Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1598
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSodré, Jefferson Gomes-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7995742553448820por
dc.contributor.advisor1Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio-
dc.date.accessioned2015-05-26T16:21:00Z-
dc.date.issued2014-06-26-
dc.identifier.citationSODRÉ, Jefferson Gomes. Interações comportamentais e relações predador-presa entre Erythrinus erythrinus (Bloch & Schneider, 1801) e Rivulus micropus (Steindachner, 1863) na Amazônia Central brasileira. Manaus: [s.n.], 2014. xvi, 84p. Dissertação( Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1598-
dc.description.resumoMimetismo representa um exemplo de evolução convergente. A similaridade de um predador com sua presa pode envolver um caso de mimetismo agressivo, vulgarmente conhecido pela metáfora “lobo em pele de cordeiro”, e é conhecida para diversas espécies de peixes. Devido às semelhanças morfológicas notáveis entre duas espécies simpátricas de peixes, o presente estudo avaliou a hipótese de mimetismo agressivo entre um predador (Erythrinus erythrinus) e uma das suas presas (Rivulus micropus), que são comumente encontrados em pequenos igarapés de terra-firme e em poças temporárias na Amazônia central. Mais especificamente, o jovem E. erythrinus possui uma macha caudal semelhante à das fêmeas de R. micropus. Para a consecução dos objetivos foram utilizados diferentes métodos de amostragem, coletas de campo, experimentos de campo e experimentos laboratoriais. As amostragens de campo foram feitas na Reserva Florestal Adolpho Ducke localizada em (Manaus, Amazonas), onde foram realizadas as coletas dos peixes, registrado o tamanho, o sexo, e a abundância dessas duas espécies, bem como características físicas e químicas dos ambientes de poças. Esse estudo de campo buscou verificar se a presença de um predador potencial (E. erythrinus) influencia a estrutura populacional e razão sexual de Rivulus micropus (uma presa potencial) nas poças. Nos experimentos de campo foi avaliado o comportamento de saltar de R. micropus (entre poças próximas) como uma resposta à presença de predadores ou outros coespecíficos (machos e fêmeas). Foram montados conjuntos de seis poças artificiais para medir as distâncias percorridas por cada indivíduo por entre elas. Experimentos laboratoriais foram realizados a fim de verificar as reações de machos e fêmeas de R. micropus à presença de coespecifico do mesmo sexo ou do sexo oposto, e do predador E. erythrinus. Nas amostragens de campo, foi observado que o suposto mímico agressivo (E. erythrinus) apresenta abundância muito menor do que a da espécie modelo e presa potencial (R. micropus). A razão sexual de R. micropus não diferiu de 1:1. Foram detectadas diferenças na distância percorrida por machos e fêmeas de R. micropus em diferentes condições de coocorrência. Os machos R. micropus saltaram significativamente menos na presença de fêmeas, e significativamente mais na presença de jovens E. erythrinus quando comparados a machos e fêmeas isolados. Nos experimentos em laboratório foi observado que E. erythrinus não apresentou preferência por investir sobre machos ou fêmeas de R. micropus. No entanto, machos apresentaram comportamento de cortejo às fêmeas da própria espécie e aos jovens de E. erythrinus. Sendo assim, machos de R. micropus falham em distinguir fêmeas e predador, viii podendo ser enganados pelo padrão de coloração e comportamento de seu hipotético mímico agressivo E. erythrinus. Esse conjunto de resultados, juntamente com observações naturalísticas de comportamento dos animais, corrobora a hipótese de mimetismo agressivo entre E. erythrinus e R. micropus. No entanto, não foram encontradas evidências de que os machos sofram mais com a predação por E. erythrinus do que as fêmeas, como originalmente proposto para Rivulus agilae. O alcance geográfico de E. erythrinus coincide com várias espécies dimórficas e morfologicamente semelhantes de Rivulus, e é possível que esta relação mimética também ocorra para essas outras espécies.por
dc.description.abstractMimicry is an example of convergent evolution. Aggressive mimicry is a convergence in morphological similarity between a predator and its prey, commonly known by the metaphor of the "wolf in sheep's clothing". This kind of mimicry has been reported for several species of fish. Due to a striking morphological similarity between two sympatric species of fish, the present study assessed the hypothesis of aggressive mimicry between two species of fish, a predator (Erythrinus erythrinus) and one of its prey (Rivulus micropus), which are commonly found in small terra-firme streams and temporary nearby ponds in central Amazonia. More specifically, young E. erythrinus has caudal spot that resembles females of R. micropus. In order to conduct this investigation, I gathered data from different sampling methods: field collections, field experiments and laboratorial experiments. Field collections were conducted in the Adolpho Ducke Forest Reserve (Manaus, Amazonas). I recorded size, sex, and abundance of these two species, as well as physical and chemical characteristics of the temporary ponds where they were found. Therefore, I assessed whether the presence of E. erythrinus influences population structure and sex ratio of Rivulus micropus in the temporary ponds near streams. Field experiment was designed to evaluate the movements of R. micropus (though jumping among the nearby ponds) as a response to the presence of predators or other coespecifics (males and females). I set six artificial nearby ponds and measured the distances covered by each individual across them.Laboratorial experiments were conducted in order to verify the reactions of males and females of R. micropus to the presence of coespecifics of the same sex or opposite sex, and to an E. erythrinus predator. As expected, I detected a lower abundance of E. erythrinus in relation to R. micropus. The sex ratio of R. micropus did not differ from 1:1. I detected a difference in the distance covered by males and females of R. micropus in different conditions of co-occurrence. Males R. micropus moved significantly less in the presence of females, and significantly more in the presence of young E. erythrinus when compared to control groups (isolated males and females). In laboratory experiments I found that E. erythrinus showed no predatory preference towards males or females of R. micropus. Moreover, males showed courtship behavior towards both females of their own species and young of E. erythrinus. Thus, males of R. micropus fail in distinguishing females from its predator on the base of color and behavior of its hypothetical aggressive mimic. This set of results, along with naturalistic observations, supports the hypothesis of aggressive mimicry between E. erythrinus and R. micropus. However, despite of x the closer similarity between females and its aggressive mimic, I found no evidence that one of the sexes would suffer more from predation. Because the geographical range of E. erythrinus overlaps with several dimorphic and morphologically similar species of Rivulus, it is also likely that this mimetic relationship also occur for those species.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Gisele Nagai (giselenagai@gmail.com) on 2015-05-26T16:21:00Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_ Jefferson Gomes Sodré.pdf: 1594572 bytes, checksum: ad42d680bceca689f42ac7060340f7b3 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-05-26T16:21:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_ Jefferson Gomes Sodré.pdf: 1594572 bytes, checksum: ad42d680bceca689f42ac7060340f7b3 (MD5) Previous issue date: 2014-06-26eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programBiologia de Água Doce e Pesca Interiorpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectHistória naturalpor
dc.subjectInterações comportamentaispor
dc.subjectMimetismo agressivopor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERALpor
dc.titleInterações comportamentais e relações predador-presa entre Erythrinus erythrinus (Bloch & Schneider, 1801) e Rivulus micropus (Steindachner, 1863) na Amazônia Central brasileirapor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Jefferson Gomes Sodré.pdf1,56 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.