Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1468
Tipo do documento: Dissertação
Título: Exposição do tambaqui ao petróleo: marcadores fisiológicos, bioquímicos e comportamentais
Autor: Kochhann, Daiani 
Primeiro orientador: Val, Adalberto Luis
Primeiro coorientador: Domingos, Fabíola Xochilt Valdez
Primeiro membro da banca: Baldisseroto, Bernardo
Segundo membro da banca: Keller, Claudia
Terceiro membro da banca: Waichman, Andrea Viviana
Resumo: A maior província terrestre de mineração de petróleo está localizada as margens do rio Urucu, no estado do Amazonas. Todo o petróleo lá produzido é transportado ao longo de 400 km através do rio Solimões para ser refinado em Manaus. A possibilidade de um derramamento de petróleo nos ecossistemas aquáticos da Amazônia requer uma pronta análise dos efeitos do petróleo em peixes amazônicos. Assim, o objetivo principal desse estudo foi avaliar o efeito da exposição ao óleo cru em parâmetros bioquímicos, fisiológicos e comportamentais relacionados à sobrevivência e ao crescimento de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum). Nós também analisamos a toxicidade das diferentes frações do óleo (solúvel e insolúvel) e a existência de um possível efeito mecânico da camada de óleo cru na superfície da água. Os parâmetros escolhidos para o estudo foram: a) atividade natatória espontânea, relacionada à procura por alimento, b) atividade da enzima Ache responsável pela clivagem do neurotransmissor acetilcolina na placa motora, c) capacidade natatória, considerada um indicador da integridade funcional do organismo, d) resposta à substância de alarme, um importante feromônio que informa peixes conspecíficos sobre a presença de um predador e e) os níveis de fosfatase alcalina, um indicador de dano hepático. Os resultados mostraram um forte efeito mecânico da camada de óleo na superfície da água. Apenas a exposição a altas concentrações de fração solúvel do petróleo causou alterações nos parâmetros estudados, contrastando com a exposição a fração insolúvel do petróleo que causou alterações todos os parâmetros analisados , tanto na exposição a concentração letal e subletal.
Abstract: A maior província terrestre de mineração de petróleo está localizada as margens do rio Urucu, no estado do Amazonas. Todo o petróleo lá produzido é transportado ao longo de 400 km através do rio Solimões para ser refinado em Manaus. A possibilidade de um derramamento de petróleo nos ecossistemas aquáticos da Amazônia requer uma pronta análise dos efeitos do petróleo em peixes amazônicos. Assim, o objetivo principal desse estudo foi avaliar o efeito da exposição ao óleo cru em parâmetros bioquímicos, fisiológicos e comportamentais relacionados à sobrevivência e ao crescimento de juvenis de tambaqui (Colossoma macropomum). Nós também analisamos a toxicidade das diferentes frações do óleo (solúvel e insolúvel) e a existência de um possível efeito mecânico da camada de óleo cru na superfície da água. Os parâmetros escolhidos para o estudo foram: a) atividade natatória espontânea, relacionada à procura por alimento, b) atividade da enzima Ache responsável pela clivagem do neurotransmissor acetilcolina na placa motora, c) capacidade natatória, considerada um indicador da integridade funcional do organismo, d) resposta à substância de alarme, um importante feromônio que informa peixes conspecíficos sobre a presença de um predador e e) os níveis de fosfatase alcalina, um indicador de dano hepático. Os resultados mostraram um forte efeito mecânico da camada de óleo na superfície da água. Apenas a exposição a altas concentrações de fração solúvel do petróleo causou alterações nos parâmetros estudados, contrastando com a exposição a fração insolúvel do petróleo que causou alterações todos os parâmetros analisados , tanto na exposição a concentração letal e subletal.
Palavras-chave: Tambaqui
Rio Urucu (AM)
Biomarcador
Colossoma Macropomum
Impacto ambiental
Petróleo
Amazônia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: KOCHHANN, Daiani. Exposição do tambaqui ao petróleo: marcadores fisiológicos, bioquímicos e comportamentais. 2010. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1468
Data de defesa: 23-Mar-2010
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Daiani_Kochhann.pdf363,15 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.