flight performance in cluttered areas than others trophic guilds. I related density of understory vegetation as a measure of clutter to species composition of Phyllostomidae bats assemblages. I expected find a great contribution of animalivores bats to species composition in mature-forest sites with denser understory. The study was carried out in Purus-Madeira interfluves, along BR-319 highway where eight sample units at least 40 km apart and constituted for ten permanents plots were sampled. I employed ordination techniques and generalized linear models to make inferences about habitat use by phyllostomid bats along a clutter gradient. With a capture effort of 3,840 nets-hour, 511 bats of 4 families (Emballunoridae, Phyllostomidae, Vespertilionidae and Thyropteridae) and 27 species were captured, of which 12 were frugivores (n=414 captures) and 10 animalivores (n=70 capturas). The number of species was reduced from 16 to 7 along a gradient of vegetation obstruction among 53% to 73%. This negative effect occurred for both trophic guilds. Assemblages showed a nested pattern along the clutter gradient, with animalivorous bats tending to occur in sites with denser vegetation. The filter effect on body size alone was not sufficient to explain the structure of bat assemblages in relation to clutter. The effect of clutter differed between foraging guilds. Differences in availability and distribution of food resources in forest sites with different degrees of clutter may affect the proportion of different guilds that use cluttered sites.
Palavras-chave: Morcegos
Estrutura da vegetação
Obstrução
Estrutura trófica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: SILVA, Rodrigo Marciente Teixeira da. Effect of understory vegetation clutter on frugivorous and animalivorous bats (Chiroptera: Phyllostomidae) in Central Amazonia, Brazil. 2012. 48 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/805
Data de defesa: 17-Set-2012
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Rodrigo_Silva.pdf1,52 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.