Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1646
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAmmann, Stefan-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4419491557490475por
dc.contributor.advisor1Hopkins, Michael John Gilbert-
dc.contributor.advisor-co1Scudeller, Veridiana Vizoni-
dc.contributor.advisor-co2Milliken, William-
dc.date.accessioned2015-05-29T14:54:17Z-
dc.date.issued2014-10-01-
dc.identifier.citationAMMANN, Stefan. Etnobotânica de árvores e palmeiras em três comunidades ribeirinhas do rio Jauaperi, na divisa entre Roraima e Amazonas. Manaus: [s. n.], 2013. 82 f. Dissertação( Ciências Biológicas (Botânica)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1646-
dc.description.resumoEste estudo investiga o conhecimento e o uso de árvores e palmeiras em quatro trilhas utilizadas pelos moradores das comunidades Gaspar, Itaquera e Xixuaú, localizadas nas margens do rio Jauaperi, na divisa de Novo Airão (AM) e Rorainópolis (RR). Foram realizadas 48 entrevistas independentes, na forma de turnê guiada, com a aplicação de um questionário estruturado totalizando 50 dias em campo entre os meses de julho e outubro de 2012. O estímulo que norteou o estudo foi apresentar árvores e palmeiras previamente marcadas aos participantes da pesquisa, e a pergunta que o guiou foi: “O(A) senhor(a) conhece esse vegetal/planta?” Em caso afirmativo, o informante era indagado pelo nome como ele(a) o chamava, bem como o(s) uso(s) e a(s) parte(s) utilizada(s). Um total de 44 informantes entre 12 e 66 anos de idade participou das entrevistas. Foi abordado o conhecimento e o uso de 126 espécies de árvores e 11 de palmeiras com informantes masculinos e femininos de diferentes idades e com diferentes habilidades dentro da comunidade. Esta foi a primeira pesquisa a avaliar o conhecimento sobre árvores e palmeiras em três comunidades ribeirinhas do rio Jauaperi mediante a padronização do estímulo. Foram registradas 26 zonas de vegetação. Foram registrados 100 nomes de consenso. O grau de competência etnobotânica para os informantes variou de 5% a 96%. O tempo de residência na região oferece melhor explicação sobre o grau de conhecimento etnobotânico dos informantes que a idade do informante. A família Arecaceae apresentou o maior Family Use Value (FUV) de todas as famílias. Nas quatro trilhas marcadas, 94% (37 de 39) das famílias e 92% (127 das 137) das espécies foram citadas como úteis pelos ribeirinhos das três comunidades. Excluída a categoria combustível, 92% das famílias (36) e 89% das espécies (122) são citadas como úteis.por
dc.description.abstractThis study is of the use and knowledge of trees and palms in four trails used by the inhabitants of three villages, Gaspar, Itaquera and Xixuaú, on the banks of the River Jauaperi, on the frontier between Novo Airão (Amazonas state) and Rorainópolis (Roraima state). A total of 48 independent interviews made during a guided walk with a structured questionnaire, during 50 days from July to October 2012. The questions were based on previously marked trees and palms which were shown to the interviewees, with the question “do you know this plant?”. If the reply was affirmative, the interviewee was asked for its name, and what was the utility of the plant, and which part was used. A total of 44 informants between 12 and 66 years of age participated in the interviews. The knowledge and use of 126 species of trees and 11 palms was documented, and informants were of both genders, various ages, and with different histories and experiences within the communities. This is the first structured study of local knowledge of trees and palms of communities on the River Jauaperi. Twenty six names for vegetation types were recorded. One hundred consensus names were registered. The ethnobotanical competence level of the interviewees varied from 5 to 96%. The length of previous residence provided a better explanation for competence level than age. The family Arecaceae had the highest FUV (Family Use Value). On the four trails, 94% (37 of 39) of the families and 92% (127 of 137) of the species were cited as being used by members of the three communities. Excluding the general category of fuel, 92% of the familes (36) and 89% of the species (122) were cited as being useful.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Cesar Muller (cesarmiler@outlook.com) on 2015-05-29T14:54:17Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Stefan Ammann.pdf: 2913141 bytes, checksum: 938b2eb65e6ce376dc9c5f8282f978fa (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-05-29T14:54:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Stefan Ammann.pdf: 2913141 bytes, checksum: 938b2eb65e6ce376dc9c5f8282f978fa (MD5) Previous issue date: 2013-10-01eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programCiências Biológicas (Botânica)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEtnobotânicapor
dc.subjectCategorias de usopor
dc.subjectComunidades tradicionaispor
dc.subject.cnpqCIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICApor
dc.titleEtnobotânica de árvores e palmeiras em três comunidades ribeirinhas do rio Jauaperi, na divisa entre Roraima e Amazonaspor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - BOT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Stefan Ammann.pdf2,84 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.