Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1036
Tipo do documento: Tese
Título: Taxonomia e hipótese filogenética da seção Americana, subgênero Urostigma, gênero Ficus L. (Moraceae)
Autor: Santos, Otilene dos Anjos
Primeiro orientador: Absy, Maria Lúcia
Primeiro coorientador: Ribeiro, José Eduardo Lahoz da Silva
Primeiro membro da banca: Amaral, Maria do Carmo E. do
Segundo membro da banca: Singer, Rodrigo Bustos
Terceiro membro da banca: Romaniuc Neto, Sergio
Quarto membro da banca: Webber, Antonio Carlos
Resumo: No primeiro capítulo, são apresentadas as espécies do gênero Ficus ocorrentes na Amazônia Brasileira. Com base em uma revisão bibliográfica florístico-taxonômica dos exemplares provenientes dos herbários BHCB, IAN, INPA, GUA, MG, e P e coletas botânicas adicionais, foram reconhecidas 31 espécies para a flora da Amazônia Brasileira. Cinco espécies pertencem a seção Pharmacosycea e 26 espécies pertencem a seção Americana. No segundo capítulo foram usadas sequências dos espaçadores internos e externos transcritos (ITS e ETS) do DNA ribossomal nuclear, e cinco regiões do cloroplasto (atpB-rbcL, FcB, FcJ, FcL e trnL-F) com o objetivo de investigar o relacionamento filogenético dentro e entre as seções neotropicais do gênero Ficus. O presente estudo incluiu 81 espécimens representando 42 espécies das seções Pharmacosycea e Americana e dez espécies representando outras seções do gênero como grupo externo. Os resultados das análises filogenéticas não confirmaram as prévias propostas taxonômicas subdividindo a seção Pharmacosycea em duas subseções (Bergianae e Petenensis). Com relação a subdivisão da seção Americana, cinco principais clados foram formados, e estes corresponderam aos complexos propostos na classificação tradicional, mas alguns dos caracteres morfológicos usados para delimitar os complexos foram homoplásicos. Os dados do cloroplasto forneceram insuficientes caracteres informativos e por isso, os cinco clados internos dentro da seção Americana não refletiram o verdadeiro relacionamento filogenético do grupo.
Abstract: In the first chapter, a floristic study of the species of Ficus in Brasilian Amazon is presented. Based on the revision of floristic and taxonomic literature, herbarium specimens deposited in BHCB, IAN, INPA, GUA, MG and P, and field explorations, we recognized 31 species. Five belong to section Pharmacosycea and 26 belong to section Americana. In the second chapter, was used sequences of intern and extern transcribed spacers (ITS and ETS) of nuclear ribosomal DNA, and five chloroplast regions (atpB-rbcL, FcB, FcJ, FcL and trnL-F) aiming to investigate the phylogenetic relationship within and between neotropical sections of the genus Ficus. The present study included 81 specimens which represent 41 species of the sections Pharmacosycea and Americana and ten species representing other sections of the genus as a sister group. Results of the phylogenetic analyses did not confirm previous taxonomic proposals that subdivide section Pharmacosycea into two subsections (Bergianae and Petenensis). In relation to the subdivision of the section Americana, five principal clades were formed, and they correspond to the complexes proposed in the traditional classification, but some of the morphological characters used to delimitate the complexes were homoplasic. Data of chloroplast provided insufficient informative characters and thus the five intern clades within section Americana did not reflect the true phylogenetic relationship of the group.
Palavras-chave: Ficus
Neotrópicos
Morfologia molecular
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: SANTOS, Otilene dos Anjos. Taxonomia e hipótese filogenética da seção Americana, subgênero Urostigma, gênero Ficus L. (Moraceae). 2009. 112 f. Tese (Doutorado em Fisiologia vegetal, Fitogeografia, Sistemática e Taxonomia vegetal, Botânica aplicada, Biologia vege) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1036
Data de defesa: 9-Dez-2009
Aparece nas coleções:Doutorado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Otilene dos Anjos Santos.pdf3,4 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.