Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/1779
Tipo do documento: Dissertação
Título: Modelagem do rendimento no desdobro de toras de Manilkara spp. (sapotaceae) em serraria na nova fronteira madeireira do estado de Roraima, Brasil
Autor: Danielli, Filipe Eduardo 
Primeiro orientador: Santos, Joaquim dos
Primeiro coorientador: Higuchi, Niro
Resumo: O rendimento no desdobro de toras tem relação intrínseca com a sustentabilidade na utilização dos recursos florestais na Amazônia e é de suma importância para o planejamento, otimização e controle na produção da serraria. O objetivo desse estudo foi estimar o rendimento no processo de desdobro de toras de Manilkara spp., quantificar os resíduos gerados, avaliar se existe diferença de rendimento entre as classes diamétricas e ajustar modelos que estimem o rendimento em madeira serrada e o volume de oco das toras. Foram amostradas 71 toras e agrupadas em classes de diâmetro, foi feita a cubagem rigorosa pelo método de Smalian para cálculo do volume das toras e calculado o volume de madeira serrada, para determinação do rendimento e volume de resíduos gerados no processamento das toras. O rendimento médio em madeira serrada no desdobro de toras de Manilkara spp. foi de 30,1 % e não apresentou diferenças estatísticas entre as classes diamétricas estudadas e entre as toras ocadas e não-ocadas. Entre as classes estudadas, a classe 5 foi a que representou a classe máxima de rendimento. Foram testados 12 modelos para estimar o rendimento em madeira serrada, sendo 7 modelos lineares e 5 não-lineares, em função das variáveis independentes diâmetro da tora (Dpf), comprimento da tora (L) e volume da tora (Vt). Para estimar o volume do oco das toras, foram testados 12 modelos, sendo 8 modelos lineares e 4 não-lineares, em função das variáveis independentes diâmetro da tora (Dpf), diâmetro do oco (Do), comprimento da tora (L) e volume da tora (Vt). Todas as relações entre as variáveis foram analisadas baseando-se nos valores da correlação de Pearson. A seleção dos modelos foi baseada no maior coeficiente de determinação ajustado (R2ajust), menor erro padrão da estimativa (Syx%) e distribuição homogênea dos resíduos. Entre os modelos testados para estimativa de rendimento em madeira serrada, o melhor foi modelo 7, de dupla entrada, visto que os de simples entrada não obtiveram boas estatísticas. Para estimativa do volume do oco das toras, os modelos com as melhores estatísticas apresentadas foram os modelos 2 e 10, de dupla entrada e o modelo 3, de simples entrada, em função da praticidade na coleta da variável independente.
Abstract: The yield in sawing logs has intrinsic relationship to sustainability in the use of forest resources in the Amazon and is of paramount importance to the business, as it enables improved planning, optimization and control of the production of the sawmill. The aim of this study was to estimate the yield of sawing logs Manilkara spp., quantify the waste generated, evaluate whether there is a difference in the yield between the diameter classes and adjust models to estimate the yield in lumber and volume of hollow logs. Seventy-one logs were sampled and grouped into diameter classes, and was made the cubing Smalian method for calculating the volume of logs and calculated the volume of lumber for determining yield and volume of waste generated in the sawing of logs Manilkara spp. The average yield in sawing logs of Manilkara spp. was 30,1% and showed no statistical differences in yield between the diameter classes studied and among the hollow logs and non-hollow logs. Among the classes studied, the class 5 was the one that represented the maximal yield. To estimate the yield of sawing lumber, seven linear models and five nonlinear models were tested, using as independent variable the smaller diameter of the log (Dpf), length of the log (L) and volume of log (Vt). To estimate the volume of the hollow logs, were tested eight linear models and four nonlinear models, using as independent variable the smaller diameter of log (Dpf), hollow diameter (Do), length of the log (L) and volume of log (Vt). All relationships between variables were analyzed based on the values of the correlation of Pearson. The model selection was based on the highest adjusted coefficient of determination (R2ajust), lower standard error of estimate (Syx%) and homogeneous distribution of the residuals values. Among the tested models to estimatte the yield of sawing lumber, the best model was the number 7, of double entry, because the simple-entry models did not obtained good statistics. To estimate the volume of hollow logs, the models with the best statistics presented were the model 2 and model 10, of double entry; and model 3, of single-entry, because of the convenience in the collection of the independent variable.
Palavras-chave: Maçaranduba
Serraria
Sapotaceae
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais (CFT)
Citação: DANIELLI, Filipe Eduardo. Modelagem do rendimento no desdobro de toras de Manilkara spp. (sapotaceae) em serraria na nova fronteira madeireira do estado de Roraima, Brasil. Manaus: [s.n.], 2013. xiii, 82f. Dissertação (Ciências de Florestas Tropicais (CFT)) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1779
Data de defesa: 10-Jun-2013
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ Filipe Eduardo Danielli.pdf2,27 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons