Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1373
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os efeitos dos aerossóis e nuvens sobre o fluxo de CO2 na Amazônia Central e em Rondônia
Autor: Silva, Glauber Guimarães Cirino da 
Primeiro orientador: Netto, Paulo Eduardo Artaxo
Primeiro coorientador: Souza, Rodrigo Augusto Ferreira de
Primeiro membro da banca: Manzi, Antonio Ocimar
Segundo membro da banca: Yamasoe, Márcia Akemi
Resumo: Este trabalho estudou a influência de aerossóis e nuvens sobre a fixação líquida de carbono (Net Ecosystem Exchange - NEE) por ecossistemas de floresta primária de Rondônia e da Amazônia Central. Avaliou-se o impacto dos aerossóis sobre alguns dos principais fatores ambientais que afetam diretamente a atividade fotossintética dos vegetais, como a temperatura do ar e umidade relativa. Um algoritmo de irradiância de céu-claro foi desenvolvido e utilizado para determinar a irradiância relativa (f), utilizada para quantificar a radiação solar extinta (absorvida e espalhada) devido à presença de aerossóis e nuvens na atmosfera. As medidas de profundidade óptica de aerossóis foram realizadas com o sensor MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer) (a bordo dos satélites AQUA e TERRA), validadas previamente com medidas de fotômetros solares da rede NASA/AERONET (Aerosol Robotic Network). Os fluxos de carbono foram medidos por meio de técnicas de vórtices turbulentos (eddy-correlation). Dois ecossistemas de floresta constituíram os locais estudados, a Reserva Biológica do Jaru (localizada na região do arco do desflorestamento) e Reserva Biológica do Cuieiras (localizada na Amazônia central). Na Reserva Biológica do Jaru foi observado um aumento de 29% na fixação de carbono (NEE) quando o AOD variou de 0,1 para 1,5. Já na Amazônia Central, este efeito foi da ordem de 26% quando o AOD variou de 0,10 para 0,50. O aumento no NEE, em ambos os sítios, é atribuído ao aumento de até 50% da fração difusa da radiação solar em relação à fração direta desta radiação. Para reduções ainda maiores da radiação solar incidente (com ausência de luminosidade em quantidades suficientes requeridas ao processo de fotossíntese), associadas a altas concentrações de aerossóis na atmosfera e/ou devido à alta cobertura de nuvens, o NEE passa a sofrer reduções significativas até atingir valores próximos de zero. Alterações importantes na temperatura e na umidade relativa do ar pela interação da radiação solar com a alta carga de aerossóis emitidos em queimadas também foram estudadas em ambos os sítios. Tendo em vista o transporte de aerossol em larga escala durante as queimadas, alterações no fluxo de carbono podem estar ocorrendo em amplas áreas na Amazônia, com importantes mudanças no potencial para os ecossistemas florestais absorverem quantidades significativas de CO2 atmosférico.
Abstract: This study examined the effects of changes in net radiation due to aerosols and clouds on the net ecosystem exchange (NEE) in primary forest ecosystems in Rondônia and central Amazonia. Nevertheless it is also evaluated some of the major environmental factors affecting the photosynthetic activity of plants, such as air temperature and relative humidity. A algorithm of clear-sky irradiance was developed and used to determine the relative irradiance (f) which was used to quantify the percentage of solar radiation absorbed and scattered due to aerosols and clouds. The aerosol optical Depth (AOD) measurements were performed with MODIS (onboard TERRA and AQUA satellites), previously validated with AOD measurements from the NASA/AERONET network of sun photometers. The carbon fluxes were measured through eddy-correlation techniques. Two sites were studied: the Biological Reserve of Jaru (located in the region of the arc of deforestation in Rondônia) and the Cuieiras Biological Reserve (located in a preserved region in central Amazonia). In the Jaru Biological Reserve, a 29% increase in carbon uptake (NEE) when the AOD ranged from 0.10 to 1.5 was observed. In the Cuieiras Biological Reserve, this effect is smaller, being ~ 26%. For higher aerosol loading in the atmosphere, with stronger reductions of solar radiation, the photosynthetic process is almost shut down, with NEE values close to zero for very high AOD or high cloud cover. The increase of 29 and 26% of NEE, is attributed to an increase of the diffusion fraction of the solar radiation. Major changes in air temperature and relative humidity explained by the interaction of solar radiation with high aerosol load were also observed at both sites. Considering the long range transport of aerosols, the change in carbon flux may occurs in large areas in Amazonia, changing the potential for forest ecosystems to absorb significant amounts of atmospheric CO2.
Palavras-chave: Aerossóis atmosféricos
Queimadas - Amazônia
Fluxo de carbono
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Meteorologia, Climatologia, Hidrologia e Interação Biosfera-Atmosfera
Programa: Clima e Ambiente
Citação: SILVA, Glauber Guimarães Cirino da. Os efeitos dos aerossóis e nuvens sobre o fluxo de CO2 na Amazônia Central e em Rondônia. 2012. 103 f. Dissertação (Mestrado em Meteorologia, Climatologia, Hidrologia e Interação Biosfera-Atmosfera) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1373
Data de defesa: 27-Abr-2012
Aparece nas coleções:Mestrado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Glauber_Silva.pdf2,79 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.