Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1541
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estoque de carbono e nitrogênio em terra preta e terra mulata na reserva biológica do Rio Trombetas, Oriximiná/PA
Autor: Araújo, Cauan Ferreira 
Primeiro orientador: Falcão, Newton Paulo de Souza
Primeiro coorientador: Py-Daniel, Victor,
Resumo: A pesquisa aqui resumida objetiva estimar o estoque de carbono e nitrogênio em manchas de Terra Preta de Índio em função de glebas determinadas por categorias de espessura do horizonte A antrópico. Para este fim foram realizados levantamentos em três sítios na Reserva Biológica do rio Trombetas, região da calha-norte, município de Oriximiná/PA. A distribuição espacial da espessura do horizonte A antrópico em cada mancha foi determinada por meio de sondagens, em grade semiregular de 25m x 25m, e interpolação com o método geoestatístico de interpolação Krigagem ordinária. A amostragem do solo foi realizada em parcelas de 10m x 10m, com três repetições para cada categoria de espessura do horizonte A antrópico, nos incrementos 0-10cm, 10-20cm, 20-50cm, 50-100cm. A relação Carbono total : Nitrogênio total foi determinada por meio de combustão a seco. A Krigagem da espessura do horizonte A antrópico obteve melhores resultados com o modelo téorico exponencial. Demonstrou-se que os três sítios apresentam profundidades máximas semelhantes, indicando possivelmente assentamentos contemporâneos. Os resultados permitem concluir que os sítios possuem estoques de C e N total no primeiro metro de solo superiores aos encontrados nos solos adjacentes imediatos, alcançando médias de 293,37 t C ha-1 e 149,17 t N ha-1, e 219,33 t C ha-1 e 121,30 t N ha-1 em Terra Preta e Terra Mulata, respectivamente. A relação C:N foi significativamente superior nas camadas subsuperficiais de ambos os sítios classificados como Terra Preta, porém não em Terra Mulata. A divisão por glebas tendeu diferenciar a gleba mais espessa em oposição à gleba menos espessa e ao solo adjacente imediato quanto aos estoques de C, N. indicando que ambos os modelos antropogênicos, “lixeira” e ”agrícola”, apresentam comportamentos espaciais associados a núcleos de deposição.
Abstract: The research summarized here aimed to estimate the stock of carbon and nitrogen in patches of Terra preta on function plots determined by thickness categories of anthropogenic A horizon. To this end surveys were conducted at three sites in the Biological Reserve of the Rio Trombetas region trough - north city of Oriximiná/PA. The spatial distribution of anthropogenic A horizon thickness in each spot was determined by polls, semiregular grid of 25m x 25m, and geostatistical interpolation method of ordinary kriging interpolation . Soil sampling was conducted in plots of 10m x 10m, with three replicates for each thickness category of anthropogenic A horizon in increments 0 - 10cm, 10 -20cm, 20 - 50cm, 50 - 100cm. The relationship Carbon total: Total nitrogen was determined by dry combustion. The Kriging thickness anthropogenic A horizon obtained better results with the model Theoretical exponential. It has been demonstrated that the three sites have a depth similar, indicating possibly contemporary settlements. The results indicate that the sites have stocks of C and N in the first meter of soil than those found in soils adjacent immediate, reaching averages of 293.37 t C ha-1 and 149.17 t ha-1 N, and 219, 33 t C ha-1 and 121.30 t ha-1 N in Terra Preta and Terra Mulata, respectively. The C: N ratio was significantly higher in the subsurface layers of both sites classified as Terra Preta, Terra Mulata but not in. Therefore, it is concluded that the terms Terra Preta and Terra Mulata keep distinct anthropogenic processes that result in different subsurface conditions. The division of plots tended to differentiate the plot thickened as opposed to the soil less thick and the ground immediately adjacent to stocks as C, N. both models indicating that anthropogenic "bin" and "farm" to show behaviors associated spatial deposition nuclei.
Palavras-chave: Terra Preta
Estoque de Carbono
Geoestatística
Área(s) do CNPq: CIENCIA DO SOLO::FISICA DO SOLO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Agricultura no Trópico Úmido (ATU)
Citação: ARAÚJO, Cauan Ferreira. Estoque de carbono e nitrogênio em terra preta e terra mulata na reserva biológica do Rio Trombetas, Oriximiná/PA. 2014. x, 80 f. Tese (Agricultura no Trópico Úmido (ATU)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1541
Data de defesa: 25-Nov-2014
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cauan_Dissertação_TerraPreta_FINAL.pdf2,38 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.