Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/928
Tipo do documento: Tese
Título: Fontes autotróficas de energia para peixes do canal principal e quelônios ao longo da bacia do médio rio Negro, Amazônia Brasil
Autor: Souza, Mario Jose Fonseca Thome de
Primeiro orientador: Forsberg, Bruce Rider
Primeiro membro da banca: Walker, Ilse
Segundo membro da banca: Magnusson, William Ernest
Terceiro membro da banca: Moreira, Marcelo Zacharias
Quarto membro da banca: Barthem, Ronaldo Borges
Quinto membro da banca: Benedito, Evanilde
Resumo: O canal principal do médio rio Negro é caracterizado por alta concentração de matéria orgânica dissolvida, baixo nível de nutrientes e produtividade primária. Os principais organismos autotróficos encontrados nesse sistema são fitoplânctons, perifítons e árvores das florestas de igapó. Folhas, frutos e sementes que caem do igapó são responsáveis por 99% da produção primária total regional. O canal principal do rio Negro possui uma diversa assembléia de pequenos e médios peixes bentônicos dominados pelos Gymnotiformes e Siluriformes. Os grandes bagres Siluriformes predadores também são habitantes restrito deste sistema. Por outro lado, os quelônios estão mais associados às áreas marginais aquáticas da floresta de igapó e igarapés. Meu objetivo neste estudo foi identificar a principal fonte de energia que sustenta esses peixes e quelônios nos sistemas aquáticos do médio rio Negro. Para isso utilizei isótopos estáveis de carbono (δ13C). Análises do conteúdo estomacal também foram realizadas para determinar os elos tróficos entre as espécies na teia alimentar. A hipótese nula testada neste estudo foi de que a floresta de igapó é a principal fonte de energia para esses consumidores. Nossos resultados encontraram valores médios (±erro padrão) do δ13C de -30,24±0,20 para as folhas da floresta de igapó; -32,59±0,68 para o fitopâncton e -38,71±0,60 para o perifíton. Os valores de -31,0±0,4 para os quelônios; -33,2±0,4 para os peixes bentônicos e -32,8±0,4 para os grandes bagres predadores. Estes resultados indicam que os peixes derivam a energia predominantemente das algas e os quelônios da floresta de igapó. O principal elo entre os organismos autotróficos e as assembléias de peixes do canal principal do rio foram os invertebrados aquáticos.
Abstract: The main channel of the middle rio Negro basin is characterized by high concentrations of dissolved organic matter, low nutrient levels and low primary production. The principal autotrophs in the river system are phytoplankton, periphyton, and flooded-forest (igapó) trees. Leaves, fruits and seeds fall from igapó forests are responsible for 99% of autotrophic production. The Negro main channel possesses a diverse assemblege of small and medium-sized benthic fish dominated by Gymnotiformes and Siluriformes. Large predatory pimelod catfish also inhabit this system. In contrast, the regional turtles populations are more associated with the aquatic margin of igapó forest. The main objective of this study was to identify the autotrophic energy sources of the channel fish and turtles. Stomach content analyses were used to determine trophic links between the autotrophic energy sources and benthic fish assemblege. Natural variations in the stable carbon isotope ratios (δ13C) of fish and plants were used to identify the energy sources. The hypothesis was that the igapó forest, which is characterized by low δ13C values, is the principal source of energy for these consumers. Average δ13C values (±standart error) were: forest leaves -30.24±0.2; phytoplankton -32.59±0.68;periphyton -38.71±0.6; turtles -31.0±0.4; benthic fish -33.2±0.4 and large catfish - 32.8±0.4 . These results indicate that this fish assemblege derives their energy predominantly from algae, while turtles depend predominantly on energy derived from the igapó forest. Aquatic invertebrates were the main energy transfer link between the plant autotrophs and fish communities which inhabit the main channel of the Rio Negro basin.
Palavras-chave: Peixes bentônicos
Grandes bagres
Isótopos estáveis de carbono
Cadeia trófica
Conteúdo estomacal
Produção primária
Mercúrio
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: SOUZA, Mario Jose Fonseca Thome de. Fontes autotróficas de energia para peixes do canal principal e quelônios ao longo da bacia do médio rio Negro, Amazônia Brasil. 2005. 79 f. Tese (Doutorado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/928
Data de defesa: 20-Mai-2005
Aparece nas coleções:Doutorado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese_Mario.pdf530,52 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.