Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/817
Tipo do documento: Dissertação
Título: Taxonomia do gênero Leposoma (Squamata, Gymnophthalmidae) na bacia do rio Madeira, Amazonas, Brasil, e o papel dos rios na variação morfológica de Leposoma osvaldoi Avila-Pires, 1995
Autor: Souza, Sergio Marques de 
Primeiro orientador: Cohn-haft, Mario
Primeiro coorientador: Rodrigues, Miguel Trefaut Urbano
Primeiro membro da banca: Avila-pires, Teresa Cristina Sauer de
Segundo membro da banca: Carvalho, Celso Morato de
Terceiro membro da banca: Lima, Albertina Pimentel
Quarto membro da banca: Hrbek, Tomas
Quinto membro da banca: Reis, Sérgio Furtado dos
Resumo: É bem conhecido que a distribuição de diversos organismos na Amazônia, principalmente primatas e aves, é delimitada pelos rios de grande porte, especialmente onde espécies próximas se substituem em margens opostas. Apenas recentemente, o papel de rios menores, afluentes dos grandes rios, principalmente os do rio Madeira, começou a ser evidenciado. Estudos que verificaram o papel de rios na distribuição de lagartos amazônicos são escassos. O presente trabalho investigou se rios da bacia do rio Madeira delimitam a distribuição de variantes geográficas no lagarto Leposoma osvaldoi (Squamata, Gymnophthalmidae). A variação geográfica foi avaliada com medidas das escamas cefálicas dos exemplares analisados. As escamas foram medidas a partir de fotografias digitais, uma nova abordagem na taxonomia das espécies do gênero Leposoma. A capacidade desta metodologia em identificar e quantificar características diagnósticas entre as espécies foi testada com sucesso em duas espécies simpátricas na bacia do rio Madeira, Leposoma percarinatum e Leposoma osvaldoi. No total, foram analisados 116 exemplares das duas espécies, 81 exemplares de L. osvaldoi e 35 exemplares de L. percarinatum, provenientes de 21 localidades. As duas espécies diferem principalmente nas dimensões da escama interparietal, no comprimento da 2ª supraocular, largura da frontoparietal, largura anterior da frontal e na sutura entre as préfrontais. Em L. osvaldoi, foi encontrado que a largura da cabeça apresenta forte dimorfismo sexual, explicando o dimorfismo encontrado na largura de algumas escamas. Os rios Madeira, Aripuanã e Roosevelt aparentemente delimitam a ocorrência de populações distintas de L. osvaldoi, diagnosticadas com base nas dimensões da escama interparietal, comprimento da frontal, e sutura entre as frontoparietais. A população mais diferenciada está situada no interflúvio Aripuanã-Roosevelt. Amostras maiores e de locais críticos ainda serão necessárias para definir com mais precisão o padrão de variação nesta região e começar a avaliar suas possíveis causas.
Abstract: The distribution of different organisms in the Amazon, mostly birds and primates, is delimited by the presence of large rivers, specially were sister species substitute themselves in their opposite banks. Recently, the role of major river tributaries, mainly the Madeira River, is being demonstrated. Few studies analyzed the role of rivers in the distribution of Amazonian lizards. This work examined if the rivers in the Brazilian portion of Madeira basin are delimiting the distribution of geographic variants in the lizard Leposoma osvaldoi (Squamata, Gymnophthalmidae). The geographic variation in the specimens analyzed is determined by measures of head scales. The scales were measured from digital photographs, a new approach in the taxonomy of the genus Leposoma. The success of the methodology in identifying and quantifying the diagnostic characters between species was tested in two sympatric species that occur in the Madeira Basin, Leposoma percarinatum and Leposoma osvaldoi. One hundred and sixteen specimens, 81 of L. osvaldoi and 35 of L. percarinatum, distributed over 21 localities, were analyzed. The two species differ mostly in the dimensions of interparietal, length of second supraocular, width of frontoparietal, anterior width of frontal and suture between prefrontals. In L. osvaldoi, there is a strong sexual dimorphism in head width, explaining the dimorphism shown in the width of some head scales. The Madeira, Aripuanã and Roosevelt rivers probably delimit the occurrence of distinct populations in L. osvaldoi, recognized by the dimensions of the interparietal scale, frontal length and size of the suture between frontoparietals. Larger samples from critical localities still would be necessary to clarify the variation pattern in this region and start to evaluate their possible cause.
Palavras-chave: Leposoma osvaldoi
Leposoma percarinatum
Variação geográfica
Taxonomia
Rio Madeira
Barreiras geográficas
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: SOUZA, Sergio Marques de. Taxonomia do gênero Leposoma (Squamata, Gymnophthalmidae) na bacia do rio Madeira, Amazonas, Brasil, e o papel dos rios na variação morfológica de Leposoma osvaldoi Avila-Pires, 1995. 2007. 71 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/817
Data de defesa: 5-Out-2007
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Sergio_Souza.pdf1,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.