Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1605
Tipo do documento: Dissertação
Título: Padrões de regeneração arbórea em mosaicos agrícolas do sudeste do Pará
Autor: Gonçalves, Igor do Vale 
Primeiro orientador: Nelson, Bruce Walker
Primeiro coorientador: Miranda, Izildinha Souza
Resumo: Este estudo busca descrever e analisar os padrões de regeneração arbórea em três diferentes mosaicos agrícolas da Amazônia Oriental, a fim de verificar a influência dos tipos de uso da terra sobre a regeneração. As seguintes perguntas foram levantadas: Os padrões de regeneração sofrem influência dos diferentes tipos de uso da terra? A influência dos tipos de uso da terra sobre a regeneração varia de acordo com a escala utilizada? Existe relação entre as características edáficas e a regeneração arbórea? Os padrões de regeneração sofrem influência dos diferentes mosaicos agrícolas? O estudo foi realizado em três áreas de pequenos produtores familiares nos assentamentos de Maçaranduba, Travessão 338-S e Palmares II, localizados no sudeste do Estado do Pará, região do arco do desmatamento. A regeneração foi inventariada em 45 pontos amostrais em cada área, totalizando 135 pontos amostrais. Dez parcelas de 1 x 1 m foram distribuídas regularmente em cada ponto amostral para inventariar as plântulas arbóreas com 10 cm < altura < 200 cm (regeneração). Em cada um dos 135 pontos amostrais foram coletadas amostras de solo onde quatorzes variáveis edáficas foram analisadas. Os mosaicos agrícolas mostraram boa capacidade de conservação da biodiversidade arbórea, evidenciada principalmente pela alta heterogeneidade de espécies encontradas entre os tipos de uso. Na maioria dos tipos de uso, as espécies florestais apresentaram maior número de espécies, inclusive nos tipos de usos cultivados, fato que mostra uma importante capacidade de conservação das espécies florestais desses ambientes abertos. A floresta queimada de Palmares II teve o maior número de plântulas pioneiras entre as florestas. A análise de componentes principais (ACP) mostrou que os tipos de uso da terra tiveram influência sobre as características edáficas e a estrutura e composição florística da regeneração arbórea nos mosaicos de Maçaranduba e Palmares II, no entanto essa influência não foi evidenciada no Travessão 338-S. Este resultado demonstra que a influência dos tipos de uso sobre a regeneração arbórea depende de uma mesoescala, onde a composição de cada mosaico, estabelecida a partir de diferentes abordagens de manejo, vai interferir nos padrões de regeneração. A resposta obtida no Travessão 338-S, onde a estrutura e composição florística, além das características edáficas, não responderam aos tipos de uso da terra, foi devido a maior cobertura das áreas florestais no mosaico, as quais ocuparam 51% da área total inventariada. Essa porcentagem diminui para 24 e 33% em Maçaranduba e Palmares II, respectivamente. Esses diferentes níveis de cobertura florestal pode nos auxiliar na definição do tamanho de áreas de proteção florestal necessárias para a manutenção do potencial da regeneração arbórea nos mosaicos agrícolas. O Travessão 338-S também apresentou o maior número de espécies entre os mosaicos, associado à maior diversidade de tipos de usos e a presença do plantio de cacau, que apresentou uma densidade da regeneração semelhante às florestas. Em Maçaranduba e Palmares II, houve diferenças entre os ambientes florestais e os cultivados, evidenciadas pelas diferenças quanto ao número de espécies e indivíduos entre os tipos de uso. Houve ainda distinção entre as florestas, associada aos diferentes distúrbios sofridos em cada área. O preparo de área com fogo provavelmente foi fator determinante para as diferenças edáficas nas áreas de cultivo, principalmente nos mosaicos agrícolas de Maçaranduba e Palmares II, os quais sofreram influência dos tipos de uso da terra e afetaram indiretamente a regeneração.
Abstract: This study aims to describe and analyze patterns of tree regeneration in three different agricultural mosaics of the eastern Amazon, in order to check the influence of the types of land use on regeneration. The following questions were raised: Are the floristic structure and composition of regenerating trees affected by the various land-use types applied in the agricultural mosaics? Can the effect of land-use types on tree-regeneration vary according to the used scale? Is there a relationship between soil characteristics and tree-regeneration? Do tree-regeneration patterns respond similarly to distinct agricultural mosaics? The study was conducted in three areas of small family farmers in the settlements of Maçaranduba , Travessão 338-S and Palmares II, located in the southeast of Pará State, region of the arc of deforestation. The regeneration was inventoried at 45 sampling points in each farm, totaling 135 sampling points. Plots of 1 x 1m 0 x 50 m (500 m²) were distributed regularly in each sampling point to inventory tree seedlings with 10 cm < height < 200 cm. In each sampling point soil samples were also collected to analyze fourteen soil variables. Agricultural mosaics showed good ability to conserve biodiversity of trees, primarily evidenced by the high diversity of species found between the types of use. In most types of land use, forest species showed a higher number of species, including the cultivated areas, a fact that shows a significant capacity for the conservation of forest species in such open environments. The burned forest of Palmares II had the highest number of pioneer seedlings between the forests. The principal component analysis (PCA) showed that the types of land use had influence on the soil characteristics and on the structure and floristic composition of tree regeneration in the mosaics of Maçaranduba and Palmares II, however this effect was not seen in the Travessão 338-S. This result demonstrates that the influence of the type of use for tree regeneration depends of a mesoscale, where the composition of each mosaic, established from different management approaches, will interfere in the patterns of regeneration. The response obtained in Traverse 338-S, where the structure and floristic composition, in addition to soil characteristics, did not respond to the types of land use, was due to increased coverage of forest areas in the mosaic, which occupied 51% of the total area inventoried. This percentage decreased to 24 and 33% in Maçaranduba and Palmares II, respectively. These different levels of forest cover can assist us in defining the size of areas of forest protection necessary for the maintenance of the potential of tree regeneration in agricultural mosaics. The Travessão 338-S also had the highest number of species among the mosaics, associated with the greater diversity of types of uses and the presence of cacao cultivation, which had a regenerating density similar to the forests. In Maçaranduba and Palmares II, there were differences between forest and cultivated environments, evidenced by differences in the number of species and individuals between the types of use. There was further distinction between forests, associated with the different disturbs suffered in each area. The preparation of the area for cultive with fire was probably decisive for differences in soil between the type of land use, mainly in the agricultural mosaics of Maçaranduba and Palmares II, which were influenced by the types of land use and affected indirectly the regeneration.
Palavras-chave: Manejo Florestal
Mesoescala
Regeneração arbórea
Área(s) do CNPq: SILVICULTURA::FLORESTAMENTO E REFLORESTAMENTO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: GONÇALVES, Igor do Vale. Padrões de regeneração arbórea em mosaicos agrícolas do sudeste do Pará. Manaus: [s.n.], 2014. vii, 42 f.. Dissertação (Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1605
Data de defesa: 18-Fev-2014
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Igor do Vale Gonçalves.pdf1,01 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.