Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1502
Tipo do documento: Tese
Título: Sistemática da família Pimelodidae Swainson, 1838 (Teleostei: Siluriformes)
Autor: Rocha, Marcelo Salles 
Primeiro orientador: Daniel, Lúcia Helena Rapp Py
Primeiro membro da banca: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Segundo membro da banca: Shibatta, Oscar Akio
Terceiro membro da banca: Ribas, Camila Cherem
Quarto membro da banca: Sousa, Leandro Melo de
Quinto membro da banca: Lima, Flávio César Thadeo de
Resumo: Atualmente, a família Pimelodidae compreende cerca de 100 espécies válidas e embora seu monofiletismo tenha sido corroborado por alguns autores, as relações entre suas espécies são pouco conhecidas, e a definição de muitos gêneros carece de caracteres derivados para diagnosticá-los. Uma análise filogenética da família Pimelodidae foi realizada, baseada em 145 caracteres morfológicos e 75 táxons terminais, representando 64 espécies válidas da família. Como grupo externo, foram utilizadas espécies de Pseudopimelodidae (5 spp.), Heptapteridae (3), Ictaluridae (1), Bagridae (1) e Diplomystidae (1, raiz). Foi obtido um cladograma mais parcimonioso com 442 passos, IC=0,37 e IR 0,78. O grupo irmão de Pimelodidae é Pseudopimelodidae, baseado em três sinapomorfias: 1. fontanela posterior reduzida; 2. ectopterigóide presente; e 3. presença de músculo constritor na bexiga natatória. Sete sinapomorfias suportam o monofiletismo de Pimelodidae: 1. faceta palatina do etmóide lateral longa posteriormente; 2. infraorbital 1 conectado ao etmóide lateral por cartilagem; 3. dentes no vômer presentes; 4. processo dorsal do pré-maxilar bifurcado; 5. canais sensoriais cefálicos dendríticos; 6. Forame para a veia cardinal direita na quinta vértebra; 7. sutura interdigitada entre as vértebras 5 e 6. Foram encontrados alguns grupos monofiléticos na família: Phractocephalinae (composto por Steindachneridion, Phractocephalus, Leiarius e Perrunichthys), é grupo irmão das demais espécies de Pimelodidae (ou Neopimelodine ). Dentro de Neopimelodine , existem dois grandes grupos: Sorubiminae (Zungaro, Hemisorubim, Sorubim, Pseudoplatystoma, Hypophthalmus, Brachyplatystoma e Platynemathychthys) e um grande grupo não nomeado, composto por Platysilurus, Platystomatichthys, Duopalatinus emarginatus, Pimelodus ornatus, Bagropsis, Pimelodus atrobrunneus, Pimelodus paranaensis, grupo Calophysus, grupo Pimelodus, e grupo Exallodontus. O grupo Calophysus é composto por Pimelabditus, Cheirocerus, Pimelodina, Calophysus, Pinirampus, Aguarunichthys e egalonema. A composição do grupo Pimelodus é: Pimelodus, Bergiaria, Iheringichthys e Parapimelodus e do grupo Exallodontus é Exallodontus, Propimelodus, Duopalatinus peruanus, Pimelodus altissimus, além de seis espécies novas. Por fim, baseado nos agrupamentos encontrados, é fornecida uma lista com os gêneros válidos, novas combinações propostas, diagnose, composição, e distribuição.
Abstract: The catfish family Pimelodidae currently comprises about 100 valid species and although its monophyly has been corroborated by some authors, the relationships within the family are poorly known, and derived features for some genera are lacking. A phylogenetic analysis of Pimelodidae was performed based on 145 morphological characters and 75 terminal taxa, representing 64 valid species. Ougroup species comprised Pimelodidae (5), Heptapteridae (3), Ictaluridae (1), Bagridae (1) and Diplomystidae (1, used as root). A most parsimonious cladogram was produced, with 442 steps, CI = 0.37, RI=0.78. A sister group relationship between Pimelodidae and Pseudopimelodidae was recovered and based on three synapomorphies: 1. posterior fontanel reduced; 2. ectopterigoid present; 3. swimbladder constrictor muscle present. Seven synapomorphies were found to corroborate the monophyly of Pimelodidae: 1. elongated surface on lateral ethmoid for the autopalatine; 2. infraorbital 1 connected to lateral ethmoid by cartilage; 3. vomer toothed; 4. presence of a pair of processes on the dorsal surface of premaxilla, where the proximal portion the maxilla fits; 5. dendritic arrangement of the cephalic canal lateral line tubes in the skin of the head and anterior trunk; 6. position of right cardinal vein foramen on vertebra 6; 7. deep sutural joint between the fifth and sixth centra. Some clades within family were found: Phractocephalinae (comprising Steindachneridion, Phractocephalus, Leiarius and Perrunichthys), is the sister group of the remaining Pimelodidae ( Neopimelodine ). Within Neopimelodine , two major groups are present Sorubiminae (Zungaro, Hemisorubim, Sorubim, Pseudoplatystoma, Hypophthalmus, Brachyplatystoma and Platynemathychthys) and a large and unnamed group, comprising Platysilurus, Platystomatichthys, Duopalatinus emarginatus, Pimelodus ornatus, Bagropsis, Pimelodus atrobrunneus, Pimelodus paranaensis, Calophysus group, Pimelodus group, and Exallodontus group. The Calophysus groups contains Pimelabditus, Cheirocerus, Pimelodina, Calophysus, Pinirampus, Aguarunichthys and Megalonema. The composition for the Pimelodus group is Pimelodus, Bergiaria, Iheringichthys and Parapimelodus and for Exallodontus group is Exallodontus, Propimelodus, Duopalatinus peruanus, Pimelodus altissimus, andmore six new species. Based on the new rearrangements, a list of all valid genera and their species, diagnosis and distribution is given.
Palavras-chave: Pimelodidae
Taxonomia
Bagres
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: ROCHA, Marcelo Salles. Sistemática da família Pimelodidae Swainson, 1838 (Teleostei: Siluriformes). 2012. 325 f. Tese (Doutorado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Maringá, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1502
Data de defesa: 14-Dez-2012
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Marcelo Salles Rocha.pdf7,63 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.