Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1403
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estrutura trófica das assembléias de peixes em biótopo de herbáceas aquáticas nos rios Araguaia (Tocantins) e Trombetas (Pará), Brasil.
Autor: Röpke, Cristhiana Paula 
Primeiro orientador: Ferreira, Efrem Jorge Gondim
Primeiro coorientador: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Primeiro membro da banca: Thomaz, Sidinei Magela
Segundo membro da banca: Tejerina-garro, Francisco Leonardo
Terceiro membro da banca: Deus, Cláudia Pereira de
Quarto membro da banca: Santos, Geraldo Mendes dos
Quinto membro da banca: Agostinho, Carlos Sérgio
Resumo: Este trabalho objetivou caracterizar a estrutura trófica das assembléias de peixes encontradas em biótopo de herbáceas aquáticas nos rios Araguaia e Trombetas, comparando-a nos dois rios e em diferentes épocas do ciclo hidrológico. No rio Araguaia foram capturadas 125 espécies e no rio Trombetas 94 espécies. A análise de ordenação para a composição de espécies revelou que os rios Araguaia e Trombetas têm faunas pouco similares e a variação temporal foi mais marcante no rio Trombetas que no rio Araguaia. A diferença taxonômica foi atribuída à baixa conectividade das duas regiões, e as diferenças na variação temporal aos fatores ambientais agindo sobre as herbáceas aquáticas e a assembléia de peixes. As análises de ordenação revelaram estruturas tróficas também pouco semelhantes entre os dois rios. As assembléias de peixes em bancos de herbáceas aquáticas do rio Araguaia apresentaram maior número de categorias tróficas, maior número de elementos tróficos, total e densidade de elos tróficos, e estruturas mais estáveis no tempo. No rio Trombetas as assembléias de peixes apresentaram uma marcante variação temporal, com menor número de categorias tróficas, teias com menor número de elementos tróficos, total e densidade de elos tróficos, à exceção da época de vazante, em que a estrutura trófica e da teia se tornam mais semelhantes às do rio Araguaia. As diferenças em estrutura trófica podem ser resultado de características peculiares dos dois ambientes, influenciando a disponibilidade de recursos, e condições que influenciaram a estruturação do biótopo de herbáceas aquáticas nos dois sistemas.
Abstract: This study aimed to perform a characterization and a comparison of the trophic structure of fish assemblages in aquatic herbaceous stands between Araguaia and Trombetas rivers and among different phases of hydrological cycle. A total of 125 fish species were collected in the Araguaia River and 94 in the Trombetas River. The fish assemblage composition analysis revealed that Araguaia and Trombetas rivers have somewhat dissimilar faunas, and that temporal variation was more significant in Trombetas than in Araguaia River. Taxonomic differences were attributed to the low connectivity of the studied rivers, whereas temporal variation in the assemblage composition were related to environmental peculiarities influencing herbaceous plant and the fish assemblages. The ordination analysis revealed that trophic structure wasn t very similar between rivers. Fish assemblages in Araguaia s herbaceous plant stands showed a higher number of trophic categories, higher number of elements trophics in food webs, total number of links, linkage density, and lower temporal variation. In Trombetas river the fish assemblages presented a pronounced temporal variation with lower numbers of trophic categories, lower number of elements trophics in food webs, total number of links, linkage density, except during the falling season, in which the trophic structure and food webs are more similar to those of Araguaia River. Differences in trophic structure were suggested to result from peculiarities of the two river systems, which influence the availability of resources, and other local conditions related to the structure of aquatic herbaceous biotopes in each river.
Palavras-chave: Variação espacial
Variação temporal
Estrutura trófica
Teias alimentares
Bacia Amazônica.
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: RÖPKE, Cristhiana Paula. Estrutura trófica das assembléias de peixes em biótopo de herbáceas aquáticas nos rios Araguaia (Tocantins) e Trombetas (Pará), Brasil.. 2008. 91 f. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1403
Data de defesa: 10-Abr-2008
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Ropke.pdf1,27 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.