Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1106
Tipo do documento: Dissertação
Título: O efeito do solo, inundação e topografia sobre as campinaranas inundáveis na Amazônia
Autor: Vale, Gabriel Damasco do 
Primeiro orientador: Nascimento, Henrique Eduardo Mendonca
Primeiro coorientador: Vicentini, Alberto
Primeiro membro da banca: Castilho, Carolina Volkmer de
Segundo membro da banca: Quesada, Carlos Alberto Nobre
Terceiro membro da banca: Magnusson, William Ernest
Resumo: Pouco se sabe sobre os fatores que determinam a variação espacial em estrutura, composição florística e diversidade nas Campinaranas da Amazônia. Estes ambientes são caracterizados por apresentarem solos predominantemente arenosos e oligotróficos. Na bacia do rio Negro, as Campinaranas ocorrem em extensas planícies formando mosaicos de formações campestres, savânicas e florestais, frequentemente associadas a inundações periódicas. Para inferir os fatores que determinam esta variação fitofisionômica, investigamos a magnitude dos efeitos de solo, inundação e topografia sobre a composição florística e a variação estrutural de Campinaranas no Parque Nacional do Viruá localizado no Estado de Roraima. A variação florística e estrutural das Campinaranas no norte da Amazônia foram fortemente determinadas pela textura e fertilidade dos solos arenosos. Por outro lado, o nível máximo de alagamento no período chuvoso teve um baixo efeito sobre o gradiente de composição florística e estrutural na área de estudo. Tratando-se de uma extensa planície, a pequena variação topográfica não foi suficiente para determinar os padrões florísticos e estruturais da vegetação. Portanto, apesar dos solos serem predominantemente arenosos e oligotróficos, variações na textura e fertilidade explicaram as mudanças no estrutura e composição das Campinaranas inundáveis. Nosso estudo sugere que não há uma distinção florística muito clara entre as Campinaranas florestadas inundáveis e Florestas de Igapó. Deve-se ressaltar que nem todas as Campinaranas florestadas alagaram superficialmente. Outros estudos sobre a variação do lençol freático e o pulso de inundação em Campinaranas inundáveis na Amazônia devem ser realizados a fim de esclarecer as relações entre o ambiente e a vegetação.
Abstract: Little is known about the factors that determine the spatial variation in structure, floristic composition and diversity in the Amazon Campinaranas. The Campinaranas are characterized by predominantly oligotrophic sandy soils. In the Negro River basin, they occur in a mosaic of grassland formations, forest and savanna, often associated with flooding. To infer how these factors determine the variation in vegetation types, we investigated the magnitude of the effects of soil, topography and flooding on the floristic composition and structural variation of the Campinaranas in Viruá National Park located in the state of Roraima. The floristic and structural variation in the northern Amazon Campinaranas were strongly determined by the texture and fertility of sandy soils. On the other hand, the maximum level of flooding during the rainy season had a low effect on the floristic composition and structure gradient in the study area. In the case of an extensive plain, little topographic variation was not sufficient to determine the floristic and structural patterns of vegetation. So despite the soils are predominantly sandy and oligotrophic, variations in texture and fertility explained the changes in structure and composition of Campinaranas flood. Our study suggests that there isn`t a clear floristic distinction between the forested Campinaranas and Igapó. It should be noted that not all forested Campinaranas were flooded. Other studies on the variation of groundwater and flood pulse in the Amazon flood Campinaranas should be conducted to clarify the relationships between environment and vegetation.
Palavras-chave: Comunidade arbórea
Vegetação
Alagamento
Ecologia de comunidades
Diversidade beta Amazônia
Campinarana inundável
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Manejo florestal, Silvicultura
Programa: Ciências de Florestas Tropicais
Citação: VALE, Gabriel Damasco do. O efeito do solo, inundação e topografia sobre as campinaranas inundáveis na Amazônia. 2011. 84 f. Dissertação (Mestrado em Manejo florestal, Silvicultura) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1106
Data de defesa: 6-Mai-2011
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Gabriel_Vale.pdf2,77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.