Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/821
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aspectos da biologia e da dinâmica populacional em cinco espécies de dendrobatídeos (Amphibia: Anura) na Amazônia Central
Autor: Biavati, Graziela Mônaco 
Primeiro orientador: Lima, Albertina Pimentel
Primeiro coorientador: Keller, Claudia
Primeiro membro da banca: Venticinque, Eduardo Martins
Segundo membro da banca: Hodl, Walter
Terceiro membro da banca: Bernarde, Paulo Sérgio
Quarto membro da banca: Galatti, Ulisses
Quinto membro da banca: Paniagua, Carmen Díaz
Resumo: Embora muito se compreenda sobre o comportamento reprodutivo das espécies de dendrobatídeos, não existem estudos de longo prazo sobre os aspectos da biologia e da dinâmica populacional para estas espécies. Neste estudo descrevi as variações na estrutura populacional e nas taxas de recaptura de cinco espécies simpátricas de dendrobatídeos, Colostethus caeruleodactylus, Colostethus nidicola, Colostethus sp., Epipedobates hahneli e Epipedobates trivittatus. O estudo foi realizado em uma área de floresta primária de terra firme, localizada no município de Castanho, ao sul de Manaus, Amazônia Central. A captura e a marcação dos indivíduos foram feitas entre agosto de 2000 e abril de 2005, em censos aproximadamente mensais, com duração de dois a três dias. Os indivíduos capturados foram medidos, sexados e marcados através do corte de falanges. As fêmeas das três espécies de Colostethus foram maiores que os machos, e este é o padrão observado em dendrobatídeos. O número de indivíduos capturados dentro de uma população de anfíbios pode variar ao longo do tempo e uma série de fatores pode estar relacionada com as flutuações populacionais. A precipitação é um importante fator ambiental influenciando as populações de anfíbios, mas não influenciou o número de adultos capturados em diferentes anos nas três espécies de Colostethus estudadas. As espécies de dendrobatídeos encontradas em ambientes sazonais restringem suas atividades reprodutivas, como vocalização, acasalamento e/ou transporte de girinos, à estação chuvosa. Houve sazonalidade na captura de indivíduos adultos para quatro espécies, com maior número de indivíduos capturados entre outubro e maio. O número de jovens capturados variou entre os meses nas três espécies de Colostethus, sugerindo a existência de um deslocamento temporal no recrutamento juvenil nestas espécies. O número de jovens de Epipedobates trivittatus capturado foi maior que o de adultos e a presença de jovens com tamanhos pós-metamórficos (<10 mm) ao longo de todo o ano indica que E. trivittatus se reproduz durante todo o ano. No entanto, o número de machos adultos vocalizando, em corte com fêmeas e transportando girinos foi maior nos meses mais chuvosos. De maneira geral tem sido sugerido que as espécies de dendrobatídeos alcançam a maturidade sexual no primeiro ano de vida. Nossos dados indicam que os indivíduos atingem o tamanho adulto em menos de um ano, principalmente porque a média do tamanho dos jovens de Colostethus aumenta ao longo dos meses, atingindo o tamanho adulto em 6-9 meses. Os poucos estudos realizados sobre sobrevivência de espécies de anuros em ambientes tropicais revelaram uma variação muito grande nas taxas de recaptura. As taxas de recaptura entre temporadas reprodutivas variaram entre as três espécies de Colostethus e entre os sexos neste estudo. Embora as baixas taxas de recaptura encontradas para Colostethus caeruleodactylus e Colostethus nidicola sugiram que a maioria dos indivíduos não sobrevive até a segunda estação reprodutiva, Colostethus sp. tem uma taxa de recaptura semelhante àquela encontrada em espécies temperadas, indicando que grande parte dos adultos sobrevive até a segunda estação reprodutiva. Além disso, os dados de recaptura sugerem que pode existir um padrão diferencial de migração ou sobrevivência entre os sexos.
Abstract: Although there exists much data about breeding behavior of dendrobatid species, there is a lack of information on other biological traits and aspects of population dynamics. Herein, I describe the variation in population structure and recapture rates of five simpatric species of dendrobatids, Colostethus caeruleodactylus, Colostethus nidicola, Colostethus sp., Epipedobates hahneli, and Epipedobates trivittatus, over four years. The study was carried out in an area of primary forest of terra firme , located at the Castanho municipality, south of Manaus, Central Amazonian. Individuals of the five species were captured and marked from august 2000 to april 2005, with aproximate monthly samplies, of two or three days. Captured individuals were measured, sexed, and toe-clipped. Colostethus females were larger than males, which is the pattern observed in dendrobatids. The number of captured individuals within an amphibian population may vary along the time, and a series of factors could be related with population fluctuation. Precipitation is an important environmental factor influencing amphibian populations, but did not influence the number of adult Colostethus captured in different years. Dendrobatids found in seasonal environments restrict their reproductive activities, such as vocalization, mating and/or tadpole transportation, to the wet season. There was seasonality in the capture of adult individuals of the five species, with the higher number of adults captured from october to may. The number of juveniles captured varied between months for the three species of Colostethus, suggesting the existence of a temporal displacement on the juvenil recruitment. The number of juveniles of Epipedobates trivittatus captured was higher than the number of adults, and the presence of juveniles with post-metamorphic sizes (<10 mm) during the whole year, indicates that E. trivittatus breed along the year. However, the number of male E. trivittatus vocalizating, in courtship with females, and transportating tadpoles was higher in wet months. In general it has been suggested that dendrobatid species reach sexual maturity in their first year of life. Likewise, our data suggest that individuals reach adult size in less than one year, mainly because juvenile average size of Colostethus increases along several months, reaching adult sizes within 6-9 months. The few studies about survival of anuran species in tropical environments, revealed a great variation in recapture rates. Recapture rates between reproductive seasons varied among the three species of Colostethus. Although low recapture rates found in Colostethus caeruleodactylus and Colostethus nidicola suggest that most individuals of those populations do not survive to the second reproductive season, Colostethus sp. has similar recapture rates to the temperate species, indicating that that most individuals of these populations survive to the second reproductive season. Besides this, recapture data suggests that migration or survival rates vary between the sexes.
Palavras-chave: dinâmica populacional
método de captura-recaptura
taxa de recaptura
dendrobatídeos
Amazônia Central
anfíbios
population dynamics
capture-recapture
dendrobatids
Central Amazonia
amphibians
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: BIAVATI, Graziela Mônaco. Aspectos da biologia e da dinâmica populacional em cinco espécies de dendrobatídeos (Amphibia: Anura) na Amazônia Central. 2006. 47 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/821
Data de defesa: 24-Abr-2006
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Graziela_Biavati.pdf670,75 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.