Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1639
Tipo do documento: Tese
Título: Exploração de recursos tróficos por Melipona (Michmelia) seminigra merrillae Cockerell, 1919 e Melipona (Melikerria) interrupta Latreille, 1811 (Apidae: Meliponini) criadas em meliponários na Amazônia Central
Autor: Ferreira, Marcos Gonçalves 
Primeiro orientador: Absy, Maria Lúcia
Resumo: Foram identificados os recursos tróficos explorados por Melipona (Michmelia) seminigra merrillae Cockerell, 1919 e Melipona (Melikerria) interrupta Latreille, 1811 (Apidae: Meliponini) criadas em meliponários na Amazônia Central. As amostras foram coletadas em três locais distintos: meliponário da Aldenora Lima de Queiroz, localizado em área de várzea em Manaus; meliponário da Maria do Socorro B. Antella, em terra-firme, localizado na AM-010, Km 37 em Manaus e meliponário da Ana Margareth Pereira, localizado no sítio Santana as margens do Rio Solimões em Manacapuru-AM. Em área de várzea em Manaus, foram obtidas amostras de cargas polínicas e méis de operárias de M. seminigra merrillae e M. interrupta durante o período de novembro/11 a outubro/12. Foram registrados 103 tipos polínicos distribuídos em 36 famílias botânicas. Dentre tais tipos, 33 foram verificados exclusivamente nas amostras de pólen corbicular, 36 tipos nas amostras de méis e 34 tipos comuns em ambos os produtos. As famílias mais importantes nesse estudo em área de várzea foram: Fabaceae, Melastomataceae, Myrtaceae e Solanaceae. Os altos valores para os índices de sobreposição, em função das grandes proporções destacadas por grafos de interações, indicam uma preferência em comum por grupo de recursos considerados “chaves” para a manutenção das colônias. Em contrapartida, em área de terra firme, para fins de comparação, foram coletadas amostras de cargas polínicas e méis de operárias de M. interrupta, durante o período de janeiro/12 a dezembro/12. Foram identificados no total, 28 tipos polínicos, distribuídos em 16 famílias botânicas, sendo apenas oito tipos exclusivos nas amostras corbiculares, 12 nas amostras de méis e oito tipos comuns em ambos os materiais. As principais famílias botânicas registradas nesse estudo foram: Arecaceae, Fabaceae/Mimosoideae, Melastomataceae e Solanaceae. Os baixos índices de diversidade de tipos polínicos mostram uma deficiência quanto à disponibilidade e densidade de recursos em ambiente de terra-firme, quando comparado com o ambiente de várzea para a mesma abelha. Em estudo realizado em outra área de várzea às margens do Rio Solimões, em Manacapuru- AM, foi aplicado um protocolo adaptado para coleta e processamento de amostras de resíduo pós emergência de M. interrupta. Foram estudadas dez amostras e determinados 32 tipos polínicos, distribuídos em 19 famílias botânicas, sendo as famílias Fabaceae/Mimosoideae e Melastomataceae as mais representativas. Além da viabilidade desse estudo em amostras de resíduo pós-emergência, foi possível observar, também, que grãos de pólen de Mimosa pudica ainda apresentavam conteúdo interno, o que sugere que devido ao seu tamanho (muito pequeno) podem não ter sido consumidos pelas larvas, apesar de serem intensamente explorados pelas operárias. A partir desses resultados, consideramos que a pastagem meliponícola em ambiente de várzea, apresenta melhores condições tróficas para a manutenção e criação dessas abelhas.
Abstract: Trophic resources exploited by Melipona (Michmelia) seminigra merrillae Cockerell, 1919 and Melipona (Melikerria) interrupta Latreille, 1811 (Apidae: Meliponini) reared in the Central Amazon were determined. Samples were collected in three different local: meliponary of Aldenora Queiroz Lima, located in the várzea area of Manaus; meliponary of Maria do Socorro B. Antella, on terra firme area, located on the AM-010, Km 37 of Manaus and meliponary of Ana Margareth Pereira, located in the Santana farm in the banks of the Solimões River, Manacapuru-AM. In the várzea area of Manaus, samples of pollen loads and honey of workers of M. seminigra merrillae and M. interrupta were obtained during the period from november/11 to october/12. A total of 103 pollen types were recorded, distributed among 36 botanical families, among which, 33 pollen types were exclusively observed in the corbicular pollen samples, 36 types in the honey samples and 34 common types in both bee products. In this study, the most important plant families in the várzea area were: Fabaceae, Melastomataceae, Myrtaceae and Solanaceae. The high values for the overlapping index due to large proportions highlighted by interactions graphs indicate a common preference by resource groups considered "keys" to maintaining the colonies. On the other hand, in the terra firme area, for purposes of comparison, pollen loads and honey samples of workers of M. interrupta were collected during the period from january/12 to december/12. A total of 28 pollen types were identified, distributed in 16 botanical families, being only eight exclusive types in corbicular samples, 12 in honey samples and eight common types in both products. The results of pollen analysis in this study indicate that the most representative families were: Arecaceae, Fabaceae/Mimosoideae, Melastomataceae and Solanaceae. The low values of diversity of pollen types show a deficiency in the availability and density of resources in terra firme environment when compared to the várzea environment for the same studied bee. In a studies carried out in another várzea area on the banks of the Solimões River Manacapuru- AM, an adapted protocol for collecting and processing samples of residue post-emergence of M. interrupta was applied. A total of 10 samples were studied and 32 pollen types were determined, distributed among 19 botanical families being the Fabaceae/Mimosoideae and Melastomataceae the most representative families. In addition to the viability of this study on samples from post-emergence residue, was possible to observe that Mimosa pudica pollen grains still had the inner content, which suggests that due to their size (too small) may not be consumed by the larvae despite being intensively exploited by the workers. From these results, we consider what pasture of stingless bee in the várzea environment, presents better trophic conditions for the creation and maintenance of these species.
Palavras-chave: Meliponini
Meliponicultura
Pólen
Área(s) do CNPq: ZOOLOGIA::ZOOLOGIA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências Biológicas (Entomologia)
Citação: FERREIRA, Marcos Gonçalves. Exploração de recursos tróficos por Melipona (Michmelia) seminigra merrillae Cockerell, 1919 e Melipona (Melikerria) interrupta Latreille, 1811 (Apidae: Meliponini) criadas em meliponários na Amazônia Central. Manaus: [s.n.], 2014. xix, 140 f. . Tese (Ciências Biológicas (Entomologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1639
Data de defesa: 7-Ago-2014
Aparece nas coleções:Doutorado - ENT

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.