Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1591
Tipo do documento: Dissertação
Título: Biologia reprodutiva e polinização de quatro espécies de Orchidaceae em uma campina e campinarana da Amazônia Central
Autor: Krahl, Amauri Herbert 
Primeiro orientador: Webber, Antônio Carlos
Resumo: No geral, Orchidaceae possui uma grande especialização floral garantindo uma ampla especialização quanto à polinização. Suas espécies são polinizadas por uma grande variedade de insetos, principalmente da Ordem Hymenoptera, e em menor número por beija-flores e até por ratos. Na Amazônia brasileira são poucos os estudos referentes à polinização, sendo desta forma contempladas poucas espécies. O objetivo desse trabalho foi descrever a biologia floral e o mecanismo de polinização de quatro espécies de Orchidaceae ocorrentes em campina e campinarana da Reserva Biológica de Campina do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). O acompanhamento da fenologia da floração foi feito entre setembro de 2011 e fevereiro de 2013. Procedeu-se a caracterização morfológica das espécies, identificação de estruturas que oferecem recursos florais, áreas de reflexão de luz ultravioleta e a verificação da produção de odores. A biologia floral, o mecanismo de polinização e os visitantes florais foram registrados por meio de observações focais em campo. A eficiência dos polinizadores foi elucidada por meio da taxa de remoção e deposição de polinários. O sistema reprodutivo foi testado por meio de polinizações controladas (polinização cruzada, autopolinização manual, emasculação, autopolinização espontânea) e polinização aberta. Encyclia mapuerae possui osmóforos localizados entre os lobos laterais, é polinizada por engodo por fêmeas de Centris varia e possui uma série de outros insetos como visitantes florais que apenas removem o polinário. É autocompatível e possui uma taxa de frutificação de 6,90%. Heterotaxis superflua apresenta osmóforos nas pétalas e sépalas, o seu polinizador é Trigona williana que coleta uma substância secretada pela calosidade do labelo. É autocompatível e possui uma taxa de frutificação natural de 51,28%. Camaridium ochroleucum apresenta grande quantidade de osmóforos localizados no labelo e oferece tricomas alimentícios aos seus polinizadores que são Melipona illustris e Trigona fulviventris. Mostrou-se autoincompatível e possui uma taxa de frutificação natural de 8,16%. Tem também como visitantes e pilhadores de pólen as espécies Tetragona handlirschii e Apidae1. Ornihidium rigidum é polinizada por Polybia bistriata e sua população corre certo risco uma vez que não foi observada a formação de frutos em meio natural devido ao fato de formigas cortadeiras inviabilizarem quase que 100% das flores.
Abstract: Orchidaceae has a large floral specialization ensuring a broad specialization regarding pollination. Their species are pollinated by a variety of insects, especially of the Order Hymenoptera, and some by hummingbirds. There are few studies In the Brazilian Amazon of the pollination. The aim of this study was to describe the floral biology and pollination mechanism of four species of Orchidaceae occurring in the Reserva Biológica de Campina do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Their flowering phenology was monitored between September 2011 and February 2013. Morphological studies were made of the structures that offer floral resources, such as ultraviolet light reflecting areas and structures producing odors. The floral biology, the mechanism of pollination and flower visitors were recorded during field observations. The efficiency of pollination was calculated from the rate of removal and deposition of pollinia. The reproductive system was tested through controlled pollination (cross-pollination, hand pollination, emasculation, spontaneous self pollination) and open pollination. Encyclia mapuerae has osmophores located between the lateral lobes, and is pollinated by deceit by female Centris varia while a number of other flower visiting insects only remove pollinarium. It is self-compatible and has a fruiting rate of 6.90%. Heterotaxis superflua has osmophores on the petals and sepals, it is pollinated by Trigona willeana while collecting is a substance secreted on the callus of the lip. It is self-compatible and has a natural fruit set of 51.28%. Camaridium ochroleucum has many osmophores on the lip and offers food for its pollinators, Melipona illustris and Trigona fulviventris, in the form of trichome. It is self-incompatible and has a natural fruting rate of 8.16%. Other visitors, Tetragona handlirschii and Apidae 1, were pollen thieves. Ornihidium rigidum is pollinated by Polybia bistriata and its population might be at risk since fruit formation did not occur in the wild due to the fact ants removed almost 100% of the flowers
Palavras-chave: Orchidaceae
Orquídeas
Polinização
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Botânica)
Citação: KRAHL, Amauri Herbert. Biologia reprodutiva e polinização de quatro espécies de Orchidaceae em uma campina e campinarana da Amazônia Central. Manau: [s.n.], 2013. xiv, 146p. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1591
Data de defesa: 29-Mai-2013
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Amauri Herbert Krahl.pdf3,09 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.