Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1505
Tipo do documento: Tese
Título: Efeito dos imunoestimulantes levamisol e glicano nas respostas fisiológicas e no desempenho de juvenis de tambaqui, Colossoma macropomum, (Cuvier, 1817) sob condições de cultivo e transporte
Autor: Silva, Ana Maria Dias da 
Primeiro orientador: Affonso, Elizabeth Gusmão
Primeiro membro da banca: Soares, Maria do Carmo Figueredo
Segundo membro da banca: Gomes, Levy de Carvalho
Terceiro membro da banca: Moraes, Gilberto
Quarto membro da banca: Fernandes, Marisa Narciso
Quinto membro da banca: Moraes, Flávio Ruas de
Resumo: No presente trabalho, foram realizados três estudos com o objetivo de avaliar a eficiência dos imunoestimulantes levamisol e glicano suplementados à dieta para a melhoria do desempenho zootécnico e como mitigador do estresse em juvenis de tambaqui, Colossoma macropomum. No primeiro estudo (Capítulo 2), foi determinada a tolerância do tambaqui, à bactéria Aeromonas hydrophila, para determinar a 96h-DL50 (dose letal para 50% da espécie) para aplicação em testes de desafios. Os resultados demonstraram que juvenis de tambaqui apresentam elevada resistância à infecção causada por essa bactéria, cujo valor da 96h-DL50 calculada foi 2,4 x 1011 UFC de A. hydrophila mL-1 de solução salina. No Capítulo 3, foram avaliados os efeitos da suplementação de diferentes concentrações de levamisol e glicano no desempenho e nas respostas fisiológicas, bioquímicas e imunológicas dos juvenis de tambaqui em condições experimentais, após desafio com 60% da 96h-DL50 de A. hydrophila. Os resultados demonstraram que a suplementação de levamisol e glicano não influenciou o desempenho produtivo e o consumo de ração; não alterou as concentrações e a atividade de lisozima, porém, estimulou parte do sistema imune não-específico dos juvenis de tambaqui, entretanto, incapaz de minimizar as alterações fisiológicas provocadas pela infecção bacteriana. No Capítulo 4, foram avaliadas a eficácia de 250 mg de levamisol kg-1 e 5 mg de glicano kg-1 na dieta de tambaquis criados por 60 dias em sistema de tanques-rede e submetidos ao estresse do transporte e 24, 48 e 96 h de recuperação. Os resultados indicaram que as concentrações utilizadas não melhoraram o desempenho zootécnico dos peixes em tanques-rede e não foram eficázes na mitigação dos efeitos adversos do estresse de transporte em juvenis de tambaqui. Entretanto, a espécie demonstra capacidade adaptativa para retornar a homeostase após o período de 24 horas de recuperação pós-transporte.
Abstract: Three studies were held to evaluate levamisol and glucan in diet to improve juvenile tambaqui growth and stress mitigate effect. In the first experiment (Chapter 2), it was determined juvenile tambaqui tolerance to Aeromonas hydrophila (96h-LD50) that ranged in 2,4 x 1011 UFC A. hydrophila mL-1 of saline solution. In the third chapter of this thesis, it was evaluated levamisole and glucan in diet effect on growth and juvenile tambaqui physiological, metabolic and immunological responses to 60% of 96h-LD50 A. hydrophila. The results allowed establishing levamisole and glucan in diet did not interfere on growth and feed conversion rates. Glucan and levamisole did not alter lisozyme activity but they stimulated part of non-specific immune system of juvenile tambaqui. However, they were unable to minimize to artificial bacteria infection. The best results were obtained with levamisole in concentration of 250 and glucan 5mg. In chapter 4, it was evaluated these two (250 and 5 mg) levamisole and glucan concentrations in diets given to juvenile tambaqui stocked in cages during 60 days. It was also evaluated growth and physiological stress responses of fish after transport. The results showed levamisole and glucan were not able to interfere on growth parameters. It was observed alterations on blood, biochemical and immunological parameters immediately after transport and fish recovery after 24 h. Levamisole and glucan could not minimize stress responses.
Palavras-chave: Colossoma macropomum
Tambaqui
Imunoestimulantes
aquacultura
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::AQUICULTURA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: SILVA, Ana Maria Dias da. Efeito dos imunoestimulantes levamisol e glicano nas respostas fisiológicas e no desempenho de juvenis de tambaqui, Colossoma macropomum, (Cuvier, 1817) sob condições de cultivo e transporte. 2011. 139 f. Tese (Doutorado em Ecofisiologia, Ictiologia, Mamíferos aquáticos, Recursos pesqueiros, Aquacultura, Sistemática e Biol) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1505
Data de defesa: 12-Set-2011
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Ana Maria Dias da Silva.pdf991,54 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.