Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1221
Tipo do documento: Dissertação
Título: BIOATIVIDADE DE EXTRATOS VEGETAIS DE Vitex cymosa e Eschweilera pedicellata SOBRE ADULTOS DE Sitophilus zeamais MOTSCHULSKY, 1855 (COLEOPTERA, CURCULIONIDAE)
Autor: Oliveira, Taciane Almeida de 
Primeiro orientador: Teles, Beatriz Ronchi
Primeiro coorientador: Fonseca, Claudio Ruy Vasconcelos da
Primeiro membro da banca: Silva, Neliton Marques da
Segundo membro da banca: Lima, Maria da Paz
Terceiro membro da banca: Arruda, Alberto Cardoso
Resumo: Os problemas decorrentes da aplicação de inseticidas sintéticos têm sido amplificados em função da crescente preocupação com a sustentabilidade dos recursos naturais, com o bem-estar da população e do ambiente. Tendo em vista esta nova filosofia que tenta conciliar preceitos ecológicos a desenvolvimento agrícola, propomos avaliar a bioatividade de extratos das espécies Eschweilera pedicellata (Lecythidaceae) e Vitex cymosa (Verbenaceae) sobre adultos Sitophilus zeamais (Coleoptera, Curculionidae), importante praga de grãos armazenados no Brasil. Neste sentido, o extrato aquoso das folhas de E. pedicellata foi o mais promissor ao considerar o efeito repelência, seguido pelos extratos hidrometanólico e aquoso das folhas e metanólico das flores e galhos de V. cymosa; ao passo que, os extratos aquoso dos galhos de E. pedicellata, diclorometânico e metanólico das folhas e metanólico das raízes de V. cymosa atraíram os adultos de S. zeamais e o extrato hidrometanólico das raízes de V. cymosa foi neutro. Em função das variáveis concentração e tempo, em maioria a resposta dos indivíduos não foi dose-dependente e não variou ao longo do intervalo de tempo avaliado. O extrato metanólico dos galhos de V. cymosa por interferir em mais de 40% na sobrevivência dos adultos pelo método de ingestão, apresentar valor estimado para a CL50 promissor, reduzir em aproximadamente 40% o número de indivíduos na geração F1 foi o extrato mais promissor dentre os extratos avaliados, considerando a propriedade inseticida. Os indivíduos de S. zeamais utilizados no presente trabalho foram mais sensíveis aos extratos expostos pela via de ingestão em comparação a via de contato, assim, considerando os resultados de ingestão os extratos metanólico dos galhos e diclorometânico das folhas de V. cymosa alcançaram bons resultados, enquanto que para a espécie E. pedicellata melhor resultado foi observado com o extrato aquoso dos galhos. E ainda, ao considerar que melhor resultado no controle do gorgulho S. zeamais é obtido quando se controla todos os estágios de desenvolvimento do inseto, os extratos metanólico dos galhos e diclorometânico das folhas e flores de V. cymosa e aquoso dos galhos de E. pedicellata podem ser considerados melhores candidatos em comparação ao extrato aquoso das folhas de V. cymosa, com o qual só foi observado efeito negativo sobre os adultos de S. zeamais. Em vista da não realização de estudo fitoquímico não foi possível associar os efeitos observados nos ensaios de repelência/atração e mortalidade a composição química dos extratos, neste sentido, para confirmação e validação dos resultados observados sugerimos que, estudos fitoquímicos em associação a novos bioensaios sejam realizados com os referidos extratos.
Abstract: The problems resulting from application of synthetic insecticides have been amplified due to increasing concern about the sustainability of natural resources and about the well-being of the population and the environment. Taking into account this new philosophy, which tries to harmonize ecological principles with agricultural development, we propose an evaluation of the bioactivity of extracts from the species Eschweilera pedicellata (Lecythidaceae) and Vitex cymosa (Verbenaceae) against adults of Sitophilus zeamais (Coleoptera, Curculionidae), an important pest of stored grains in Brazil. The aqueous extract from leaves of E. pedicellata was the most promising in terms of its repellent effect, followed by the hydromethanolic and aqueous extracts from leaves and the methanolic extract from flowers and stems of V. cymosa. On the other hand, the aqueous extracts from stems of E. pedicellata and the dichloromethane and methanolic extracts from leaves of V. cymosa and the methanolic extract from roots of V. cymosa attracted S. zeamais adults, while the hydromethanolic extract from the roots of V. cymosa was neutral. Depending on the concentration and time variables, most of the individuals responses were not dose dependent and did not vary over the time evaluated. The methanolic extract from stems of V. cymosa resulted in more than a 40% reduction in adult survival when administered by the ingestion method. It also showed a promising estimated value for CL50, and the number of individuals in the F1 generation decreased by approximately 40%. These results made it the most promising among the extracts assessed for their insecticidal properties. Individuals of the S. zeamais used in this study were more sensitive to extracts to which they were exposed by the ingestion, as compared to exposure by contact. Thus, considering results of exposure by ingestion, the methanolic extract from stems and the dichloromethane extract from flowers of V. cymosa achieved good results. For E. pedicellata the best result was observed with the aqueous extract from stems. Furthermore, since the best result in controlling the weevil S. zeamais is achieved when all stages of insect development are controlled, the methanol extract from stems and the dichloromethane extract from leaves and flowers of V. cymosa and, the aqueous extract of the stems of E. pedicellata can be considered to be better candidates than the aqueous extract from leaves of V. cymosa, for which the negative effect was only found for S. zeamais adults. In view of the fact that phytochemical studies were not carried out, it was not possible to associate repellency/attractiveness and mortality with the chemical composition of the extracts. Therefore, we suggest that phytochemical studies in association with new bioassays should be performed with the aforementioned extracts in order to confirm and validate the results obtained in this study.
Palavras-chave: Inseticida vegetal
Pragas de grãos armazenados Controle biológico
Pragas Controle biológico
Extratos vegetais
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Entomologia
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: OLIVEIRA, Taciane Almeida de. BIOATIVIDADE DE EXTRATOS VEGETAIS DE Vitex cymosa e Eschweilera pedicellata SOBRE ADULTOS DE Sitophilus zeamais MOTSCHULSKY, 1855 (COLEOPTERA, CURCULIONIDAE). 2010. 73 f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1221
Data de defesa: 5-Mar-2010
Aparece nas coleções:Mestrado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Taciane_Almeida.pdf697,99 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.