Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1688
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCarneiro, Lorena Ribeiro de Almeida-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8077820380396290por
dc.contributor.advisor1Magnusson, William Ernest-
dc.contributor.advisor-co1Lima, Albertina Pimentel-
dc.contributor.advisor-co2Machado, Ricardo Bonfim-
dc.date.accessioned2015-06-02T17:50:34Z-
dc.date.issued2013-09-12-
dc.identifier.citationCARNEIRO, Lorena Ribeiro de Almeida. Limitations in the use of species distribution models for environmental impact assessments in the Amazon. Manaus: [s.n.], 2013. xi, 54 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/1688-
dc.description.resumoA modelagem preditiva de distribuição de espécies foi apontada como uma potencial ferramenta para direcionar decisões nos processos de licenciamento ambiental de empreendimentos na Amazônia. Nesse manuscrito apresentamos um estudo de caso utilizando dados da anurofauna levantada no estudo de impacto ambiental de impacto de um aproveitamento hidrelétrico localizado no Rio Madeira – Rondônia – Brasil, para avaliar se o uso dos MDEs é adequado para orientar decisões nos processos de licenciamento na região. Como as estratégias de conservação envolvem a priorização de alvos, primeiramente definimos as espécies da anurofauna (Ordem Anura) prioritárias para as ações de manejo e analisamos suas respectivas situações amostrais. Posteriormente, à luz do que é previsto na legislação ambiental do país e diante as recomendações descritas na literatura especializada sobre o uso das ferramentas, discutimos as limitações e potencialidades da utilização dessas técnicas para orientação de ações mitigatórias e compensatórias na região. Os resultados mostraram que a maior parte das espécies alvo não dispuseram de dados de presença representativos para o treinamento dos modelos, pois elas são, em sua maior parte, ainda não descritas. Logo, o uso dos algoritmos somente seria indicado utilizando uma parcela dos alvos selecionados ou com táxons não prioritários. Considerando as inúmeras lacunas de conhecimento sobre a distribuição dos táxons na Amazônia, e ainda que os inventários de fauna no contexto do licenciamento são tipicamente realizados nas adjacências da área prevista para ser impactada, os modelos de distribuição de espécies precisariam extrapolar os registros de presença dos táxons alvo para assim orientar nas decisões de manejo em ampla escala. Os resultados das simulações que extrapolaram os dados geograficamente corroboraram diversos autores que sugerem a diminuição da robustez das predições com o aumento da extensão das extrapolações. Nós concluímos que o uso dos modelos nesse contexto requer a expansão das áreas amostradas nos estudos de impacto ou que haja investimentos em estudos estratégicos que forneçam dados integrados e comparativos no âmbito do bioma para melhorar a situação amostral na região e suprir os pré-requisitos do bom uso dessas técnicas.por
dc.description.abstractSpecies distribution models have been recognized as a potential tool for guiding public decisions, including in the environmental licensing process of large ventures. In this paper, we present a case study using data on frogs that were obtained from the impact assessment of a hydroelectric project located in Amazon Basin to evaluate the use of SDMs in the decisionmaking process in this context. Because conservation strategies must prioritize targets, we defined the priority species and analyzed their respective sampling situations. Based on the expectations of environmental legislation in Brazil and using the tools recommended in the literature, we discussed the limitations and potential use of SDM techniques for guiding mitigation and compensation actions. The results suggest that the lack of knowledge regarding the distribution of species poses a risk to biodiversity when potentially damaging enterprises are licensed in the Amazon. However, there were insufficient data for most of the target species to be included in the distribution models because most of those species have not yet been described. The mandatory surveys are typically conducted in areas adjacent to the affected areas, and so models must extrapolate beyond the sampled data to guide decisions, such as defining areas to be used to offset the negatives effects. The results of geographical extrapolation simulations, were corroborated by several authors who suggested that predictions can be varied when it is use different arrangements of data for calibration of the tools, since random data within the range of many Amazonian species are not available. We conclude that the use of SDMs for supporting decisions to license projects in the Amazon requires expanded sampling areas for impact studies or an investment in integrated and comparative survey strategies to improve biodiversity sampling and to fulfill the prerequisites for the use of such techniques.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Dominick Jesus (dominickdejesus@hotmail.com) on 2015-06-02T17:50:34Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Lorena Ribeiro de Almeida Carneiro.pdf: 35554381 bytes, checksum: e3089e05ee602c298907db0a32433d0b (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-06-02T17:50:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Lorena Ribeiro de Almeida Carneiro.pdf: 35554381 bytes, checksum: e3089e05ee602c298907db0a32433d0b (MD5) Previous issue date: 2013-09-12eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPqpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageengpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCoordenação de Pós Graduação (COPG)por
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programBiologia (Ecologia)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDistribuição de espéciespor
dc.subjectHidrelétricapor
dc.subjectImpactos ambientaispor
dc.subject.cnpqMANEJO FLORESTAL::POLITICA E LEGISLACAO FLORESTALpor
dc.titleLimitations in the use of species distribution models for environmental impact assessments in the Amazonpor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertação_Lorena Ribeiro de Almeida Carneiro.pdf34,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.