Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1587
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAssahira, Cyro-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5303028785796153por
dc.contributor.advisor1Schöngart, Jochen-
dc.date.accessioned2015-05-25T19:35:21Z-
dc.date.issued2014-05-23-
dc.identifier.citationASSAHIRA, Cyro. A relação entre a usina hidroelétrica de Balbina e a morte de árvores de Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. (Fabaceae) nas florestas alagáveis a jusante do Rio Uatumã, Amazônia Central. Manaus: [s.n.], 2014. 61 f.. Dissertação (Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1587-
dc.description.resumoNa Amazônia, ao longo de seus grandes rios e tributários, o pulso de inundação monomodal é o principal fator responsável pela produtividade e condução dos processos ecológicos. As árvores respondem a condições desfavoráveis de crescimento durante a fase de inundação através da dormência cambial, resultando na formação de anéis de crescimento. A espécie arbórea Macrolobium acaciifolium é adaptada a prolongados períodos de inundação, possui ampla ocorrência nas áreas alagáveis da Amazônia e é comprovadamente apta para estudos dendrocronológicos. Observa-se uma grande quantidade de indivíduos mortos de M. acaciifolium e de diversas outras espécies nas cotas topográficas baixas a jusante da barragem da Usina Hidrelétrica (UHE) de Balbina, localizada no Rio Uatumã na Amazônia Central. O presente estudo buscou relacionar mudanças no regime de inundação desencadeadas pela UHE com o ano da morte dos indivíduos de M. acaciifolium, o que foi feito através de estudos dendrocronológicos, datação por radiocarbono (14C) e dados hidrológicos (séries históricas de inundação). Após a implementação da UHE, foi verificado a diminuição do pulso de inundação, o aumento do nível médio do rio, o aumento nas variações diárias do nível do rio e a supressão da fase terrestre por anos seguidos. Para a datação do ano da morte foi realizada a interdatação entre cada indivíduo morto (n = 17) e uma cronologia (referência) com indivíduos vivos (n = 37), que estendeu-se de 1638 a 2012 e mostrou-se significativamente datada ao ser comparada com séries temporais de medições instrumentalizadas do Porto de Manaus (r = 0,49; p<0,0001). Ao longo de 100 km a jusante da barragem, foram coletados 17 indivíduos mortos, apresentando em média de 123,35 ± 57,64 anéis, diâmetro à altura do peito (DAP) médio de 71,56 ± 29,83 cm (mínimo: 35,1 - máximo: 127,7) e taxa de incremento radial (TIR) médio de 1,9 ± 1,1 cm. As datações através da dendrocronologia coincidiram com 87,5% dos resultados obtidos por 14C, e quando não houve coincidência o desvio foi de apenas 1 ano. As mortes ocorreram até duas décadas após a implementação da UHE e ocorreram no período em que houve anos consecutivos de supressão da fase terrestre. Esses impactos ao longo do tempo devem ter grandes implicações em toda a floresta de igapó, e possivelmente são semelhantes em outras hidrelétricas em áreas alagáveis tropicais. A aplicação da dendrocronologia utilizada no estudo é inédita nas florestas tropicais, podendo se estender para outros distúrbios ambientais que afetam o desenvolvimento de espécies arbóreas.por
dc.description.abstractThe monomodal flood pulse is the principal driving force in the Amazonian river floodplain systems, triggering productivity and interactions of the ecological processes of its species-rich biota. Trees respond to the long-term and predictable annual flooding by morpho-anatomical and physiological adaptations leading to cambial dormancy and the formation of annual tree rings in the wood. Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. (Fabaceae) occurs over a wide geographical range of the Amazonian floodplains especially at the lower topographies. This species reaches ages of up to 500 years and forms regular and annual tree rings. At the lower topographies of the black-water floodplains (igapó) of the Uatumã River in Central Amazonia, downstream of the hydroelectric power plant of Balbina, huge populations of dead trees from this and other species have been observed. In this study, dendrochronological methods and radiocarbon dating (14C) were applied to date the year of death of trees from Macrolobium and relate the mortality to changes in the hydrological regime. Comparing the hydrological data of the Uatumã River downstream the Balbina dam, before and after its implementation, we observed a significant increase of the mean water level and a pronounced decrease of the duration of the terrestrial phase for the lower topographies. A chronology spanning the period 1638-2012 from living trees of M. acaciifolium (n = 37) of the Uatumã River floodplains was established comprising the period from 1638 to 2012 which is significantly correlated with the duration of the terrestrial phase calculated by water level data from the Port of Manaus comprising the period 1903-2012 (r = 0.49, p<0.0001). We sampled entire cross sections of 17 dead trees of M. acaciifolium, which still had the presence of the bark in the Uatumã River floodplains with a mean diameter of 71.56 ± 29.83 cm. The ring width of the carefully prepared stem disks was measured and the individual tree-ring series were cross-dated with the exactly dated tree-ring chronology (reference curve). To validate the dating of the trees we isolated the outermost ring to perform radiocarbon dating. The dendrocronological and 14C dating matched in 87.5% of the cases, and in 12.5%, the deviation in the dating was about only one year. All trees died in periods of inundations during consecutive years, up to two decades after the implementation of the hydroelectric dam. Possibly those impacts may be similar among other hydroelectric projects in the Amazonian floodplains. The application of dendrochronology used in this study is unique for tropical forests and may be a useful tool to study the impact of natural and anthropogenic disturbances in tropical forests affecting its structure, dynamic and functioning.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2015-05-25T19:35:21Z No. of bitstreams: 1 Cyro_Assahira_dissertação_mestrado(final).pdf: 3390692 bytes, checksum: 751fb28afb0278c0e48e37a4189085b1 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-05-25T19:35:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Cyro_Assahira_dissertação_mestrado(final).pdf: 3390692 bytes, checksum: 751fb28afb0278c0e48e37a4189085b1 (MD5) Previous issue date: 2014-05-23eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programCiências Biológicas (Botânica)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectUsinas hidrelétricaspor
dc.subjectImpactos ambientaispor
dc.subjectFlorestas de igapópor
dc.subject.cnpqGEOLOGIA::GEOLOGIA AMBIENTALpor
dc.titleA relação entre a usina hidroelétrica de Balbina e a morte de árvores de Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. (Fabaceae) nas florestas alagáveis a jusante do Rio Uatumã, Amazônia Centralpor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Cyro_Assahira_dissertação_mestrado(final).pdf3,31 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.