Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1333
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo taxonômico dos gêneros de Richardiidae e análise filogenética de Richardiinae (Diptera, Tephritoidea)
Autor: Wendt, Lisiane Dilli 
Primeiro orientador: Ale-rocha, Rosaly
Primeiro membro da banca: Rafael, José Albertino
Segundo membro da banca: Henriques, Augusto Loureiro
Terceiro membro da banca: Ribas, Camila Cherem
Quarto membro da banca: Oliveira, Marcio Luiz de
Resumo: Richardiidae pertence à Tephritoidea e apresenta distribuição restrita à ao Novo Mundo,sendo essencialmente neotropical. A família é representada por cerca de 170 espécies distribuídas em 33 gêneros, alocados em duas subfamílias, Richardiinae e Epiplateinae. Richardiinae é distintamente mais diversa e abriga mais de 90% das espécies da família. Apesar disso, do ponto de vista taxonômico, o grupo é relativamente pouco estudado. Muitos gêneros possuem suas delimitações confusas, a falta de revisões e chave de identificação dificulta o reconhecimento das espécies e gêneros, e principalmente, dificulta a determinação de táxons novos. Do ponto de vista filogenético, Richardiinae nunca foi estudada. Desta forma, foi realizado um estudo filogenético, baseado em dados morfológicos, visando avaliar a monofilia e as relações intergenéricas de Richardiinae, bem como, em alguns casos, testar a monofilia de alguns gêneros. Com este propósito, foram levantados 136 caracteres dos adultos referentes à morfologia externa, sendo 87 referentes à cabeça, tórax, asa e pernas e parte do abdome, 22 referentes à terminália e parte do abdome feminino e 27 referentes à terminália e parte do abdome masculino. Os caracteres foram avaliados por meio da parcimônia de Fitch, com pesos iguais e as topologias obtidas foram enraizadas a posteriori de acordo com a posição de um grupo externo. Como resultado, duas árvores igualmente parcimoniosas foram encontradas. Os resultados sugerem a monofilia de Richardiinae, sustentada por 13 sinapomorfias e a relação de grupo-irmão com Schnusimyia. Quatro grandes clados foram reconhecidos em Richardiinae: o primeiro clado composto por (Melanoloma + Coilometopia), aparecendo como grupo-irmão de todos os demais gêneros de Richardiinae; o segundo clado formado por (Euolena abdominalis (Euolena egregia (Spheneuolena Batrachophthalmum + Megalothoraca)))) + (Hemixantha [grupo 1] (Antineuromyia appendiculata + Gênero novo D)); o terceiro clado formado por (Maerorichardia Cladiscophleps + Neoidiotypa)); e o último corresponde ao maior grupo, formado por (Richardiodes (Richardia (Gênero novo B (Setellida + Beebeomyia (Poecilomyia (Euolena flava (Hemixantha [grupo 2] (Gênero novo C (Acompha (Johnrichardia (Oedematella (Gênero novo A + Ozaenina)) (Odontomerella (Coniceps + Setellia) (Sepsisoma (Oceanicia + Odontomera))))))))))))). Os gêneros Hemixantha, Euolena e Melanoloma não foram reconhecidos como grupos monofiléticos. Cinco gêneros novos foram propostos, quatro a partir de espécies novas e um gênero a partirde Euolena flava Hennig, a qual não está relacionada à E. egregia e merece o status de gênero novo. Uma chave de identificação para todos os gêneros (exceto, Paneryma) foi fornecida. Redescrições dos gêneros já conhecidos e descrições dos gêneros novos também foram fornecidas.
Abstract: The family Richardiidae belongs to Tephritoidea and only occurs in the New World, being essentially Neotropical. The family is currently represented by about 170 species in 33 genera and two subfamilies, Richardiinae and Epiplateinae. Richardiinae are conspicuously more diverse with more than 90% of the species diversity in the family. From a taxonomic perspective, however, the group is relatively poorly studied. Many genera have confusing diagnoses and the lack of revisions and keys makes identification of species and genera, especially the determination of new taxa, more difficult. From a phylogenetic perspective, Richardiinae have never been studied. To bridge this gap in our knowledge, a cladistic study was produced that is based on morphological data with the specific objective of evaluating the monophyly of the subfamily and to indicate intergeneric relationships within Richardiinae. In some cases, we also tested the monophyly of some genera. For this purpose, 136 characters from adults were identified and analyzed, with 87 from morphology of the head, thorax, wing, legs and part of abdomen, 22 from female part of abdomen and terminalia and 27 from male part of abdomen and terminalia. The characters were evaluated by Fitch parsimony with equal weights, and the resulting topology was rooted a posteriori following outgroup position. The analysis resulted in two most parsimonious trees and confirmed the monophyly of Richardiinae supported by 13 synapomophies and indicated that the genus Schnusimyia is the sister group to the subfamily. Four major clades were recognized in Richardiinae: the first clade includes (Melanoloma + Coilometopia); the second clade consists of (Euolena abdominalis (Euolena egregia (Spheneuolena (Batrachophthalmum + Megalothoraca)))) + (Hemixantha [group 1] (Antineuromyia appendiculata + new genus D)); third clade comprises (Maerorichardia (Cladiscophleps + Neoidiotypa)); and the fourth clade corresponds to the largest group, comprising (Richardiodes (Richardia (new genus B (Setellida + Beebeomyia (Poecilomyia (Euolena flava (Hemixantha [group 2] (new genus C (Acompha (Johnrichardia (Oedematella (new genus A + Ozaenina)) (Odontomerella (Coniceps + Setellia) (Sepsisoma (Oceanicia + Odontomera))))))))))))). The genera Hemixantha, Euolena and Melanoloma were not recognized as monophyletic groups. Five new genera were recognized, four from new species and one based on the transfer of E. flava, which is not related to E. egregia and which merits generic status. An identification key for all genera (except Paneryma) is provided. Redescription of existent genera and description of new genus are also provided.
Palavras-chave: Richardiidae Taxonomia
Filogenia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA::ENTOMOLOGIA E MALACOLOGIA DE PARASITOS E VETORES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Entomologia
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: WENDT, Lisiane Dilli. Estudo taxonômico dos gêneros de Richardiidae e análise filogenética de Richardiinae (Diptera, Tephritoidea). 2012. 266 f. Tese (Doutorado em Entomologia) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1333
Data de defesa: 31-Mai-2012
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Lisiane Dilli Wendt.pdf8,56 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.