Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1454
Tipo do documento: Dissertação
Título: Certificado de vigor físico para o tambaqui (Colossoma macropomum, Cuvier 1818)
Título(s) alternativo(s): Physical capacity certificate to tambaqui (Colossoma macropomum; Cuvier 1818)
Autor: Ferreira, Márcio Soares 
Primeiro orientador: Val, Adalberto Luis
Primeiro membro da banca: Roubach, Rodrigo
Segundo membro da banca: Gomes, Levy de Carvalho
Terceiro membro da banca: Freitas, Carlos Edwar de Carvalho
Quarto membro da banca: Dias, Marcos Tavares
Quinto membro da banca: Paiva, Maria José Tavares Ranzani de
Resumo: Pelo menos 64 espécies de peixes são cultivadas no Brasil, sendo que na região norte, as principais são: tambaqui (Colossoma macropomum), matrinxã (Brycon amazonicum) e pirarucu (Arapaima gigas). O tambaqui, influenciado pela grande demanda e alto rendimento, é cultivado com sucesso no Brasil, Equador, Panamá, Peru, Venezuela e Colômbia. Um dos principais problemas relacionados à criação desta espécie é a alta mortalidade causada por estresse de manejo e transporte inadequados. As respostas fisiológicas do organismo ao estresse são inúmeras e dependem do tipo e da intensidade do agente estressor. O desempenho natatório (Ucrit) dos peixes está diretamente relacionado à sua capacidade de transferir oxigênio e moléculas energéticas aos músculos, e ao mesmo tempo, eliminar os subprodutos indesejáveis. A medida da Ucrit dos peixes de piscicultura ou ornamentais pode ser utilizada como um indicador de estresse, com a vantagem de ser um método não invasivo, de relativo baixo custo e fácil verificação. Os lotes de peixes poderiam ser acompanhados e, se considerados debilitados, não seriam comercializados e nem manejados, até que o estado fisiológico normal fosse restabelecido. Este trabalho demonstrou que exposição prévia de tambaquis a hipoxia, diminuiu sua Ucrit devido ao acúmulo de lactato nos músculos, sendo que um período de 96 horas de recuperação não foi suficiente para restabelecer sua Ucrit e metabolismo normais. Ao contrário, a exposição a pH baixo e a amônia gasosa não causaram produção de lactato, mas diminuíram a Ucrit dos tambaquis devido a perda de sódio plasmático com conseqüente hemoconcentração e perda da capacidade aeróbica. A diferença está no efeito neurotóxico da amônia, que em um segundo momento, impediu completamente a contração muscular dos peixes. Em ambos os casos, um período de 96 horas de recuperação foi suficiente para restabelecer sua Ucrit e matabolismo normais. Com base nas situações de estresse utilizadas neste estudo, sugere-se que a velocidade crítica de natação mínima para o manejo e comercialização desta espécie seja a partir de 5,4 comprimentos de corpo por segundo.
Abstract: At least 64 fish species are reared in Brazil, and the major ones raised in the north are tambaqui (Colossoma macropomum), matrinxã (Brycon amazonicum), and pirarucu (Arapaima gigas). Tambaqui is by far the most studied fish species, as a consequence of its great demand and high revenue. Tambaqui is successfully raised in Brazil, Ecuador, Panama, Peru, Venezuela and Colombia. One of the main problem related to the farming of this species is the high mortality caused by handling stress and inadequate transport. The physiological answers of the organism to the stress are countless and they depend on the type and on the intensity of the stress agent. The swimming performance (Ucrit) of the fish is directly related to its capacity to transfer oxygen and energy molecules to the muscles, and at the same time, to eliminate the undesirable by-products. The Ucrit measure of farming and ornamental fish can be used as a useful stress indicator, with the advantage of being a non invasion method, of relative low cost and easy verification. The fish lots could be accompanied and, if considered weakened, they should neither be marketed nor be handled, until that normal physiological state be reestablished. This work demonstrated that previous exposure of tambaquis to hypoxia, reduced its Ucrit due to lactate accumulation in their muscles, and a period of 96 hours of recovery was not enough to reestablish the Ucrit and normal metabolism. Nevertheless, exposure to low pH and gaseous ammonia didn t cause lactate accumulation, but they reduced Ucrit of the tambaquis due to loss of plasma sodium, with consequent hemoconcentration and decrease of the aerobic capacity. The difference is the neurotoxic effect of ammonia, wich in a second moment affect muscular contraction of the fish. In both cases, a period of 96 hours of recovery was enough to reestablish the Ucrit and normal matabolism. Based on the stress situations used in this study, it is suggested that the minimum Ucrit for the handling and commercialization of this species is above of 5,4 body lengths per second.
Palavras-chave: Tambaqui - Fisiologia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FISIOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: FERREIRA, Márcio Soares. Physical capacity certificate to tambaqui (Colossoma macropomum; Cuvier 1818). 2008. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1454
Data de defesa: 6-Jun-2008
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Marcio_Ferreira.pdf427,67 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.