Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1544
Tipo do documento: Dissertação
Título: Diversidade, padrões de distribuição e esforço de coleta de borboletas frugívoras em floresta ombrófila densa da Amazônia, Manaus, Brasil
Autor: Graça, Márlon Breno Costa Santos da 
Primeiro orientador: Morais, José Wellington de
Primeiro coorientador: Chilson, Elizabeth Franklin
Resumo: Padrões ecológicos espaciais e temporais dos organismos são informações biológicas essenciais para tomada de decisões sobre políticas de conservação e uso da terra. Muitos grupos têm sido usados como modelos para geração de tais padrões por serem considerados bioindicadores, dentre eles as borboletas. Em particular, as borboletas frugívoras são populares devido à facilidade de amostragem e identificação. Todavia, apesar do método de coleta permitir amostragens simultâneas e padronizadas, parte do delineamento ainda parece não ser consenso na comunidade científica: o tempo de amostragem. Dessa forma, os capítulos que seguem abordam duas questões: (1) que fatores ambientais influenciam a distribuição espacial de borboletas frugívoras? e (2) baseado em esquemas de amostragem, qual é o período de coleta suficiente para capturar as informações biológicas sobre a comunidade de borboletas frugívoras? De Junho a Agosto de 2013, foram realizadas coletas na Reserva Ducke, Manaus, Amazonas, utilizando armadilhas e rede entomológica. As relações com variáveis ambientais foram testadas através de regressões múltiplas entre o primeiro eixo de ordenação da comunidade de borboletas frugívoras e quatro potenciais preditores: composição de plantas, massa seca de serrapilheira, porcentagem de fósforo na serrapilheira e inclinação do terreno. A suficiência amostral foi avaliada através do teste de Mantel, quando foi comparada a similaridade na composição de espécies entre o esforço máximo (quatro visitas por parcela) e esforços reduzidos (três, duas e uma visita, em dias intercalados). Através de regressões múltiplas, foi verificado se os esforços reduzidos retêm os padrões ecológicos do esforço original. Foram coletadas 401 de borboletas frugívoras pertencentes a 41 espécies. Os melhores preditores para mudanças na composição da comunidade de borboletas foram composição vegetal e massa seca de serrapilheira. Essas duas variáveis, e mais a inclinação do terreno, também determinam a distribuição de borboletas com base no tamanho corporal. O teste de Mantel mostrou que um esquema com três visitas em cada parcela é suficiente para capturar composição de espécies similar e ainda refletir os padrões ecológicos observados com esforço máximo. Adicionalmente, caso o projeto não demande informações taxonômicas completas, mesmo o esquema com duas visitas é viável. Foi evidenciado que a retirada de singletons não prejudica a resposta da comunidade frente às variáveis ambientais, significando que o padrão é dirigido por espécies comuns. As associações entre as borboletas e informações ambientais mostraram como as populações reagem frente a alterações ambientais. Em adição, a redução do esforço amostral permitirá que recursos sejam usados de maneira mais eficiente. Ambas as conclusões direcionam para um propósito em comum: subsidiar a prática da conservação da biodiversidade.
Abstract: Spatial and temporal ecological patterns of the organisms are essential biological data for decision involving conservation politics and land management. Plenty of groups have been used as models to generate such patterns for being considered as bioindicators. Among them, there are the butterflies. In particular, fruit-feeding butterflies are very popular insects, due to their facility in sampling and identification. However, even though the use of traps allows a simultaneous and standardized sampling, part of the sampling design do not seem to have reached a consensus among studies: the sampling period. In this light, each of the two following chapters addresses a different question: (1) which environmental factors influence the spatial distribution of fruit-feeding butterflies? and (2) based on sampling schemes, what is the sufficient sampling period to capture biological information about fruit-feeding butterfly community? The study was carried in Reserva Ducke, Manaus, Amazonas from June to August 2013 and butterflies were collected using both hand net and bait traps. Relationships with environmental variables were investigated by running multiples regressions between the first ordination axis of the butterfly species composition and four potential predictors: vegetation species composition, dry litter mass, litter phosphorus content and terrain slope. Sampling sufficiency was assessed by Mantel tests, when we compared species composition similarity between the maximum effort (four-visit scheme) and the reduced efforts (three-, two- and one-visit schemes). We also ran multiple regressions in order to test whether the reduced efforts could reflect the ecological patterns observed in the maximum one. We collected 401 butterflies belonging to 41 species. The best set of predictors showed by multiple regressions was the combination of vegetation species composition and dry litter mass. These two variables and terrain slope determined the spatial distribution of fruit-feeding butterflies based on body size. According to Mantel tests, the three-visit scheme is enough to capture similar species composition e still reflect the ecological patterns found with the four-visit scheme. In the event the project does not demand a full taxonomic list, even the two-visit scheme is viable. It was also exposed that the removal of unique species does not affect the ecological response of the community, since the patterns are being driven by the common species. The associations between butterflies and the environment show how populations react against habitat change. In addition, the reduction in sampling effort enables project resources to be used more efficiently. Both conclusions head to a common goal: to support biodiversity conservation.
Palavras-chave: Ecologia de Comunidades
Composição de espécies
Borboletas
Área(s) do CNPq: ZOOLOGIA APLICADA::CONSERVACAO DAS ESPECIES ANIMAIS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: GRAÇA, Márlon Breno Costa Santos da. Diversidade, padrões de distribuição e esforço de coleta de borboletas frugívoras em floresta ombrófila densa da Amazônia, Manaus, Brasil. Manaus: [s.n.], 2014. xii, 52 f.. Dissertação (Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1544
Data de defesa: 17-Mar-2014
Aparece nas coleções:Mestrado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Graça_FINAL.pdf1,13 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.