Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1735
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ocorrência de aves diurnas em matas primárias e secundárias na Amazônia Central
Autor: Freitas, Sandra Martins de 
Primeiro orientador: Ferraz, Gonçalo
Resumo: A crescente substituição de áreas de mata primária por capoeiras evidencia a importância de se entender o papel de florestas secundárias como hábitat para animais de floresta. Cinco revisões recentes sobre o tema indicam que espécies florestais ocorrem em matas secundárias, porém é necessário aumentar a abrangência espacial para refinar conclusões sobre o uso desse tipo de vegetação. O objetivo do trabalho foi comparar a ocorrência de 72 espécies de aves em florestas primárias e secundárias na Amazônia Central. Mais especificamente, testar previsões espécie-específicas sobre diferenças de ocorrências em florestas primárias e secundárias. A coleta de dados foi realizada com uso de gravadores autônomos em 151 pontos, sendo 44 em floresta secundária e 107 em floresta primária. Para analisar os dados, utilizou-se modelos hierárquicos multi-específicos, considerando de maneira explícita a detecção imperfeita. De maneira geral os resultados não corroboraram as hipóteses prévias de ocorrência para cada grupo de espécies. O grupo com espécies hipoteticamente neutras em relação à ocorrência na capoeira foi o mais afetado, apresentando uma probabilidade de ocorrência 0.2 menor em floresta secundária do que em primárias. Nossos dados indicam que as espécies do grupo que hipoteticamente teria menor ocorrência em floresta secundária, na verdade ocorrem em floresta secundária, mas com detecção menor nesse ambiente. Baseado em nossas estimativas posteriores para ocorrência e detecção de cada espécie, propusemos novos grupos: espécies favorecidas pela floresta secundária, espécies que ocorrem mais em floresta primária, e espécies para as quais faltam conhecimentos biológicos. Este trabalho evidencia o potencial das florestas secundárias como hábitat para espécies de florestas primárias, destacando assim, a importância de leis que assegurem a proteção de florestas secundárias.
Abstract: Secondary forests (SF) are expanding worldwide and replacing large areas of old growth forest (OG) in the tropics. Wildlife management thus requires knowledge of SF usage by OG fauna. Five recent reviews suggest that SF older than 20 years has similar richness to OG; nonetheless, the optimism of this message is still subject to confirmation because many studies are based on small sample sizes and/or lack the necessary analytical robustness. Aiming for a detailed understanding of SF use by birds in a highly diverse Amazon forest location, we test predictions about relative differences in site occupancy by 72 bird species in 107 OG and 44 mature (18-30 years) SF sites. We grouped species a priori into SF-prone, SFaverse, and Neutral, i.e. without any predicted occupancy difference between environments. Species detection data for the whole bird community were collected with autonomous recording devices between June and October 2010, with temporally replicated visits to each site. Using a hierarchical community model implemented in a Bayesian framework we explicitly accounted for the possibility of environmentrelated detection errors and estimated probabilities of site occupancy and detection for each species as well as for each group. Surprisingly, hypothetical SF-averse species occupied both environments with the same probability, even though their mean detection probability was lower in SF than in OG. Neutral group species had the lowest mean SF occupancy of all groups suggesting that our predictions might be based on limited natural history information. Our results also suggest that even though SF-averse species occupy SF they may be there in lower numbers than in OG. We conclude that mature SF in the proximity of old growth does provide habitat for OG species and should be protected.
Palavras-chave: Aves
Habitat
Distribuição espacial
Área(s) do CNPq: ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia (Ecologia)
Citação: FREITAS, Sandra Martins de. Ocorrência de aves diurnas em matas primárias e secundárias na Amazônia Central. Manaus: [s.n.], 2011. viii, 56 f.. Dissertação (Biologia (Ecologia)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1735
Data de defesa: 19-Ago-2011
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Sandra Martins de Freitas.pdf1,46 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons