Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1721
Tipo do documento: Dissertação
Título: Assembléias de peixes em lagos de várzea situados em duas unidades geomorfológicas no período de seca, região de Itacoatiara, Amazonas
Autor: Souza, Luiza Prestes de 
Primeiro orientador: Bittencourt, Maria Mercedes
Primeiro coorientador: Soares, Maria Gercilia Mota
Resumo: Poucos estudos têm sido realizados a respeito da ictiofauna no período de seca nos lagos de várzea no Amazonas, considerando o impacto por ações da pesca e modificações do ambiente em lagos. Faltam informações sobre os padrões de organização da ictiofauna que possibilitem um melhor conhecimento dos mecanismos que atuam na sua organização e, que poderão ser utilizados na definição de estratégias de uso dos recursos pesqueiros. Nesse contexto, esse trabalho propõe estudar a ictiofauna em doze lagos situados nas unidades Bancos de Meandros Atuais (BMA) e Depósitos de Inundação Fluvial (DIF) no período de seca, identificando os fatores abióticos (locais e regionais) que influenciam a estrutura das assembléias de peixes. Os peixes foram capturados com malhadeiras no período de seca entre 2002 e 2005, no município de Itacoatiara, Amazonas. Os fatores abióticos medidos foram as variáveis físico-químicas (oxigênio, temperatura, pH e condutividade elétrica) e geomorfológicas (distância do rio, área do lago e profundidade) e investigados os descritores da estrutura das assembléias (riqueza, índice de diversidade, equitabilidade, dominância, captura por unidade de esforço em número de indivíduos (CPUEn) e em peso (CPUEw) e estrutura em comprimento). Para avaliar a similaridade da composição taxonômica entre as unidades foi utilizada uma Análise de Correspondência (CA); para determinar se o tamanho dos peixes foi diferente entre as duas unidades foi utilizado o teste t-pareado, e, para avaliar a influência das variáveis físico-químicas e geomorfológicas nos descritores da estrutura das assembléias foi utilizada análise de covariância (ANCOVA). Nos lagos da BMA foram capturados 3051 exemplares e 224.080,72 gramas de peixes, totalizando 86 espécies. Nos lagos da DIF, foram capturados 2334 exemplares e 216.314,65 g de peixes, totalizando 108 espécies. Na BMA e DIF a ictiofauna foi dominada, em termos de número de indivíduos e composição específica pelos Characiformes, seguida de Siluriformes e Perciformes. Acestrorhynchus falcirostris, Acestrorhynchus falcatus, Pellona flavipinnis, Moenkhausia lepidura, Schizodon fasciatus, Potamorhina latior, Hemiodus immaculatus, Hemiodus sp. “rabo vermelho”, Pygocentrus nattereri, Trachelyopterus galeatus, Lycengraulis sp. Triportheus auritus, T. angulatus, Plagioscion squamosissimus e Rineloricaria sp. podem ser consideradas como as mais importantes na composição da ictiofauna, sendo similar entre as unidades. A captura por unidade de esforço em número e biomassa foi maior na BMA, isso reflete o alto número de exemplares das espécies migradoras, de médio porte nessa unidade. A diversidade foi maior na DIF, levando em consideração que a distribuição das espécies foi homogênea nas duas unidades, esse valor é reflexo do valor de dominância dos peixes, que foi maior na BMA. Apesar de redução da área afetar a heterogeneidade de habitats, na seca ainda permanece área alagada nos lagos, o que explica a alta diversidade de peixes. As análises, relacionando a diversidade em peso (H´w) das assembléias de peixes com as variáveis físico-químicas e geomorfológicas, apontam a profundidade, pH e concentração de oxigênio influenciando a estrutura das assembléias dos lagos. A captura total em peso (CTw), foi influenciada por fatores regionais (unidade geomorfológica e área do lago) e locais (profundidade e condutividade elétrica). Considerando todas as análises, o determinante primário e mais significativo para a estrutura das assembléias de peixes nos lagos da BMA e DIF foi a profundidade. Os resultados desta pesquisa deverão ter um papel decisivo no aprimoramento do manejo comunitário local e como opção viável para a conservação de recursos pesqueiros na Amazônia.
Abstract: Few studies have been conducted on the fish fauna during the dry season in the Amazon floodplain lakes, despite the actions of fishing and environmental changes in lakes. This result in lack of information on patterns of organization of the fish fauna that enable a better understanding of the mechanisms that act on it, and that could be used in management strategies. Thus, the work proposes to study the fishes in floodplains lakes located in the bar-and-meander plains and flood deposits units during dry water period, identifying the abiotic factors (local and regional) that influence on the structure of assemblages fish. The fish were collected with gill nets during the dry period between 2002 and 2005, in Itacoatiara, Amazonas. In the bar-and-meander plains and flood deposits the physico-chemical variables (oxygen, temperature, pH, electrical conductivity and depth) and geomorphological (distance from river, lake area and geomorphological unit) were the abiotic factors measured. We also analyzed the descriptors of assemblage structure (richness, diversity index, evenness, dominance, catch per unit effort in number of individuals (CPUEn) and weight (CPUEw) structure and length). To evaluate the similarity in the fish species composition between bar-and-meander plains and flood deposits was used Correspondence Analysis (CA); to determine if fish size was different between the two units was used test t e Kolmogorov-Smirnov; and to assess the influence of physico-chemical and geomorphological descriptors in the assemblage structure was used covariance analysis (ANCOVA). In bar-and-meander plains were collected 3051 and 224,080.72g of fish, a total of 86 species. In flood deposits, were captured 2334 and 216,314.65g of fish, a total of 108 species. The fish fauna was dominated in terms of individuals number and species composition by Characiformes, Siluriformes and Perciformes. Acestrorhynchus falcirostris, Acestrorhynchus falcatus, Pellona flavipinnis, Moenkhausia. lepidura, Schizodon fasciatus, Potamorhina latior, Hemiodus immaculatus, Hemiodus sp. “rabo vermelho”, Pygocentrus nattereri, Tracheliopterus galeatus, Lycengraulis sp. Triportheus auritus, T. angulatus, Plagioscion squamosissimus e Rineloricaria sp. can be regarded as the most important in the fish fauna composition, and was similar between the both places. The catch per unit effort in number and weight was higher in bar-and-meander plains, and this reflects the high number of specimens of migratory species, medium-sized this place. Diversity was highest in flood deposits, considering that the species distribution was homogeneous in both units, this value reflects the value of dominance of the fish, which was higher in the bar-and-meander plains. Despite the reduction of the flooded areas that affect the heterogeneity of habitats, drought remains a flooded area in the lakes, which explains the high diversity of fish. And the analysis relating to diversity in weight (H'w) of fish assemblages with physical-chemical and geomorphological variables point out the depth, pH and oxygen concentration influencing the assemblage structure in lakes. The total catch weight (CTw) was influenced by regional (geomorphological unit and the lake area) and local factors (depth and electrical conductivity). Thus, the most significant variable for the structure of fish assemblages in lakes of the bar-and-meander plains and DIF was the depth. The results of this research should have a decisive role in the improvement of local and community management as a viable option for conservation of fishing resources in the Amazon.
Palavras-chave: Peixes
Lagos de várzea
Áreas alagadas
Área(s) do CNPq: ECOLOGIA::ECOLOGIA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Citação: SOUSA, Luisa Prestes de. Assembléias de peixes em lagos de várzea situados em duas unidades geomorfológicas no período de seca, região de Itacoatiara, Amazonas. Manaus: [s.n.], 2011. 96 f.. Dissertação Biologia de Água Doce e Pesca Interior) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1721
Data de defesa: 11-Jun-2011
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Luiza Prestes de Souza.pdf2,52 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons