Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1239
Tipo do documento: Dissertação
Título: Densidade de Iscas e variáveis ambientais influenciando a dominância nas comunidades de formigas em Florestas de Terra Firme, Amazônia Central, Manaus (AM)
Autor: Baccaro1, Fabricio Beggiato 
Primeiro orientador: Morais, José Wellington de
Primeiro coorientador: Ketelhut, Suzana Maria
Primeiro membro da banca: Schoereder, Jose Henrique
Segundo membro da banca: Izzo, Thiago Junqueira
Terceiro membro da banca: Venticinque, Eduardo Martins
Quarto membro da banca: Silvestre, Rogério
Quinto membro da banca: Delabie, Jacques Hubert Charles
Resumo: Dominância é um conceito intrinsecamente ligado a riqueza, diversidade e abundância relativa de espécies. A quantidade de recursos disponíveis, ou produtividade, afeta diretamente a diversidade e conseqüentemente a dominância de uma comunidade. Neste trabalho examinei o efeito de gradientes de recursos, sobre os padrões de dominância (comportamental e numérica) e riqueza em comunidades de formigas de florestas de terra firme ao redor de Manaus, Amazônia Central. Também foram investigados como o volume e particulação do folhiço, umidade e temperatura do solo influenciam esses padrões. Foram criados dois gradientes de recursos: 28 transectos de 100 m com densidade de iscas variando entre 1 a 4 iscas a cada 10 m, e 27 transectos de 200 m com densidade de iscas entre 0,5 a 2 iscas a cada 10 m. Os tamanhos foram escolhidos por serem utilizados na maioria dos estudos de formigas. As variáveis ambientais foram amostradas em 10 pontos por transecto. Nos transectos menores, os pontos de coleta ficaram 10 m entre si, e nos transectos maiores, 20 m entre si. A dominância numérica e a riqueza total coletada por transecto não foram influenciadas pela variação na densidade de recursos. Porém em transectos com maior densidade de iscas, tanto de 100 m quanto de 200 m, proporcionalmente mais espécies de comportamento subdominante foram coletadas. A densidade de recursos teve uma influência negativa sobre a dominância comportamental, medida aqui pela proporção de iscas dominadas por transecto, somente nos transectos de 200 m. Já nos transectos de 100 m não houve efeito. A maior densidade de recursos, facilitou a dominação de mais iscas pela mesma colônia, e mais espécies dominantes e relativamente raras foram coletadas. Os modelos gerados por análises de regressão múltipla com as variáveis ambientais só foram significativos nos transectos menores, pelo levantamento mais detalhado do ambiente (pontos de amostragem a cada 10 m). Em locais com maior volume e particulação de folhiço, menos iscas foram dominadas (numericamente e comportamentalmente). A umidade e temperatura do solo não tiveram influência significativa sobre os padrões de dominância. Este trabalho mostra que a densidade dos recursos, e algumas variáveis ambientais atuam nas relações entre espécies em comunidades de formigas de solo.
Abstract: Ants are present in most ecosystems and have been widely used to answer ecological questions in many different environments. This is because ant communities and populations are species rich and widely distributed. Dominance is a concept strongly related with richness, diversity, and relative abundance of species. The quality of the available resources directly affects the diversity patterns and consequently the dominance in ecological communities. In this work I evaluate the effects of resource gradients on dominance patterns (numerical and behavioral) and community richness in ant faunas from upland tropical rainforests ( terra firme ) nearby Manaus, Central Amazon. The influence of the volume, litter patchiness, soil moisture, and temperature upon these patterns was also investigated. The sampling consisted of 28 transects (100 m each) with bait density varying from 1 to 4 baits at each 10 m, and 27 transects (200 m each) with bait density varying from 0,5 to 2 baits each 20 m. Resource density have negative influence over behavioral dominance on longer transects (200 m), while in 100 m transects this effect was not found, probably due to environmental saturation with offered resources. The sampled numerical dominance and total richness were not affected by resource density. However, in transects with more bait density, a larger proportion of subdominant species were sampled. Environmental variables were sampled along 10 m intervals in smaller transects, and along 20 m intervals in longer transects. Because of the higher sampling detail, models of environmental variables generated by multiple regression analyses were only significant in the smaller transects. Behavioral and numerical dominance relationships were better explained by variables like litter volume and patchiness. In places with higher litter volume and patchiness, less baits were dominated (numerical and behaviorally). Soil moisture and temperature did not have significant influence on ant dominance patterns.
Palavras-chave: Densidade de recursos
Dominância
Formigas
Amazônia Central
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Entomologia
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: BACCARO1, Fabricio Beggiato. Densidade de Iscas e variáveis ambientais influenciando a dominância nas comunidades de formigas em Florestas de Terra Firme, Amazônia Central, Manaus (AM). 2007. 74 f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1239
Data de defesa: 24-Mai-2007
Aparece nas coleções:Mestrado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Fabricio_Baccaro.pdf2,96 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.