Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1710
Tipo do documento: Dissertação
Título: Seleção de estirpes de rizóbios para leguminosas de múltiplo uso em duas classes de solos ácidos da Amazônia Central
Autor: Souza, Naiana Marinho de 
Primeiro orientador: Souza, Luiz Augusto Gomes de
Resumo: Em leguminosas arbóreas, a sobrevivência e o desenvolvimento inicial das mudas após o plantio definitivo é favorecida significativamente pela inoculação com estirpes de rizóbio eficientes. A produção de mudas vigorosas e bem noduladas, permite após o plantio definitivo, melhores condições de competição com a flora invasora, além da rápida retomada de crescimento no campo, o que é importante para o reflorestamento com leguminosas. Neste trabalho, foram escolhidas duas espécies arbóreas de Fabaceae, com o objetivo de selecionar estirpes de rizóbios eficientes na fixação de N2, para emprego como inoculante em dois solos da Amazônia Central. Foram escolhidas a ingá-de-metro (Inga edulis) e a palheteira (Clitoria fairchildiana). Os solos empregados foram Argissolo Vermelho Amarelo coletado em Sistemas Agroflorestais e o solo Latossolo Amarelo de pastagem abandonada. Antecedendo o ensaio, para depleção do nitrogênio naturalmente disponível, cultivou-se o milho (Zea mays) variedade 5110 durante 45 dias, após este período, as plantas foram cortadas rente à superfície do solo e em seguida os solos receberam uma adubação básica de correção. As sementes das duas espécies foram germinadas em caixas drenadas preenchidas com areia lavada e transplantadas para sacos com 2 kg de solo, mantidas em viveiro. Para ambas as espécies foram consideradas as seguintes formas de suprimento de N: plantas sem inoculação e sem adubação nitrogenada, plantas fertilizadas com N-mineral (na forma de ureia) e a inoculação individual das estirpes da Coleção de rizóbios do INPA. Para o ingá-de-metro foi empregada a inoculação individual de 10 estirpes de rizóbios: 828, 831, 832, 833, 841, 842, 844, 847, 850 e 852. Por outro lado, para a palheteira foi avaliada a inoculação individual de oito estirpes de rizóbios: 938, 941, 943, 944, 945, 949, 950 e 959. As estirpes foram inoculadas em suspensão líquida, 5 mL aplicados na base do colo de mudas transplantadas. As plantas foram acompanhadas mensalmente em crescimento e avaliadas aos três meses de enviveiramento. Foi determinada a biomassa de folhas, caule e raízes das plantas após a secagem em estufa a 65º por 72 h e também o número, biomassa e peso específico dos nódulos. Determinou-se a concentração de N-foliar e N-total acumulado pelo método de Kjelhdal. O delineamento experimental para ingá-de-metro foi o inteiramente casualizado, com arranjo fatorial 2 x 12, (2 solos e 12 formas de suprimento de nitrogênio), com 10 repetições. Quanto à palheteira, o delineamento do experimento foi também o inteiramente casualizado, neste caso, com arranjo fatorial do tipo 2 x 10,(2 solos e 10 formas de suprimento de N), com 10 repetições. Demonstrou-se que o ingá-de-metro responde eficientemente a inoculação com estirpes selecionadas, permitindo a formação de mudas bem noduladas e aptas ao plantio definitivo. Aos 91 dias, as plantas apresentavam médias de 23,6 cm de comprimento do caule, 4,7 mm de diâmetro do colo, 206 nódulos plantas-1 e 3,13 % de N na biomassa foliar. A adubação com N-mineral inibiu a formação e desenvolvimento dos nódulos do ingá. A eficiência simbiótica foi demonstrada pela correlação linear significativa entre a biomassa foliar e dos nódulos. As estirpes 831 e 844 apresentaram potencial para uso como inoculante microbiano da espécie pela simbiose eficiente estabelecida nos dois solos pesquisados. A palheteira mostrou adaptação às duas condições de solo da terra firme pesquisadas, entretanto, as medidas de crescimento e de desenvolvimento foram favorecidas em solo Latossolo Amarelo, e o número, biomassa de nódulos secos e concentração de N-foliar foram maiores em solo Argissolo. O fornecimento de N na forma de N-mineral inibiu a formação de nódulos, desfavorecendo o processo simbiótico. Por outro lado, a inoculação da palheteira com as estirpes de rizóbios 943, 944, 945 e 949 favoreceram o desenvolvimento das plantas e proporcionaram elevados teores de N nas folhas, e foram identificadas como as de maior potencial para uso como inoculante desta espécie nos solos de terra firme pesquisados.
Abstract: In leguminous tree survival and early growth of seedlings after planting definite is favored significantly by inoculation with efficient strains of rhizobia. The production of vigorous seedlings and well nodulated allows final after planting, better competition with invasive plants, and the rapid resumption of growth in the field, which is important for reforestation with legumes. In this work, were selected two tree species of Fabaceae, in order to select efficient strains of rhizobia on N2 fixation for use as inoculum in two soils of central Amazonia. Were chosen to ingá-de-metro (Inga edulis) and palheteira (Clitoria fairchildiana). The soils used was Ultisoil, collected in agroforestry system, and soil Oxisoil in abandoned pasture. Prior to the test, so naturally available nitrogen depletion, cultured maize (Zea mays) variety 5110 for 45 days, after this period, the plants were cut close to the soil surface and then received a basic fertilization. The seeds of both species were germinated in drained boxes filled with washed sand and transplanted into bags with 2 kg of soil, kept in nursery. For both species were considered the following forms of N supply: plants without inoculation and without nitrogen fertilization, plants fertilized with mineral N (as urea) and inoculation of individual strains of rhizobia Collection of INPA. For ingá-de-metro was employed individual inoculation of 10 strains of rhizobia: 828, 831, 832, 833, 841, 842, 844, 847, 850 and 852. On the other hand, for the inoculation of palheteira was evaluated eight individual strains of rhizobia: 938, 941, 943, 944, 945, 949, 950 and 959. Strains were inoculated into liquid suspension, 5 ml applied to the base of the neck of transplanted. Plants were monitored monthly in growth and assessed at three months of nursery. We determined the biomass of leaves, stems and roots of plants after drying in an oven at 65 for 72 h and also the number, biomass and specific weight of the nodules. Were determined the concentration of leaf-N and N-total-cumulative by the method of Kjelhdal. The experimental design for ingá-de-metro was completely randomized design with factorial arrangement of 2 x 12 (2 soils and 12 forms of nitrogen supply), with 10 repetitions. Regarding palheteira, the design of the experiment was also randomized in this case, with a factorial arrangement of type 2 x 10 (2 soils and 10 forms of N supply), with 10 repetitions. It was demonstrated that the ingá-de-metro responds efficiently inoculation with selected strains, allowing the formation of seedlings nodulated well and fit the permanent planting. At 91 days, the plants were averages of 23.6 cm stem length, 4.7 mm diameter, 206 nodules plant-1 and 3.13% N in leaf biomass. The fertilization with mineral N inhibited the formation and development of nodules ingá. The symbiotic efficiency was demonstrated by a significant linear correlation between leaf biomass and nodules. The strains 831 and 844 showed potential for use as a microbial inoculant for ingá, to a efficient symbiosis established in the two soils studied. The palheteira showed adaptation to two soil conditions of the land surveyed, however, measures of growth and development were favored in Oxisol soil, and the number, nodule dry biomass and leaf-N concentration was higher in Ultisol soil. The N supply in the form of mineral-N inhibit the formation of nodules, discouraging the symbiotic process. On the other hand, inoculation of palheteira with rhizobia strains 943, 944, 945 and 949 favored the development of plants and provided high levels of N in the leaves, and were identified as the most potential for use as inoculant of this species in soils of land surveyed.
Palavras-chave: Fixação biológica de N
Leguminosas arbóreas
Simbiose
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Agricultura no Trópico Úmido (ATU)
Citação: SOUZA, Naiana Marinho de. Seleção de estirpes de rizóbios para leguminosas de múltiplo uso em duas classes de solos ácidos da Amazônia Central. Manaus: [d.n.], 2013. viii, 66p. Dissertação( Agricultura no Trópico Úmido (ATU)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1710
Data de defesa: 12-Jul-2013
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Naiana Marinho de Souza.pdf946,65 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons