Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1322
Tipo do documento: Tese
Título: TAXONOMIA, BIONOMIA E ESTRUTURA DA COMUNIDADE DE LARVAS DE MEGALOPTERA (INSECTA) EM IGARAPÉS NOS ESTADOS DO AMAZONAS E RORAIMA, BRASIL
Autor: Azevêdo, Carlos Augusto Silva de 
Primeiro orientador: Hamada, Neusa
Primeiro membro da banca: Nessimian, Jorge Luiz
Segundo membro da banca: Fonseca, Claudio Ruy Vasconcelos da
Terceiro membro da banca: Salles, Frederico Falcão
Quarto membro da banca: Silva, Ranyse Barbosa Querino da
Quinto membro da banca: Ale-rocha, Rosaly
Resumo: A taxonomia, bionomia e estrutura da comunidade de larvas de Megaloptera (Insecta) associadas a alguns fatores abióticos dos igarapés, foram estudadas para os Estados do Amazonas e Roraima, Brasil. Foram amostrados 120 igarapés nos dois Estados no período de 2006 a 2008, onde duas famílias dessa ordem foram coletadas. Corydalidae com dois gêneros (Corydalus e Chloronia), sete espécies e duas morfoespécies: Corydalus affinis, Corydalus contrerasi sp. n., Corydalus batesii, Corydalus ignotus, Corydalus flavicornis, Corydalus nubilus, os morfótipos Corydalus sp. 1 e Corydalus sp. 2 e Chloronia hieroglyphica. A família Sialidae foi representada apenas por uma espécie (Protosialis flammata). Larvas de último estádio das espécies C. contrerasi sp. n., C. affinis e C. flavicornis foram descritas; essas duas últimas foram registradas pela primeira vez para Roraima e para o Brasil, respectivamente. O número de espécies de Megaloptera registrados para o Estado de Roraima foi ampliado para sete, para o Brasil 20 e, para a Região Neotropical 64. Chaves para identificar larvas em nível de família, gênero e espécie para a área de estudo foram fornecidas. Em condições de laboratório, o tempo de desenvolvimento embriológico de C. nubilus foi de aproximadamente duas semanas, similar ao relatado para espécies da Região Neartica. Larvas de Corydalus, Chloronia e Protosialis, de tamanhos similares aos adultos coletados para a área de estudo, foram mantidas em condições de laboratório por no máximo 332, 180 e 86 dias, respectivamente, até a emergência do adulto. Para esses mesmos gêneros, o tempo de duração do período de pré pupa foi de 7, 7 e 5 dias, respectivamente e, do estágio pupal foi de 14, 10 e 5 dias, respectivamente. Larvas de Cantharidae (Coleoptera) e Chloropidae (Diptera) foram observadas predando ovos de Corydalus spp. O comportamento sexual de C. affinis foi descrito pela primeira vez. A riqueza e abundância de espécies foram maiores para o Estado do Amazonas do que para o Estado de Roraima, e a composição de espécies nestes dois Estados diferiu. Apesar de algumas espécies terem sido relacionadas com alguns dos fatores abióticos analisados, a maioria foi generalista, ocorrendo em variadas condições ambientais. Alteração ambiental (desmatamento) não foi relacionada com alterações na comunidade de Megaloptera. Os resultados do presente estudo é um exemplo da importância da integração de estudos taxonômicos e bio-ecológicos, especialmente quando se trata de organismos que habitam ecossistemas aquáticos, cuja taxonomia é ainda, mundialmente, incipiente.
Abstract: The taxonomy, bionomy and the community structure of Megaloptera larvae associated with physical-chemical and environmental factors were studied in Amazonas and Roraima states, Brazil. A total of 120 streams were sampled between April and December 2006. Additional samples were taken ibetween September 2005 and December 2007. Two Megaloptera families were sampled during the study: Corydalidae with two genera (Corydalus and Chloronia), seven species (Corydalus affinis, Corydalus batesii, Corydalus ignotus, Corydalus flavicornis, Corydalus nubilus, Corydalus sp. n. and Chloronia hieroglyphica) and two morphotypes (Corydalus sp. 1, Corydalus sp. 2). Sialide was represented by only one species (Protosialis flammata). Last-instar larvae of C. contrerasi sp. n., C. affinis and C. flavicornis were described; the last two of these species were registered for the first time in Roraima and in Brazil, respectively. The number of Megaloptera species for Roraima state increased to seven, for Brazil to 20 and for the Neotropical Region to 64. A key was developed to identify last-instar Megaloptera larvae to family, genus and species/morphotype levels based on specimens collected in the study area. In the laboratory, the period of time for embryological development of C. nubilus was approximately two weeks, similar to the periods for species in the Neartic Region. Larvae of Corydalus, Chloronia and Protosialis, with body sizes similar to the sizes of adults collected in the study area were maintained under laboratory conditions for a maximum of 332, 180 and 86 days, respectively, until adult emergence. For these same genera, the endurance times of the pre-pupae were 7, 7 and 5 days, respectively and, for the pupal stage, the times were 14, 10 and 5 days, respectively. Larvae of Cantharidae (Coleoptera) and Chloropidae (Diptera) were observed preying on Corydalus spp. eggs. The sexual behavior of C. affinis is described for the first time. Richness and abundance of Megaloptera larvae were higher in streams sampled in Amazonas state than in Roraima; community composition also was different in these two states. Although some species were related to abiotic factors we measured, the majority were generalists.occuring in varied environmental conditions. Anthropogenic impact (deforestation) did not have an effect on the Megaloptera community. The results of the present study provide an example of the importance of integration between taxonomic and bio-ecological studies, especially for organisms that inhabit aquatic ecosystems, in which taxonomy is still incipient throughout the world.
Palavras-chave: Insetos aquáticos
Megaloptera - Larvas - Aspectos ambientais
Taxonomia
Comportamento reprodutivo
Distribuição
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Entomologia
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: AZEVÊDO, Carlos Augusto Silva de. TAXONOMIA, BIONOMIA E ESTRUTURA DA COMUNIDADE DE LARVAS DE MEGALOPTERA (INSECTA) EM IGARAPÉS NOS ESTADOS DO AMAZONAS E RORAIMA, BRASIL. 2009. 133 f. Tese (Doutorado em Entomologia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1322
Data de defesa: 27-Out-2009
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese_Carlos_Azevedo.pdf3,31 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.