Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1365
Tipo do documento: Dissertação
Título: SISTEMAS AGRÍCOLAS E PLANTAS MEDICINAIS EM TERRAS PRETAS DE ÍNDIO DA AMAZÔNIA CENTRAL
Autor: Klüppel, Marina Pinheiro 
Primeiro orientador: Yuyama, Kaoru
Primeiro coorientador: Falcão, Newton Paulo de Souza
Primeiro membro da banca: Clement, Charles Roland
Segundo membro da banca: Winklerprins, Antoinette M. G. A.
Terceiro membro da banca: Hidalgo, Ari de Freitas
Quarto membro da banca: Barbosa, Reinaldo Imbrozio
Quinto membro da banca: Chaves, Maria do Pérpetuo Socorro Rodrigues
Resumo: Esse trabalho objetivou obter informações sobre a diversidade de espécies e de práticas de manejo encontradas em ambientes com Terras Pretas de Índio (TPI). No primeiro capítulo, foram caracterizados os sistemas agrícolas existentes em 12 lotes compreendendo TPI na Comunidade do Santana, Costa do Laranjal, município de Manacapuru, Amazonas. Observou-se que os agricultores que participaram das pesquisas utilizam apenas as áreas de Terras Pretas de seus lotes para implementarem seus cultivos e que o principal sistema agrícola da área de estudo é o pomar caseiro, do qual os agricultores retiram os produtos que constituem as principais fontes de renda das famílias. Mesmo não havendo intencionalidade na reconstrução de TPI, as práticas de manejo agrícola efetuadas pelos agricultores certamente são responsáveis pela manutenção, a longo prazo, da fertilidade da mancha de Terra Preta encontrada na área de estudo. No segundo capítulo, foram evidenciados fatores responsáveis pela ocorrência e manutenção das espécies medicinais nas TPI dos mesmos 12 lotes estudados e em mais um lote sem TPI. Os pomares caseiros são a única fonte de plantas medicinais para as famílias. Foram encontradas 87 espécies medicinais, o que corresponde a 60% das espécies úteis encontradas nos pomares. A origem regional dos agricultores da Comunidade do Santana e suas relações sociais com vizinhos e amigos determinam em grande parte as espécies de plantas medicinais cultivadas e/ou toleradas na área de estudo. Contudo, existem indícios que apontam para a influência da presença de TPI na comunidade de plantas medicinais encontradas na área estudada. Dentre esses indícios destacam-se uma baixa porcentagem de invasoras (21%) e uma alta proporção de plantas exóticas (77%), o que difere de resultados encontrados em propriedades rurais que não se situam em áreas com TPI. A ausência de algumas espécies no lote que não continha TPI, como as da família Zingiberaceae, corrobora estudos que apontam para a existência de espécies que só se desenvolvem em Terras Pretas e espécies indicadoras desses solos. Os resultados apresentados confirmam a vocação das TPI para o cultivo de espécies exóticas e demonstram a importância de se considerar o solo em estudos etnobotânicos desenvolvidos em comunidades rurais.
Abstract: The objective of this thesis was to obtain information about the diversity of species and management practices in rural properties with Amazonian Dark Earth (ADE). In a first chapter, we described the agricultural systems of 12 farms located in Santana Community, Costa do Laranjal, Manacapuru, Amazonas state, Brazil. We pointed out that farmers only cultivate in ADE, and that homegarden is the principal agricultural system and the most important source of income to the households in the study area. Although there is no intencionality in the recreation of the ADE, some management practices applied by the studied farmers are probably maintaining the fertility of this kind of soil in their farms. In a second chapter, we pointed out factors that influence the occurrence of medicinal plants on ADE in the 12 farms studied comparing them with one farm without ADE, in the same community. The homegardens are the only source of medicinal plants in the Santana Community. Eighty-seven medicinal species were found, which means 60% of the useful species found in the studied homegardens. The regional origin of the farmers of Santana Community and their social relationship with neighbors and friends determine, in the most part, the cultivated and spontaneous tolerated medicinal species in the study area. However, some observations indicated that the presence of ADE could be influencing the community of medicinal plants in the studied area. Among these observations, we can outstanding a low proportion of medicinal weed species (21%) and a high proportion of exotic species (77%), which differ from results found in other studies carried out in rural communities without ADE. The absence of species from the Zingiberaceae family in the farm without ADE point to the existence of species associated with this kind of soil. The results reported here confirm the ability of the ADE to the cultivation of exotic species and demonstrate that ethnobotanical studies carried out in rural communities must take the soil into account.
Palavras-chave: Solos antrópicos
pomares caseiros
agrobiodiversidade
Amazonian Dark Earth
homegarden
agrobiodiversity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Ciências Humanas
Programa: Agricultura no Trópico Úmido
Citação: KLÜPPEL, Marina Pinheiro. SISTEMAS AGRÍCOLAS E PLANTAS MEDICINAIS EM TERRAS PRETAS DE ÍNDIO DA AMAZÔNIA CENTRAL. 2006. 67 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas, Ciências Agrárias, Ciências Humanas) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1365
Data de defesa: 26-Set-2006
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Marina_Kluppel.pdf682,29 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.